A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-10-14T14:30:12-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
analisando a conjuntura

Recuperação esperada da economia global não aconteceu, diz presidente do Banco da Inglaterra

Mark Carney falou logo depois que o presidente Trump anunciou que estava endurecendo as tarifas sobre as importações chinesas

24 de agosto de 2019
16:38 - atualizado às 14:30
presidente do Banco da Inglaterra, Mark Carney
O presidente do Banco da Inglaterra, Mark Carney. - Imagem: Shutterstock

O único fator que impulsionou a mais recente desaceleração da economia global foi a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, disse o presidente do Banco da Inglaterra, Mark Carney. Ele falou nesta sexta-feira durante o simpósio anual do Federal Reserve de Kansas City no Parque Nacional Grand Teton.

O presidente da autoridade monetária disse que as perspectivas de crescimento global estão diminuindo devido a disputa entre as duas potências, criando novos desafios para os formuladores de políticas econômicas. "A recuperação que esperávamos no crescimento global não ocorreu", disse.

"Quando analisamos esse cenário, ele não acontece por causa da política do Fed. Não é por causa das condições financeiras globais. Não é por causa da desalavancagem chinesa, que foi suspensa", disse, sugerindo a responsabilidade do conflito tarifário entre EUA e China.

Mais tarifas

Carney falou logo depois que o presidente dos EUA anunciou que estava endurecendo as tarifas sobre as importações chinesas, depois que Pequim divulgou alta de taxas sobre produtos norte-americanos, um dia antes da reunião de cúpula do G7, que acontece hoje na França.

Carney repetiu as preocupações de outros banqueiros centrais reunidos em Jackson Hole de que a guerra comercial estava prejudicando a confiança dos negócios, levando a uma retração visível no investimento, que poderia eventualmente comprometer o crescimento do emprego, que vem apresentando boa evolução.

"As boas notícias sobre os desempenhos das empresas, ao longo dos últimos 12 meses, estão cedendo às pioras das expectativas em relação ao segundo trimestre deste ano e para 2020", disse ele.

*Com informações da Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

EXILE ON WALL STREET

É melhor investir em bolsa ou em renda fixa durante o atual momento dos mercados financeiros?

15 de agosto de 2022 - 12:39

A resposta continuará sendo uma carteira devidamente diversificada, com proteções e sob a âncora de valuations suficientemente descontados

SEM VAPOR

Bitcoin (BTC) perde força mas mantém patamar de US$ 24 mil; Shiba Inu (SHIB) dispara 27% na semana em meio a rali das criptomoedas

15 de agosto de 2022 - 12:20

O destaque da semana vai para as memecois, as criptomoedas nascidas de piadas da internet; veja mais

AS FAVORITAS

Briga do varejo: Qual é a melhor ação de atacadista para ter na carteira? A XP escolheu a dedo os papéis; confira

15 de agosto de 2022 - 11:49

O forte resultado do Grupo Mateus (GMAT3) no 2T22 garantiu ao atacadista um convite para juntar-se ao Assaí (ASAI3) na lista de varejistas de alimentos favoritas dos analistas

Após balanço

Com queda de mais de 30% no ano, Petz (PETZ3) anuncia programa de recompra de até 11,6 milhões de ações

15 de agosto de 2022 - 11:32

Após reportar resultados mistos no segundo trimestre, empresa de produtos e serviços para pets vai recomprar ações para “gerar valor para o acionista”

EM FORTE QUEDA

China derruba preços do petróleo internacional e pode ajudar na redução da gasolina no Brasil; entenda

15 de agosto de 2022 - 11:06

Desde as máximas em março deste ano, o barril de petróleo Brent já recuou cerca de 26% com a perspectiva de desaceleração — e, possivelmente, recessão — global

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies