Menu
2019-10-14T14:21:44-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
caixa de ferramentas do bc

Fed estuda usar ferramenta contra desaceleração da economia

Banco central dos EUA pode exigir que grandes bancos ampliem reservas para a absorção de perdas

12 de agosto de 2019
12:59 - atualizado às 14:21
Jerome Powell Fed
Presidente do Fed, Jerome Powell. - Imagem: Federal Reserve

O Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) está estudando a possibilidade de usar uma ferramenta que pode reduzir o risco de um aperto no crédito na eventualidade de uma desaceleração econômica, segundo o The Wall Street Journal.

A ferramenta, conhecida como colchão de capital contracíclico, permite ao Fed exigir que grandes bancos ampliem reservas para a absorção de perdas caso a economia dê sinais de superaquecimento ou mantenham capital menor durante crises econômicas.

O colchão se aplica, de modo geral, a bancos com ativos superiores a US$ 250 bilhões, incluindo JPMorgan Chase, Bank of America (BofA) e Citigroup.

O Fed ainda não utilizou essa ferramenta, que foi aprovada em 2016.

Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Expansão

3R Petroleum fecha parceria com DBO para aquisições de campos offshore

Com a parceria, a DBO se tornará acionista minoritária da OP, que seguirá sob controle da 3R

Boletim médico

Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite deste sábado (6)

ESTRADA DO FUTURO

A mentira envolvendo o Clubhouse e o Tinder que rendeu 400% de valorização

Os mercados estão longe de serem perfeitos, e hoje vou te contar uma história real que envolve duas das empresas mais quentes no setor de mídias sociais: o “Clubhouse” e o “Tinder”.

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies