MAGAZINE LUIZA VAI CONTINUAR SUBINDO? Após alta de 80% em agosto, confira 5 respostas definitivas sobre o futuro da ação clicando aqui.

2019-10-15T09:34:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Na margem

Aprovação de Bolsonaro tem variação positiva em outubro

Pesquisa XP Ipespe captou aumento de 30% para 33% de “ótimo e bom” para o presidente, dentro da margem de erro. Privatizações são desaprovadas por 55% da população

15 de outubro de 2019
9:34
Jair Bolsonaro
Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

A última rodada da pesquisa XP Ipespe com a população capturou uma melhora na avaliação positiva do governo Jair Bolsonaro, mas dentro da margem de erro. O percentual de ótimo/bom subiu de 30% em setembro para 33% agora em outubro.

Pela primeira vez desde junho, as anotações ruim/péssimo tiveram variação negativa, caindo de 41% em setembro para 38% na sondagem feita entre os dias 9 e 11 de outubro, com mil entrevistas. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais. Em janeiro, a avaliação positiva marcava 40% e a negativa 20%.

A expectativa positiva para o restante do mandato de Bolsonaro também indicou alta, mas dentro da margem de erro. Na rodada de outubro, 46% esperam que o restante do governo seja ótimo e bom, enquanto 43% tinham a mesma expectativa em setembro.

Governos regionais

Os entrevistados também avaliaram as administrações de governadores e prefeitos. Para 25%, a atuação dos governadores é ótima ou boa, enquanto 39% disseram ser regular e 29% anotaram péssima ou ruim.

No caso dos prefeitos a avaliação negativa (ruim ou péssimo) ficou em 34% e a positiva (bom ou ótimo) em 29%. Outros 35% avaliaram como regulares os governos municipais.

Privatizações

Na rodada de outubro, os entrevistados foram novamente questionados sobre privatizações. O percentual dos que se dizem contrários caiu de 58% em julho para 55% agora em outubro. Os favoráveis subiram de 33% para 39%.

Também foi feita uma pergunta sobre a sintonia percebida entre Jair Bolsonaro e seu ministro da Economia, Paulo Guedes. Para 35% existe alguma sintonia entre os dois, 34% responderam que não há sintonia e 19% afirmaram perceber muita sintonia.

Questionados sobre quem é o maior responsável pela atual situação econômica, as indicações para o governo Lula (31%) e Dilma (19%) seguem liderando a percepção. Mas pelo segundo mês seguindo, o próprio governo Bolsonaro aparece com 12% das respostas, o dobro do registrado no começo do ano.

 

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Super provento

Fundo imobiliário ALZR11 paga “megadividendo” hoje; veja como o FII garantiu um retorno mensal de 4,6% para os cotistas

23 de setembro de 2022 - 13:57

O valor do provento é mais de sete vezes superior à média dos R$ 0,78 pagos nos últimos meses

COM TUDO EM DIA

Saúde em dia: Fleury avança na B3 com recomendação de compra — confira o check-up das ações FLRY3

23 de setembro de 2022 - 13:43

Empresa figura entre as maiores altas do Ibovespa nesta sexta-feira (23) depois que o Bank of America passou a indicar a compra dos papéis e elevou o preço-alvo para R$ 23

Torneio do varejo

Magazine Luiza (MGLU3) no banco de reservas: Bradesco BBI diz que Copa do Catar deve ajudar o e-commerce e recomenda compra das ações de rival

23 de setembro de 2022 - 12:59

Os banco investigou o impacto de diversas variáveis macro e microeconômicas no mercado de televisores e encontrou uma correlação significativa com o torneio

Invista agora, pague depois

Banco Inter lança serviço que permite investir pelo cartão de crédito

23 de setembro de 2022 - 11:50

Modalidade permite incluir o aporte em uma LCI do Inter como uma conta no cartão de crédito, que só precisa ser paga no vencimento da fatura

BITCOIN NA SEMANA

Inverno se alonga e bitcoin (BTC) cai 4% em sete dias; criptomoedas sentem juros e esperam próxima semana decisiva para mercado

23 de setembro de 2022 - 11:00

O destaque especial vai para a XRP (XRP), criptomoeda da Ripple, que disparou 50% na última semana após decisão da SEC

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies