Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-14T14:21:44-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
caixa de ferramentas do bc

Fed estuda usar ferramenta contra desaceleração da economia

Banco central dos EUA pode exigir que grandes bancos ampliem reservas para a absorção de perdas

12 de agosto de 2019
12:59 - atualizado às 14:21
Jerome Powell Fed
Presidente do Fed, Jerome Powell. - Imagem: Federal Reserve

O Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) está estudando a possibilidade de usar uma ferramenta que pode reduzir o risco de um aperto no crédito na eventualidade de uma desaceleração econômica, segundo o The Wall Street Journal.

A ferramenta, conhecida como colchão de capital contracíclico, permite ao Fed exigir que grandes bancos ampliem reservas para a absorção de perdas caso a economia dê sinais de superaquecimento ou mantenham capital menor durante crises econômicas.

O colchão se aplica, de modo geral, a bancos com ativos superiores a US$ 250 bilhões, incluindo JPMorgan Chase, Bank of America (BofA) e Citigroup.

O Fed ainda não utilizou essa ferramenta, que foi aprovada em 2016.

Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

O melhor do seu dinheiro

O que mexe com seu dinheiro: investimentos com a nova Selic, adversário do Bitcoin e outras notícias

É muito comum que nós, jornalistas que cobrimos economia em geral, façamos em algum momento uma espécie de “plantão tira dúvidas” sobre o assunto para amigos e familiares. No caso das taxas de juros, o maior interesse está nas questões mais práticas, ou seja, como essa tal de Selic vai mexer diretamente nos nossos bolsos. […]

Oportunidade

Raízen (RAIZ4) está barata e pode subir 75% após o IPO; entenda os motivos

Gigante do ramo de biocombustíveis estreia na bolsa no dia 5 de agosto e pode se multiplicar exponencialmente diante de três frentes de negócio que a empresa está expandindo

Coluna do jojo

Mercados hoje: resultado da Petrobras e pós-Copom — qual será o digestivo necessário?

Dando sequência à temporada de resultados, teremos mais nomes no Brasil e lá fora. O destaque, porém, fica para a Petrobras, que brilhou ontem (4) na divulgação de seus resultados, surpreendendo com lucro 68% maior que a mediana das estimativas

Escalada dos juros

Credit Suisse já fala em Selic a 8,25% no fim de 2021

Os economistas Solange Srour e Lucas Vilela esperam que o BC promova mais três altas consecutivas de 1 ponto percentual nos juros nas próximas reuniões

Aprovação do vice

Reforma Tributária: vice-presidente defende cobrança de impostos sobre dividendos

Para Hamilton Mourão a tributação sobre lucros e dividendos tornaria o sistema tributário brasileiro mais justo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies