Menu
2019-04-08T14:52:15-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Quebra de expectativas

Fabricante de calçados infantis vê ano mais difícil do que o esperado

Situação da Kidy é um bom retrato do momento que o setor calçadista atravessa; com retração de 2,2% em janeiro e fevereiro, as empresas ainda esperam um resultado positivo para 2019

8 de abril de 2019
13:51 - atualizado às 14:52
Fábrica
Fábrica - Imagem: shutterstock

Com uma projeção de crescimento de 10% nas exportações e de 5% nas vendas internas, a fabricante de calçados infantis Kidy tem passado um ano mais difícil do que o esperado.

"Vendemos para 46 países e estamos conseguindo cumprir as exportações. No mercado doméstico, porém, estamos empatados com o ano passado", diz o diretor de produto, Ramon Lanius.

A situação da Kidy é um bom retrato do momento que o setor calçadista atravessa: com retração de 2,2% em janeiro e fevereiro, as empresas ainda esperam um resultado positivo para 2019.

Em 2018, o volume produzido pelo segmento caiu 1%. "Não existe capacidade de consumo da população. O varejo não movimenta, e o resultado é ruim na indústria também", diz o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein.

O executivo espera que o segundo semestre reverta a tendência de queda. Segundo ele, já há alguns sinais de recuperação em marcas mais conhecidas — mas, por ora, o que tem ajudado são as exportações.

Houve um aumento de 15% nos embarques nos três primeiros meses do ano, alavancados sobretudo pelas compras dos Estados Unidos. As vendas para fora, porém, não são suficientes para puxar todo o setor, que reduziu o número de empregos em 3,5% no primeiro bimestre.

A economista Luana Mirana, do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da FGV, disse também esperar uma recuperação da indústria, como um todo, no segundo semestre. "Mas não será nada muito maravilhoso", afirma.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

CRIPTOMOEDA

Bitcoin ultrapassa US$ 60 mil antes de abertura de capital da Coinbase Global

Criptomoeda teve alta de 4,87%, a quatro dias de IPO da maior corretora de moedas digitais dos EUA

pandemia

Mortes por Covid-19 cresceram 468% no Brasil entre janeiro e março, alerta Fiocruz

Para os novos casos, o aumento foi de 701%; Sul e Centro-Oeste tendem a cenário mais crítico nas próximas semanas.

IPCA DE MARÇO

Inflação vai a 0,93% e mercado vê risco de estourar meta

Taxa acumulada passou a 6,10% no mês passado, reforçando temor de que inflação oficial termine o ano acima do teto da meta, de 5,25%.

congresso X executivo

Orçamento tem guerra de pareceres

Câmara e Senado se armaram com notas técnicas para mostrar que o presidente Jair Bolsonaro pode sancionar o Orçamento sem vetos a emendas; Ministério da Economia já prepara próprio embasamento jurídico.

Aura e Aeris: veja o que dizem os CEOs das novatas da bolsa e outras notícias que bombaram na semana no Seu Dinheiro

Novidade na praça sempre causa burburinho. Na bolsa não é diferente. É bem verdade que as opiniões divergem:Lindas!Não são lá tudo isso…Não sei, nunca ouvi falarA bolsa brasileira recebeu 43 novas integrantes em 2020 e 2021. E a fila para entrar continua a aumentar. Para você, amigo leitor, isso é excelente. São mais ações na […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies