Menu
2019-04-01T15:06:04-03:00
Recuperação

Condições de negócios melhoraram para a indústria brasileira em março, diz IHS Markit

Empresas pesquisadas mencionaram um nível de consumo mais elevado, conquistas de novos clientes e uma demanda interna mais forte

1 de abril de 2019
15:06
industria-brasil
Imagem: Shutterstock

Apesar de o Índice dos gerentes de compras (PMI) da indústria brasileira ter recuado em março em relação a fevereiro - queda de 53,4 para 52,8 pontos -, a IHS Markit observou uma lenta, mas sólida melhora nas condições de negócios em todo o setor. Mesmo com a baixa do índice, o setor como um todo se manteve no terreno positivo. Isso porque o PMI segue uma escada de zero a 100 pontos, sendo que marcas acima de 50 pontos indicam crescimento.

"Algumas empresas contrataram pessoal adicional devido ao crescimento da demanda e de uma necessidade mais elevada de mão de obra especializada, outras companhias cortaram suas contratações em meio a tentativas contínuas de redução de custos", ponderam os analistas da Markit, em nota.

Apesar de ter se atenuado, o crescimento do volume de novos pedidos foi sólido e mais forte do que o observado, em média, em 2018. Isso porque, de acordo com a Markit, as empresas pesquisadas mencionaram um nível de consumo mais elevado, conquistas de novos clientes e uma demanda interna mais forte. Por outro lado, a quantidade de vendas para exportação diminuiu pelo quarto mês consecutivo.

Contudo, a desaceleração foi apenas marginal, com as empresas que obtiveram novos trabalhos - beneficiando-se do enfraquecimento do real - tendo contrabalançado parcialmente a contração observada naquelas que citaram uma demanda global contida.

O nível de produção do setor industrial brasileiro cresceu pelo nono mês consecutivo em março e ao ritmo mais rápido em um ano. Segundo os entrevistados, a recuperação refletiu uma entrada mais elevada de novos trabalhos, tentativas de aumento dos estoques e projeções otimistas de crescimento. Parte dos bens produzidos em março foi estocada.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Enfim uma oportunidade

Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, faz primeira aquisição desde a explosão do coronavírus

Empresa adquire ativos de gás de companhia de energia americana por US$ 4 bilhões, além de assumir parte da sua dívida; desde o colapso dos mercados em março, a Berkshire apenas vendeu ativos, e vinha montada em caixa, no aguardo de boas oportunidades de compra

Um dos bilionários mais velhos

Aos 99 anos, Aloysio de Andrade Faria, o ‘banqueiro invisível’ ainda dá as cartas

Criador do Banco Real, Aloysio de Andrade Faria continua à frente de um império que inclui o banco Alfa e mais uma dezena de empresas.

Entrevista

O agronegócio não precisa das terras da Amazônia para se expandir, diz ministra da Agricultura

Em entrevista ao Estadão, Tereza Cristina diz ser “defensora intransigente de zerar o desmatamento ilegal”; sob escrutínio internacional, agronegócio corre risco de perder investimentos por questões ambientais

Nas redes sociais

Renato Feder recusa convite para ser novo ministro da Educação

Segundo o Estadão, Bolsonaro foi pressionado pela ala ideológica do governo e por militares para não colocar Feder no comando do MEC

Novo candidato?

Rapper Kanye West diz que vai concorrer à presidência dos EUA – e já tem o apoio de Elon Musk

Conhecido apoiador do presidente Donald Trump, o rapper tuitou que concorreria à presidência, e Musk respondeu

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements