Menu
2019-07-30T19:00:48-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Bancos

Adeus, tijolo. Itaú fecha mais de 200 agências no trimestre com avanço de serviços digitais

Fluxo de clientes aos locais tem diminuído conforme cresce a oferta de serviços digitais, segundo o presidente do Itaú, Candido Bracher

30 de julho de 2019
10:03 - atualizado às 19:00
Candido Bracher, presidente do Itaú Unibanco
Candido Bracher, presidente do Itaú Unibanco - Imagem: Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo

Com o avanço dos serviços digitais, o Itaú Unibanco intensificou o fechamento de suas agências nas ruas. Apenas no segundo trimestre deste ano foram 212 unidades a menos no país e no exterior.

Em teleconferência com jornalistas na manhã de hoje para comentar os resultados do segundo trimestre, o presidente do maior banco privado brasileiro, Candido Bracher, deu a entender que esse processo deve continuar ao longo deste ano, ainda que em um ritmo menor.

"Onde temos agências próximas e uma delas é capaz de comportar o fluxo de clientes há possibilidade de redução", disse Bracher.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Em junho deste ano, o Itaú contava com uma rede de 4.722 pontos de atendimento, dos quais 3.332 são agências localizadas no país.

Bracher afirmou que o fluxo de clientes aos locais tem diminuído conforme cresce a oferta de serviços digitais. O banco abre hoje 70 mil contas digitais por mês, praticamente o mesmo número das agências, sem considerar as aberturas realizadas para atender a folha de pagamento de empresas, segundo o executivo.

A redução no número de agências representa corte de custos para o banco, ainda que leve a uma despesa maior no curto prazo. Outra iniciativa que vai na mesma direção foi o lançamento do programa de desligamento voluntário (PDV).

O presidente do Itaú disse que não há como estimar cono será adesão, mas disse que existem 6.900 funcionários que podem optar optar ao PDV, que vai de 1º a 31 de agosto. O último programa do tipo foi realizado pelo banco há uma década. Mais uma vez, ele creditou a iniciativa do PDV ao avanço dos serviços digitais, que reduzem a necessidade de pessoal.

Nunca antes na carreira

Com a perspectiva de aprovação da reforma da Previdência, Bracher disse que o Brasil deve passar por uma situação macroeconômica como ele nunca viu na carreira.

A expectativa do presidente do Itaú Unibanco é que a reforma seja aprovada na Câmara e no Senado até o fim de setembro. A economia prevista, que deve superar R$ 1 trilhão em dez anos incluindo a medida provisória que combate as fraudes na Previdência, deve levar ao fim do aumento da relação entre a dívida o PIB do país.

Bracher disse que a situação fiscal controlada se soma ao cenário de inflação comportada, taxa de juros no menor nível histórico e em tendência de queda, além da redução da dependência externa do país.

"Estou vendo um esforço geral na direção de criar condições para a economia crescer mais", afirmou aos jornalistas.

CPMF, não

O presidente do Itaú também elogiou a proposta de reforma tributária em discussão no Congresso. Mas se mostrou contrário à proposta de criação de um imposto sobre movimentações financeiras, na linha da antiga CPMF.

"Acho que é um imposto do atraso", disse, ao argumentar que a CPMF é um imposto que pune cadeias produtivas mais longas e prejudica as exportações ao incidir tanto na origem como no destino.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

POLÍTICA

Moro diz que quem vai decidir o vice (em 2022) é o presidente; mas ideal é o vice Mourão

O ministro considerou que “pode ser que no futuro lá distante volte a se cogitar isso” e defendeu: “Não acho uma boa ideia”. “Os ministérios juntos são mais fortes.”

APROVADA SEM RESTRIÇÕES

Cade aprova compra da Embraer pela Boeing

A operação analisada pelo Cade prevê duas transações. Uma delas consiste na aquisição pela Boeing de 80% do capital do negócio de aviação comercial da Embraer, que engloba a produção de aeronaves regionais e comerciais de grande porte (operação comercial)

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Bolsa contaminada pelo coronavírus

Caro leitor, A semana começou mal para as bolsas do mundo todo. O avanço do coronavírus na China durante o fim de semana colocou os mercados de molho nesta segunda. Já foram confirmados quase 3 mil casos em mais de dez países, sendo a maioria deles na China. Até agora, foram computadas 82 mortes. Os […]

Cautela elevada

Em dia de queda de 3% do Ibovespa com alerta sobre coronavírus, ações de drogaria sobem

A disseminação do coronavírus elevou a aversão ao risco nos mercados financeiros, derrubando o Ibovespa e fazendo o dólar romper a marca de R$ 4,20. Apenas cinco ações do índice subiram, incluindo Raia Drogasil

DE OLHO NO CORONAVÍRUS

‘Índice do medo’ atinge patamar visto no auge da guerra comercial e sobe mais de 25%

Na máxima intradiária, o indicador chegou a bater a casa dos 19,02 pontos, valor que não era visto desde outubro do ano passado quando ele atingiu a marca dos 19,28 pontos

CONCESSÕES

Maia definirá até dia 30 quando lei de concessões vai a plenário, dizem deputados

“Se ele (presidente da Câmara) estiver convencido de que esse texto é um texto bom, que atende a sociedade, eu acho que a gente vota ele rápido”, disse também o deputado João Maria

CRÉDITO

Demanda por crédito do consumidor cai em dezembro e cresce em 2019, diz Boa Vista

Considerando os segmentos que compõem o indicador, o Financeiro apresentou elevação de 6,1% no ano, enquanto o segmento Não Financeiro registrou evolução de 2,5% na mesma base de comparação

primeira avaliação

Quão longe a XP pode ir? Para o BTG, ação da corretora já está bem precificada

BTG Pactual inicia cobertura das ações da corretora com recomendação neutra para os papéis.

DE OLHO NA REFORMA

Reforma administrativa quer acabar com promoções por tempo de serviço

O governo vai propor ainda a vedação das aposentadorias como forma de punição

gringo longe

Investimento estrangeiro em ações brasileiras fica negativo em US$ 4,7 bilhões em 2019

Para 2020, a projeção é de saldo positivo de US$ 5,0 bilhões, segundo dados do Banco Central

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements