Menu
2021-03-05T10:43:54-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Dados do IBGE

Produção industrial cresce 0,4% em janeiro, mas segue abaixo do nível de 2011

Resultado da indústria divulgado pelo IBGE ficou dentro do esperado pelos analistas, cuja mediana apontava para os mesmos 0,4% de crescimento

5 de março de 2021
10:34 - atualizado às 10:43
indústria
Imagem: Shutterstock

A produção industrial brasileira começou 2021 com um resultado positivo. Cresceu 0,4% na passagem de dezembro para janeiro, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado ficou dentro do esperado pelos analistas, cuja mediana apontava para os mesmos 0,4% de crescimento, de acordo com pesquisa da Broadcast.

A indústria também cresceu 0,8% na média móvel trimestral e 2% na comparação com janeiro do ano passado. No acumulado de 12 meses, no entanto, a produção teve queda de 4,3%.

De maio de 2020 a janeiro de 2021, a produção acumulou crescimento de 42,3% e eliminou a perda de 27,1% registrada em março e abril, início do isolamento social devido à pandemia de covid-19. O setor ainda está em um patamar 12,9% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011.

Na passagem de dezembro para janeiro, 11 das 26 atividades pesquisadas tiveram alta. Confira os principais destaques:

  • alimentos: 3,1%
  • indústrias extrativas (1,5%)
  • produtos diversos (14,9%)
  • celulose, papel e produtos de papel (4,4%)
  • veículos automotores, reboques e carrocerias (1,0%)
  • móveis (3,6%).

Por outro lado, houve 14 atividades em queda, entre elas:

  • metalurgia (-13,9%)
  • equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (-10,6%)
  • coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-1,4%)
  • outros equipamentos de transporte (-16,0%)
  • máquinas e equipamentos (-2,3%)
  • produtos do fumo (-11,3%)
  • manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos (-4,9%)
  • produtos têxteis (-2,5%).

Leia também:

Das quatro grandes categorias econômicas, duas tiveram alta na passagem de dezembro para janeiro: bens de capital, isto é, as máquinas e equipamentos usadas no setor produtivo (4,5%) e os bens de consumo semi e não duráveis (2%).

Os bens intermediários, ou seja, os insumos industrializados usados no setor produtivo recuaram 1,3%, já os bens de consumo duráveis caíram 0,7%.

“Para frente, vemos impacto das restrições a movimentação por conta de medidas de contenção do vírus e também o impacto das rupturas nas cadeias de suprimento que já têm sido comunicadas de forma anedótica e se mostram em férias coletivas para diversas montadoras”, comentou Felipe Sichel, estrategista-chefe do Modalmais.

*Com Agência Brasil

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado trazendo uma maior cautela ao cenário, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

produção em baixa

Netflix decepciona em novos assinantes, mas nega impacto da concorrência

Papéis da empresa negociados na Nasdaq caíam mais de 10% no after market; pandemia impactou em novas produções, com reflexo no balanço da companhia

Desencontro acadêmico perdoado

Eike Batista é absolvido pela CVM em processo sobre ‘inconsistências’ no currículo

A farsa do fundador do Grupo X, que se apresentava com diferentes credenciais para cada uma das empresas, foi descoberta após sua prisão

A maior desde 1994

Com recorde na arrecadação em março, Paulo Guedes fala em recuperação econômica

Os R$ 137,9 bilhões arrecadados no mês animaram o ministro e o levaram a afirmar que o país “se levantou”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies