Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-01T18:45:32-03:00
Renato Carvalho
No caminho da recuperação

PIB cresce 1,2% no primeiro trimestre ante o fim de 2020, impulsionado pelo agronegócio

Variação ficou acima da média das projeções. Em relação ao mesmo período do ano passado, a economia brasileira avançou 1%, também melhor que o esperado

1 de junho de 2021
9:38 - atualizado às 18:45
Post,Covid-19,Era,Helping,Hand,For,Business,And,Economy,Concept.
Imagem: Shuttertstock

Mesmo com os efeitos da segunda onda da pandemia de covid-19, a economia brasileira conseguiu crescer 1,2% no primeiro trimestre de 2021, na comparação com os últimos três meses de 2020, com ajustes sazonais.

Os dados do Produto Interno Bruto (PIB), divulgados há pouco pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que, na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, antes dos efeitos mais negativos da pandemia, a atividade econômica avançou 1%.

Tanto na comparação trimestral quanto na anual, o PIB teve desempenho melhor que a média das projeções dos economistas ouvidos pelo Projeções Broadcast. A expectativa era de crescimento de 0,70% em relação ao quarto trimestre de 2020, e de 0,60% sobre o início do ano passado.

No acumulado em 12 meses, a economia brasileira acumula retração de 3,8% em comparação ao período anterior.

O setor que continua impulsionando o PIB é o agronegócio, que teve crescimento de 5,7% em três meses e de 5,2% em um ano.

Já a indústria teve avanço de 0,7% em relação ao quarto trimestre de 2020, e de 3% na comparação anual. Os serviços cresceram 0,4% em três meses, e tiveram queda de 0,8% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

O consumo das famílias registrou queda de 0,1% na comparação com o último trimestre do ano passado, e de 1,7% em relação ao início de 2020. Esse resultado, de acordo com o IBGE, se deve à alta da inflação e piora nos níveis de emprego e renda.

Segundo o instituto, o crescimento anual da indústria se deve principalmente à produção de máquinas e equipamentos, com avanço de 5,6% em um ano. Os serviços básicos, de eletricidade e saneamento, avançaram 2,1% no mesmo período.

Em serviços, o recuo de 7,1% na categoria Outras Atividades se deve principalmente ao menor número de atividades presenciais, segundo o IBGE. Já o melhor desempenho ficou com o segmento Informação e comunicação, com crescimento de 5,5% em um ano.

O nível de investimentos na economia brasileira, medido pela Formação Bruta de Capital Fixo, cresceu 4,6% em três meses e 17% em um ano, chegando ao nível de 19,4% do PIB, ante 15,9% de um ano antes.

Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos, classificou a variação do PIB no primeiro trimestre como "surpreendente", já que esperava uma alta de 0,5% em relação ao fim de 2020.

"Naturalmente essa surpresa já encomenda um viés altista para recém alterada projeção de 3,5% do PIB para esse ano", afirma Sanchez. Ele acredita que as previsões serão revistas para a casa dos 4%.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: mundo monitora avanço da variante ômicron da covid-19 em semana de Livro Bege e PIB brasileiro

Além disso, os contornos da disputa política de 2022 começam a ficar mais claros com a entrada de mais candidatos ao pleito

OMS ALERTA

Variante Ômicron representa risco global ‘muito elevado’ e é provável que se espalhe

OMS emitiu hoje um informe técnico sobre a cepa do coronavírus causador da covid-19 recentemente descoberta na África do Sul

MULTIFACETADO

‘Genial e visionário’: Virgil Abloh, diretor artístico da Louis Vuitton, morre aos 41 anos depois de luta contra forma rara de câncer

Estilista norte-americano ganhou notoriedade como diretor criativo do rapper Kanye West e fez história na LVMH

SELEÇÃO DE ATIVOS

13º salário de 2021 cai na conta até amanhã! Veja onde investir se você tem perfil conservador

Consultamos especialistas e o veredito é unânime: no cenário atual o que não faltam são oportunidades, mesmo para os investidores menos inclinados ao risco

ECONOMIA X COVID

Economia monitora variante ômicron da covid-19, mas programas de auxílio dependem da PEC dos Precatórios; pasta evita falar em gastos fora do teto

Ministério da Economia evita falar em crédito extraordinário, como acontece nos casos de guerras ou calamidades públicas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies