Menu
2020-12-08T18:43:24-03:00
Estadão Conteúdo
Guerra na tecnologia

Faria escanteia Mourão no 5G: ele tem conselho da amazônia para cuidar

Questionado sobre o posicionamento de Mourão, Faria disse que o vice-presidente tem prerrogativa para falar sobre qualquer assunto e que tem liberdade de expressão.

8 de dezembro de 2020
18:43
50016943652_fe80551a30_c
(Brasília - DF, 17/06/2020) Ministro de Estado das Comunicações, Fábio Faria. Foto: Alan Santos/PR -

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, escanteou o vice-presidente Hamilton Mourão das discussões a respeito do 5G no Brasil. "Iremos tratar esse tema no Ministério das Comunicações e na Presidência da República", disse, após receber representantes das cinco principais operadoras do País - Vivo, Claro, Oi, TIM e Algar Telecom.

Leia também:

Mourão disse na segunda-feira, 7, que os equipamentos da Huawei estão em 40% das redes de 3G e 4G no País e que o eventual banimento da companhia no 5G vai encarecer os serviços para os consumidores.

Questionado sobre o posicionamento de Mourão, Faria disse que o vice-presidente tem prerrogativa para falar sobre qualquer assunto e que tem liberdade de expressão. "Mas até hoje, nunca recebi pedido de audiência ou convite para falar sobre isso com Mourão", disse.

"Esse tema será tratado entre mim e o presidente da República, até porque Mourão está com o Conselho da Amazônia, que demanda muita atenção e muito trabalho. Acho que ele não vai ter tempo para tratar também do tema do 5G, que está sendo bem tratado pelo ministério", disse o ministro.

A fala de Mourão recebeu apoio explícito do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O agronegócio também é contra o banimento da China e teme retaliações ao setor. Já as alas militar e ideológica defendem a imposição de restrições para banir a fornecedora do País, que tem sido o principal alvo de pressão do governo norte-americano no mundo.

O leilão do 5G está previsto para o fim do primeiro semestre de 2021. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deve publicar o edital da licitação até o fim de fevereiro, mas não tem poder para banir a Huawei - uma decisão que depende de decreto presidencial.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O melhor do Seu Dinheiro

O dragão à solta, Elon Musk, bitcoin e outras notícias que mexeram com seus investimentos

O temor com o retorno da inflação nos EUA, as falas de Elon Musk sobre o bitcoin, as ações de empresas em recuperação judicial e outros destaques da semana

Como vai ser?

Decisão sobre ICMS vai destravar ações, dizem especialistas

Cobrança continuará até que Receita seja autorizada a alterar sistema

Efeitos da reestruturação

CEO da Cogna afirma que ajustes feitos em 2020 já mostram primeiros resultados

Rodrigo Galindo cita margem Ebitda recorrente e prazo médio de recebimento de alunos pagantes como efeitos positivos

Back in Black

Eldorado Brasil reverte prejuízo e tem lucro de R$ 15 milhões no 1º trimestre

Ebitda atingiu R$ 692 milhões no período, registrando um salto de 95% em relação ao mesmo trimestre de 2020

conteúdo patrocinado

Bolsonaro vetou: o presidente negou estender o prazo do Imposto de Renda além de maio; guia mostra como declarar o IR rápido e com o máximo de restituição

O prazo para entregar a declaração do imposto de renda está próximo, mas ainda dá tempo de buscar a melhor vantagem financeira com ela e quem sabe até receber uma renda extra em julho; entenda

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies