Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2019-05-08T10:19:24-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Petrobras tira nota 4

8 de maio de 2019
10:19
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O mercado queria ver um número cinco no balanço da Petrobras. R$ 5 bilhões de lucro no primeiro trimestre. Veio um 4. Ou melhor: R$ 4 bilhões, uma queda acima de 40% em relação ao registrado um ano antes. A empresa sofreu um ajuste contábil que afetou seu lucro, mas, mesmo sem esse efeito, seu resultado ficou ligeiramente aquém do esperado pelos analistas.

Apesar do lucro menor, o primeiro balanço da estatal no ano teve, sim, boas notícias. A companhia conseguiu aumentar sua geração de caixa (Ebitda) e anunciou o pagamento de juros sobre capital próprio de R$ 1,304 bilhão aos acionistas.

O Vinícius Pinheiro traz os principais números do balanço da Petrobras e os detalhes de quanto cada acionista vai receber na sua conta.

Tigrão e tchutchuca de volta

(Brasília-DF, 06/05/2019) Paulo Guedes. - Imagem: Isac Nóbrega/PR

Depois do fatídico episódio em que Paulo Guedes foi chamado de “tigrão” e “tchuchuca” em uma reunião da CCJ na Câmara dos Deputados, o ministro volta à Casa. Desta vez ele explicará a proposta da reforma da Previdência à Comissão Especial. A conferir como se sairá o ministro e como vão se comportar os deputados . Darão a importância devida ao debate em curso ou vão novamente se comportar como se estivessem no Zorra Total?

Tão emocionante quanto dançar com a irmã

Eu sei que parece chato falar das reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom). Especialmente nos últimos meses: a taxa Selic se mantém em 6,5% desde março do ano passado. Como disse o Eduardo Campos certa vez em uma das nossas conversas na redação: “o Banco Central anda tão emocionante quanto dançar com a irmã”.

Pois bem. Chato ou não, a decisão do BC sobre a taxa de juros mexe com as suas aplicações financeiras - da renda fixa à variável. Então é melhor você acompanhar esse assunto…

Hoje o BC apresenta sua decisão sobre a Selic. A expectativa é de manutenção da taxa, de novo. Veja a análise do Edu sobre o impacto nos seus investimentos.

Arco Educação abre a carteira

Depois de embolsar uma bolada na sua oferta de ações nos Estados Unidos, a Arco Educação abriu a carteira e foi às compras. Ela levou o  Sistema Positivo de Ensino por R$ 1,65 bilhão.  Com isso, a companhia poderá mais que dobrar de tamanho, chegando a 1,2 milhões de estudantes em 4.800 instituições parceiras. O repórter Victor Aguiar conta os detalhes da operação.

Cade entra em cena para ajudar a Azul

Mais uma possível reviravolta na novela da Avianca. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) agora defende que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) distribua os slots (autorizações de pouso e decolagem em aeroportos) da companhia para uma nova empresa aérea, preferencialmente, ou para a companhia de menor participação no mercado.

A não ser que algum azarão apareça com a intenção de constituir uma nova empresa aérea no Brasil, a decisão deverá beneficiar o avanço da Azul no aeroporto de Congonhas e reforçar a concorrência na ponte aérea Rio-SP. Saiba mais 

Lembra de mim?

No mês passado você deve lembrar que o nosso colunista Fausto Botelho apontou em seus vídeos da série “De olho no gráfico” quatro ações que, para ele e segundo as curvas gráficas, tinham grande potencial de valorização. Pois bem, que tal revisitar esses ativos e conferir o desempenho de cada um deles? Será que o Fausto acertou na pedida? A resposta você confere neste vídeo.

A Bula do Mercado: no aguardo de Guedes

Todos os holofotes do mercado financeiro devem se voltar para Brasília hoje. O ministro Paulo Guedes é o primeiro convidado da Comissão Especial da reforma da Previdência e a expectativa pode reduzir a influência externa nos negócios locais em semana marcada por novos entraves comerciais entre Estados Unidos e China.

Na Comissão Especial ainda há um impasse sobre o número de audiências que devem ser feitas antes da votação. Enquanto a oposição defende um mínimo de 15 sessões até junho, o relator Samuel Moreira pretende realizar 10 audiências até o fim de maio. Ontem, o governo decidiu recriar dois ministérios, Cidades e Integração Nacional, como forma de angariar apoio para a pauta.

A escalada da tensão entre Estados Unidos e China ganha novos contornos com a divulgação dos dados da balança comercial chinesa. Os números revelam por que o país está tão interessado em um acordo: as exportações apresentaram um recuo de 2,7%, reflexo da arrastada guerra tarifária.

Ontem, o Ibovespa fechou o dia com queda de 0,65%, aos 94.338,73 pontos. O dólar teve alta de 0,29%, a R$ 3,9694. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Um grande abraço e ótima quarta-feira!

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Entre a cruz e a espada

Bitcoin se aproxima da “Cruz da Morte”: O que isso significa para a criptomoeda?

O bitcoin tocou essa linha imaginária no último final de semana, o que deve determinar o futuro da moeda para os próximos meses

Buscando confiança

Números de abril mostram melhora do IRB, mas queda da ação mostra que desconfiança persiste

Estratégia de rever contratos, principalmente no exterior, diminuiu as receitas fora do Brasil, mas ajudou sinistralidade e resultado final

Economia dos eua

Dirigente do Fed admite inflação alta, mas defende contínuo apoio monetário

Presidente da distrital do banco admitiu que as leituras recentes de inflação estão “altas” e devem ser monitoradas de perto

Aperto monetário

Vem aí uma alta de 1 ponto na Selic? Por que o mercado elevou as projeções para os juros após a ata do Copom

Juro básico da economia pode subir para 5,25% ao ano já em agosto se o Copom decidir apertar o ritmo de elevação da Selic para conter as pressões inflacionárias

Novo passo

PDG lança Vernyy, nova unidade de negócios de prestação de serviços imobiliários

Construtora está diversificando atividades como parte do seu plano de recuperação judicial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies