🔴 03/06 – ‘GATILHO’ PARA BUSCAR ATÉ R$ 2 MILHÕES COM CRIPTOMOEDAS PODE SER DISPARADO – SAVE THE DATE

Estadão Conteúdo
Vice-presidente

Mourão nega ser contraponto a Bolsonaro: ‘Eu complemento o presidente’

O vice-presidente Hamilton Mourão cumpre agenda nos Estados Unidos

Hamilton Mourão, vice-presidente da República
Hamilton Mourão, vice-presidente da República - Imagem: Flickr/Palácio do Planalto

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, rechaçou neste sábado, 6, críticas de que estaria atuando como um contraponto ao presidente Jair Bolsonaro. "Jamais. Eu sou complementar ao presidente, eu complemento ele", disse Mourão, ao ser questionado se adotava um antagonismo a Bolsonaro.

Aliados do presidente têm se incomodado com o que consideram agendas do vice-presidente que "destoam da linha do governo" e declarações recentes de Mourão que "parecem contrariar ou desautorizar posições prévias do presidente", segundo fonte do governo.

A fala de Mourão aconteceu nos Estados Unidos, onde ele tem agenda criticada por ala do governo. Os encontros do vice-presidente na manhã deste sábado incluíram, por exemplo, uma reunião de cerca de uma hora com o ex-ministro Mangabeira Unger, que já criticou o governo Bolsonaro. Mangabeira foi também o guru de Ciro Gomes (PDT) durante a campanha eleitoral de 2018.

Ontem, no evento organizado por alunos brasileiros de Harvard e do MIT, Ciro afirmou que Mourão quer "de forma descarada" ocupar o lugar de Bolsonaro e chamou o presidente de "idiota".

Mourão entrou na mira de ala do governo mais alinhada com o escritor Olavo de Carvalho. O vice-presidente minimizou os incômodos e disse não se importar com críticas. "A crítica faz parte do jogo político, eu não me importo com crítica", disse Mourão neste sábado.

Segundo ele, Mangabeira Unger falou a ele sobre "a proposta que ele tem hoje de economia do conhecimento, que é a visão que ele tem do mundo moderno". "A produção industrial começa a atingir seu limite e o conhecimento passa a ser algo que vale muito dinheiro", explicou Mourão.

O vice-presidente também se reuniu com o empresário Jorge Paulo Lemann e, à tarde, terá um encontro com a comunidade de imigrantes brasileiros na reunião de Boston. Mourão está nos EUA para participar da Brazil Conference, evento organizado pelos alunos de Harvard e do MIT. Na segunda-feira, ele participará de um encontro com o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, na capital dos Estados Unidos.

Por incomodar uma ala do Planalto, a viagem de Mourão é encarada como uma "viagem pessoal" dentro do governo. Apenas a visita a Pence teria contado com o intermédio da área internacional do Planalto.

A agenda de Mourão prevê ainda uma entrevista à rede de televisão CNN. A emissora é crítica ao presidente dos EUA, Donald Trump, que já chamou jornalistas da CNN de "fake news". Quando esteve em Washington, há pouco mais de 15 dias, Bolsonaro decidiu dar uma entrevista à FOX News, a emissora que é geralmente elogiada por Trump e frequentemente escolhida pelo governo americano para entrevistas exclusivas. O governo Bolsonaro tem feito um movimento de aproximação da gestão de Trump.

Compartilhe

SEM ESPAÇO NO ORÇAMENTO

Servidores iniciam manifestação e prometem greve para fevereiro, mas Mourão diz que não há espaço para reajustes

18 de janeiro de 2022 - 16:25

Na peça aprovada no Congresso em Dezembro foi incluída uma previsão de R$ 1,7 bilhão para reajustes de salários do funcionalismo, contudo, a a categoria que seria beneficiada não foi especificada

Aprovação do vice

Reforma Tributária: vice-presidente defende cobrança de impostos sobre dividendos

5 de agosto de 2021 - 8:30

Para Hamilton Mourão a tributação sobre lucros e dividendos tornaria o sistema tributário brasileiro mais justo

Geração de emprego

Brasil gera 184 mil novos empregos formais em março, diz governo

28 de abril de 2021 - 12:33

No acumulado de 2021, foi registrado saldo de 837.074 empregos; Guedes elogiou desempenho

Fórum Econômico Mundial

Ação ambiental é insatisfatória, dizem investidores após reunião com Mourão

1 de fevereiro de 2021 - 13:43

Executivos questionaram o governo federal sobre combate ao desmatamento

Sinal verde

Bolsonaro não deve mais barrar a Huawei no leilão do 5G no Brasil

16 de janeiro de 2021 - 16:58

Segundo fontes do Palácio do Planalto e do setor de telecomunicações, o banimento da empresa chinesa provocaria um custo bilionário com a troca dos equipamentos

Guerra na tecnologia

Faria escanteia Mourão no 5G: ele tem conselho da amazônia para cuidar

8 de dezembro de 2020 - 18:43

Questionado sobre o posicionamento de Mourão, Faria disse que o vice-presidente tem prerrogativa para falar sobre qualquer assunto e que tem liberdade de expressão.

Guerra na tecnologia

Se Huawei não puder fornecer 5G, vai custar muito mais caro, diz Mourão

7 de dezembro de 2020 - 16:09

Mourão disse que o leilão do 5G é de frequências e que as “teles já estabelecidas aqui vão disputar o leilão.”

em brasília

Mourão diz que parte dos assessores de Bolsonaro distorce fatos

4 de dezembro de 2020 - 20:21

Vice-presidente afirmou nesta sexta-feira que existe “certa incompreensão” no seu relacionamento com o chefe do Executivo

relações com os eua

Não acho que sucessão nos EUA mude disputa com China por 5G, diz Mourão

24 de novembro de 2020 - 21:03

Mais uma vez questionado sobre a possibilidade de o governo brasileiro reconhecer a vitória do democrata Joe Biden na eleição americana, Mourão repetiu o discurso de que, “no momento certo, será feito o que tiver de ser feito”

orientação do governo

Ajuste fiscal e produtividade seguem como pilares da política econômica, diz Mourão

13 de novembro de 2020 - 20:44

Segundo ele, o comércio exterior é fundamental no crescimento e desenvolvimento de qualquer nação

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar