Menu
2020-07-29T13:10:21-03:00
vice-presidente

Governo precisa buscar soluções para problemas fiscais e sociais, diz Mourão

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou em entrevista por videoconferência ao jornal Diário de Pernambuco que o governo federal precisa buscar soluções para problemas fiscais e sociais

29 de julho de 2020
13:10
Hamilton Mourão
Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou em entrevista por videoconferência ao jornal Diário de Pernambuco que o governo federal precisa buscar soluções para problemas fiscais e sociais. "Temos que buscar soluções que caibam dentro do espaço fiscal para que as pessoas continuem a participar do mercado de trabalho e tenham uma renda mínima para satisfazer parte das suas necessidades", disse.

Para o vice, existe hoje no Palácio do Planalto a "exata compreensão" de que levará tempo para recuperar empregos formais perdidos em meio à crise econômica. "Um grande número de trabalhadores informais também levará tempo para se reconstruir", completou.

No primeiro semestre do ano, o Brasil perdeu 1,198 milhão de vagas de emprego com carteira assinada, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados na terça-feira, 28, pelo Ministério da Economia.

Questionado sobre a possibilidade de reeleição do presidente da República, Jair Bolsonaro, Mourão respondeu que o trabalho que o governo federal vem realizando "dará bons frutos" e chefe de governo "chegará a 2022 extremamente competitivo".

O vice apontou para o objetivo de solucionar "os dois grandes problemas econômicos" da busca pelo equilíbrio fiscal e da baixa produtividade. Ele mencionou ranking de 18 países em que o Brasil ocuparia a última posição. Mourão relatou que algumas agendas do governo federal "pararam" por causa da pandemia, mas a reforma tributária está sendo "retomada".

"Ao mesmo tempo, temos que avançar na segurança pública, educação e saúde. São essas vertentes em que nosso governo tem de ser positivo para que não haja retorno de visão anterior", disse ele, em referência à gestão por mais de 20 anos de governantes do PSDB e do PT.

Agenda ambiental

O vice-presidente afirmou ainda que o governo federal tem de fazer a sua parte no combate ao desmatamento na Amazônia para "deixar claro" que está "comprometido" com a agenda ambiental. Na sua visão, se isso se concretizar, "as pressões internacionais devem cessar".

"Num primeiro momento, estamos atuando com medidas voltadas para a questão da proteção e preservação para impedir avanços das ilegalidades como desmatamento, queimadas e garimpo ilegal", disse o vice, que comanda o Conselho Nacional da Amazônia Legal.

Mourão acrescentou que o governo está "buscando soluções que vão permitir desenvolvimento sustentável para aquela região, explorando a riqueza da biodiversidade amazônica".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Exile on Wall Street

O diabo é velho — e sedutor

Todos querem acreditar que podemos saber se é para comprar tudo, porque não haverá uma segunda onda importante de coronavírus no mundo, a vacina está logo aí e as eleições norte-americanas não trarão grandes problemas.

mercado agora

Ibovespa busca recuperação, mas ata do Copom e depoimento do presidente do Fed estimulam volatilidade

Bolsa e dólar repercutem ata do Copom antes do início de série de depoimentos de Jerome Powell perante o Congresso dos EUA

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Fique de olho

Petrobras finaliza oferta de recompra de títulos no exterior de mais de US$ 3,5 bi

O montante total da ofertado pelos investidores na oferta de recompra excedeu o limite de US$ 4 bilhões previamente estabelecido, desta forma, o volume ofertado para alguns dos títulos não foi aceito

VEM DINHEIRO AÍ

B3 vai pagar R$ 1,3 bilhão em dividendos e R$ 302 milhões em JCP

Operadora da bolsa de valores vai pagar R$ 0,6483 por ação em dividendos e R$ 0,1256 em JCP em 7 de outubro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements