IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2021-08-05T09:21:51-03:00
Estadão Conteúdo
Aprovação do vice

Reforma Tributária: vice-presidente defende cobrança de impostos sobre dividendos

Para Hamilton Mourão a tributação sobre lucros e dividendos tornaria o sistema tributário brasileiro mais justo

5 de agosto de 2021
8:30 - atualizado às 9:21
Mourão
Imagem: Suamy Beydoun/AGI/ AFP

O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu, nesta quarta-feira, 4, a cobrança de impostos sobre lucros e dividendos, medida que, em sua avaliação, tornaria o sistema tributário brasileiro mais justo.

A proposta faz parte da reforma do imposto de renda elaborada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Confira como ficam os dividendos recebidos por fundos com a proposta.

"O dado que nós possuímos dentro do governo é que 20 mil famílias recebem cerca de R$ 400 bilhões por ano e não pagam tributo sobre isso aí"

Disse em palestra promovida pelo grupo Personalidades em Foco, liderado pelo empresário Paulo Zanotto.

Ainda está na dúvida de como a Reforma Tributária mexe com seus investimentos? No vídeo abaixo a gente explica TUDO que você precisa saber; confira:

Reforma Administrativa

O general ainda se mostrou favorável à aprovação de uma reforma administrativa. Ao se queixar do que chamou de "lobby dos servidores", defendeu a exclusão de militares, categoria à qual pertence, do texto da proposta.

Segundo ele, a defesa da redução de salários e alteração de condições de trabalho das Forças Armadas parte de pessoas que desconhecem as estruturas do órgão.

"Desconhecem que o camarada quando faz concurso para uma das nossas escolas de formação, ele tem um período probatório, que é o próprio curso de formação, em que ele pode ser mandado a qualquer momento embora", argumentou.

Questionado sobre a eficácia das recentes operações de combate aos ilícitos ambientais promovidas pelo Conselho da Amazônia, Mourão tergiversou e defendeu o incremento de R$ 500 milhões nas verbas do Ministério do Meio Ambiente. Os valores, segundo ele, seriam o suficiente para retornar o índice de desmatamentos a patamares mais razoáveis.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

É RECORDE!

Black Friday e Copa do Mundo garantem bom desempenho para o Magazine Luiza (MGLU3) em novembro

29 de novembro de 2022 - 21:10

Novembro se tornou o melhor mês deste ano para a empresa e o mês com mais vendas na história da companhia

Estreante

CTG Brasil deve puxar a fila dos IPOs em 2023. Veja detalhes da oferta

29 de novembro de 2022 - 20:20

Caso se concretize, o IPO da CTG será o primeiro depois de um hiato de sete meses sem ofertas públicas – a última foi a privatização da Eletrobras, em junho

SINAL VERDE DA CÂMARA

Histórico! Brasil aprova lei sobre criptomoedas; confira o que muda para você a partir de agora

29 de novembro de 2022 - 19:58

O estabelecimento de regras mais principiológicas é animador para o esse novo setor da economia brasileira, segundo especialistas

BOA NOTÍCIA PARA OS ACIONISTAS?

Nubank encerra acordo polêmico de remuneração ao fundador, David Vélez, e gera economia bilionária aos cofres da fintech

29 de novembro de 2022 - 19:20

Além da economia, o encerramento do programa também evitará uma potencial diluição de até 2% dos outros acionistas da companhia

FECHAMENTO DO DIA

Commodities metálicas disparam e Ibovespa sobe quase 2%; dólar cai a R$ 5,28

29 de novembro de 2022 - 19:07

O Ibovespa pegou impulso com a valorização das commodities no mercado internacional e subiu quase 2%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies