⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-05T13:12:52-03:00
Camille Lima
ROCK POLÊMICO

O “bebê do Nirvana” perdeu: Banda vence processo por capa do disco Nevermind

Para o juiz que cuidou do caso, Spencer Elden estava 20 anos atrasado para acusar de ter sido explorado pela aparição na foto

5 de setembro de 2022
13:12
Capa do álbum Nevermind, do Nirvana
Capa do álbum Nevermind, do Nirvana - Imagem: Reprodução

Seja no samba ou no rock, Zeca Pagodinho estava certo: camarão que dorme, a onda leva. A demora de Spencer Elden, um homem que esperou cerca de três décadas para processar a banda Nirvana, o levou a perder uma bolada de indenização.

Talvez o nome de Elden não te desperte nenhuma lembrança, mas com certeza a icônica capa de Nevermind, um dos álbuns mais vendidos de todos os tempos, sim.

A memorável fotografia do bebê nu nadando em direção a uma nota de um dólar tornou-se um símbolo da banda norte-americana — e também o objeto de uma ação judicial por abuso sexual infantil.

O processo do “bebê do Nirvana”

A fotografia foi tirada em 1991 e rendeu aos pais de Spencer Elden um “cachê” de US$ 200 na época, com o Nirvana até então sendo uma banda relativamente desconhecida.

Em processo aberto no ano passado, Spencer alega que não era capaz de consentir que a imagem fosse usada na capa do álbum, e pediu US$ 150 mil em danos morais.

Elden afirma que sua aparição continuava a causar angústia e perda de ganhos ainda enquanto adulto, o que justificaria a ação judicial tardia.

Entre os réus da ação judicial do homem, estavam o fotógrafo Kirk Weddle, os ex-membros do Nirvana, Dave Grohl e Krist Novoselic, e a viúva do cantor Kurt Cobain, Courtney Love.

Só duas décadas de atraso

O processo de Spencer Elden contra o Nirvana foi arquivado, e voltou a ser apresentado no Tribunal de Los Angeles em janeiro de 2022.

Acontece que, para o juiz que cuidou do caso, o homem estava 20 anos atrasado para acusar de ter sido explorado pela aparição na foto.

Isso porque os Estados Unidos estipulam um prazo de prescrição de até dez anos em processos por danos. 

Os advogados de defesa do Nirvana afirmaram que o caso foi "sem mérito" e destacaram que Elden teria gostado de ser o "bebê do Nirvana" — afinal, anos depois, o americano reencenou a fotografia.

Apesar de a equipe jurídica de Spencer afirmar que entraria com um novo recurso contra a decisão, segundo reportagem da BBC, Elden praticamente esgotou suas vias legais, uma vez que o americano não pode reapresentar o caso.

*Com informações de BBC

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

CRYPTOSTORM

Ethereum (ETH) killers: três criptomoedas têm chances de vencer a segunda maior moeda do mundo — e duas apostas para o futuro

7 de outubro de 2022 - 12:07

Solana (SOL), Polygon (MATIC) e Cosmos (ATOM), três criptomoedas de infraestrutura ou Layer 2 (L2) que podem superar o ethereum nos problemas das blockchains

geração mais sustentável

Copel (CPLE6) pretende ter 25% de seu portfólio composto por energias renováveis, diz diretor-presidente

7 de outubro de 2022 - 11:48

Para ajudar com essa meta, a Copel (CPLE6) comprou os complexos eólicos Santa Rosa e Mundo Novo (RN) por R$ 1,8 bilhão

Concorrência

Itaú (ITUB4) zera taxa de corretagem para ações, BDRs, ETFs e opções para todos os clientes

7 de outubro de 2022 - 11:21

A zeragem das taxas pelo Itaú pode ser considerada uma resposta às corretoras, que ganharam muitos clientes usando essa tática

TIC-TAC…

Elon Musk tem até o fim do mês para fechar a compra do Twitter — e ainda precisa encontrar novas fontes de financiamento

7 de outubro de 2022 - 10:40

Após as companhias de investimento que estavam em negociação com Musk voltarem atrás, o empresário terá até 28 de outubro para encontrar novos financiadores

HACK NA REDE

Hack na Binance: invasão da blockchain da corretora drenou US$ 100 milhões; investimentos dos usuários estão seguros? Entenda

7 de outubro de 2022 - 9:42

No plano de contenção de danos, a Binance pretende recompensar “hackers do bem” que encontrarem futuros bugs na rede

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies