Menu
2019-06-17T13:47:19-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
em busca do primeiro bilhão

Como Rihanna se tornou a artista feminina da música mais rica do mundo

Cantora pop acumulou uma fortuna de US$ 600 milhões, mas para isso ela teve de investir mais do que em música

17 de junho de 2019
13:37 - atualizado às 13:47
rihanna
Rihanna tem uma fortuna acumulada de US$ 600 milhões - Imagem: Shutterstock

A cantora Rihanna, 31, está entre os ícones pop que vêm desde década passada arrebatando gente no mundo todo com suas músicas. E, no quesito fortuna, ela já pode se orgulhar de estar à frente de artistas como Madonna (dona de uma fortuna de US$ 500 milhões) e Beyoncé (US$ 400 mi).

Robyn Rihanna Fenty, 31, é dona de um patrimônio de US$ 600 milhões. Mas o que explica tanta grana assim, além do evidente sucesso como artista musical? Segundo a revisa Forbes, a fortuna de Rihanna tem como fruto, em parte, a parceria entre ela e o maior grupo de luxo do mundo, o LVMH Moët Hennessy Louis Vuitton.

Rihanna e o LVMH criaram uma marca de cosméticos chamada Fenty Beuty, em setembro de 2017. Feito que colocou Rihanna como a primeira mulher a criar uma marca original para o grupo e a primeira mulher negra entre os líderes da holding.

Rápida ascensão

A iniciativa de Rihanna rapidamente virou um grande sucesso: logo nas primeiras semanas, a Fenty Beauty reportou US$ 100 milhões em vendas. A marca também surfou na industria de cuidados pessoais nos Estados Unidos, que vive um ótimo momento.

Outro diferencial é a que a Fenty Beauty é volta para diferentes tons de pele: são pelo menos 40 tonalidades oferecidas pela marca.

A Fenty Beauty registrou uma receita de US$ 570 milhões no ano passado. Segundo estimativas da Forbes, LVMH detém 50% do lucro da marca, enquanto Rihanna tem cerca de 15%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

FECHAMENTO

Ibovespa ignora tensão em Brasília e NY no vermelho e avança 1%; dólar também sobe

Enquanto as blue chips garantiram o bom desempenho do Ibovespa, o dólar avançou 0,84%, pressionado pelo noticiário em Brasília

Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

Menos pontos e milhas

Setor de empresas de fidelidade encolhe quase 30% em 2020

O segmento de fidelidade movimentou R$ 5,3 bilhões em 2020, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)

Estamos em um novo ciclo de alta de commodities?

Por que está se falando tanto em commodities? Isso é o que Matheus Spiess te explica no vídeo de hoje. Observando o histórico de ciclos de alta de commodities, presenciamos ciclos de altas de preços nas matérias primas. E estudos dizem que estamos na beira de um SUPERCICLO. Vamos ao passado: Início de 1900: 2º […]

Controle total

Petrobras: Cade aprova venda da participação da estatal em eólica para FIP Pirineus

Após a assinatura do acordo de R$ 32,97 milhões, o FIP Pirineus passa a deter o controle unitário do empreendimento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies