🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
BACK TO THE MOON

Vai ter que esperar mais um pouco: Nasa adia lançamento de foguete à Lua; missão Artemis 1 seria a primeira expedição do tipo em meio século

A missão Artemis 1 é o primeiro passo dos Estados Unidos na retomada da exploração tripulada do espaço

Camille Lima
Camille Lima
29 de agosto de 2022
9:29 - atualizado às 9:58
Nasa lançará foguete à Lua na missão Artemis 1
Nasa lançará foguete à Lua na missão Artemis 1 - Imagem: Divulgação/Nasa

Conhecida na mitologia grega como a divindade da caça, da justiça e, principalmente, da Lua, o nome da deusa Artemis retorna aos holofotes globais nesta segunda-feira (29) — e em muito devido à Nasa. Deixe-me explicar.

O interesse pela deusa e pelos astros entrou em cheque após a Nasa marcar para esta manhã o primeiro lançamento de um foguete à Lua em 50 anos. O lançamento seria transmitido pela agência espacial no YouTube, porém, na última hora, foi adiado. 

De acordo com a agência espacial dos EUA, a espaçonave Orion e o foguete Space Launch System (SLS) deveriam ter seus motores ativados às 9h33, com uma janela de lançamento de duas horas.

Porém, devido a problemas técnicos no motor do foguete, o lançamento teve que ser cancelado temporariamente. Uma nova data não foi informada pela Nasa, mas a expectativa é de que o voo seja feito na próxima sexta-feira (02).

"O lançamento de #Artemis I não está mais acontecendo hoje, pois as equipes trabalham com um problema com uma sangria do motor. As equipes continuarão coletando dados e manteremos você informado sobre o momento da próxima tentativa de lançamento", disse a agência espacial, em tweet.

A nova missão lunar da Nasa

A missão, que leva o nome de Artemis 1, será o primeiro passo dos Estados Unidos na retomada da exploração tripulada do espaço — cerca de 20 anos depois de a agência norte-americana ter recebido o aval para prosseguir com os esforços.

Trata-se da primeira expedição lunar da Nasa desde a missão Apollo 17, em dezembro de 1972.

“Esta é uma missão que realmente fará o que não foi feito antes e aprenderá o que não é conhecido”, disse Mike Sarafin, gerente da missão Artemis I na sede da Nasa, em Washington.

Os voos da Artemis 1

Apesar de ter sido projetado para levar humanos à Lua, inicialmente, o foguete não será tripulado. A intenção é que a missão da Nasa forneça uma base para a exploração humana do espaço profundo.

A organização ainda destaca que a viagem “demonstrará o compromisso e capacidade de estender a existência humana à Lua e além”.

“Durante este voo, a espaçonave será lançada no foguete mais poderoso do mundo e voará mais longe do que qualquer espaçonave construída para humanos já voou”, disse a Nasa, em nota à imprensa.

Segundo a agência espacial dos EUA, a viagem da Artemis 1 deve durar 42 dias, 3 horas e 20 minutos.

O foguete SLS — o maior já criado pela Nasa, com 98 metros de altura — deve participar da missão em um período de quatro a seis semanas, enquanto a espaçonave Orion permanecerá no espaço por mais tempo, orbitando a Lua.

De acordo com a Nasa, o segundo voo da Artemis 1 levará uma tripulação, com uma trajetória diferente e testando sistemas críticos da Orion com humanos a bordo.

Compartilhe

A TODO O VAPOR

Salvou a economia? Biden anuncia acordo trabalhista de última hora para evitar greve de ferroviários nos EUA

15 de setembro de 2022 - 9:59

Caso os sindicatos tivessem realmente entrado em greve, mais de 7 mil trens teriam sido paralisados, gerando um custo de aproximadamente US$ 2 bilhões por dia

AO INFINITO E ALÉM?

Elon Musk quer te ouvir: Onde a Tesla deve instalar a próxima rede de carregadores para os carros elétricos?

14 de setembro de 2022 - 10:30

Tesla Charging pediu que o público comentasse os locais que desejam que seja inaugurada uma nova unidade de Supercharger. Os nomes mais curtidos devem entrar para uma votação oficial da empresa

Mercados

Bolsas de NY fecham em alta, sustentadas por sinais de que inflação estaria desacelerando

7 de setembro de 2022 - 17:25

Livro Bege sinalizou que nove dos 12 distritos acompanhados pelo Fed tiveram moderação no ritmo de aumento de preços

ROCK POLÊMICO

O “bebê do Nirvana” perdeu: Banda vence processo por capa do disco Nevermind

5 de setembro de 2022 - 13:12

Para o juiz que cuidou do caso, Spencer Elden estava 20 anos atrasado para acusar de ter sido explorado pela aparição na foto

ARRASA-QUARTEIRÃO

‘Top Gun: Maverick’ aproxima-se de US$ 1,5 bilhão em ingressos vendidos mundo afora; veja quais filmes ele ainda precisa desbancar para ser a maior bilheteria da história

5 de setembro de 2022 - 12:31

Estrelado por Tom Cruise, ‘Top Gun: Maverick’ arrecadou até agora US$ 1,42 bilhão em todo o mundo depois de apenas 15 semanas em cartaz – e o número está defasado

FLY ME TO THE…OPS!

Também não foi dessa vez: Nasa adia novamente lançamento de foguete à Lua — sabia o motivo e a nova data

3 de setembro de 2022 - 17:02

O lançamento do foguete da missão Artemis I estava previsto para ocorrer hoje à tarde (horário de Brasília), no Centro Espacial Kennedy, na Flórida

ADEUS OU ATÉ LOGO?

De tenista a investidora: Serena Williams se despede das quadras com um patrimônio de mais de US$ 200 milhões

3 de setembro de 2022 - 12:51

A tenista de 40 anos perdeu na sexta-feira (02) para a australiana Ajla Tomljanovic, 29, mas não deixou a porta aberta para um possível retorno

E OS PLANOS PRA DISNEY?

Dólar acumula desvalorização de 7% frente ao real no ano — veja o que mexe com o mercado de câmbio

3 de setembro de 2022 - 10:29

Após três sessões consecutivas de alta, em que acumulou valorização de 4,07%, o dólar à vista recuou mais de 1% no pregão desta sexta-feira (02)

A CASA BRANCA GOSTOU

Efeito Fed? Biden diz que os norte-americanos já sentem o alívio dos preços altos

26 de agosto de 2022 - 16:37

Mais cedo, o Departamento do Comércio dos EUA informou que o dado preferido do Fed para medir a inflação recuou 0,1% em julho ante junho, mas Powell não está satisfeito; entenda por quê

DEU RUIM!

Powell derruba as bolsas mundo afora ao dar um alerta que o mercado não queria ouvir — veja o recado do presidente do Fed em Jackson Hole

26 de agosto de 2022 - 12:26

O tão aguardado discurso do chefão do maior banco central do mundo aconteceu depois da divulgação de dados que mostraram que a inflação perdeu força nos EUA e, ainda assim, os investidores não gostaram do que ouviram; entenda por quê

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies