Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
2019-11-07T10:26:29-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

O velho e o novo

7 de novembro de 2019
10:26
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Eu sou uma grande entusiasta do contraste entre o velho e o novo, a tradição e a vanguarda, o investimento conservador com uma certa pimentinha na carteira. Talvez por isso eu seja uma grande admiradora da cultura japonesa, da música de Villa-Lobos, dos retrofits e dos mashups - e quanto mais “absurda” a mistura, melhor.

As ações mais indicadas para o mês de novembro trazem um pouco desse contraste entre papéis que já se tornaram tradicionais nas carteiras recomendadas dos analistas e duas novidades que chamam a atenção.

Mais que isso, essas duas novatas na verdade são companhias veteranas que passaram, recentemente, por uma repaginada nos negócios e até no nome. Daí terem caído nas graças dos analistas.

Mas não é só isso. Com os bons prognósticos para a bolsa brasileira, as listas de top três ações das 14 instituições financeiras consultadas reúnem nada menos do que a imensa variedade de 31 ações para o investidor apostar no mês de novembro.

A Jasmine Olga traz as indicações nesta reportagem e explica os motivos por trás da escolha das queridinhas dos analistas. Este conteúdo é exclusivo para leitores SD Premium.

Você pode testar o Premium por 30 dias sem compromisso. Se não gostar, nós devolvemos 100% do seu dinheiro.

Resgate do otimismo

Depois de ter a confiança abalada ontem, o mercado financeiro fica de olho no novo leilão do pré-sal que será realizado nesta quinta-feira, além de acompanhar os novos capítulos da guerra comercial, o que pode ajudar na recuperação do bom humor dos investidores.

Lá fora, a expectativa é de que um acordo parcial entre Estados Unidos e China seja anunciado nas próximas semanas, quando os dois países podem finalmente retirar todas as tarifas impostas um ao outro. Os índices futuros amanhecem no azul em Nova York, seguindo uma sessão levemente positiva na Ásia.

Ontem, o Ibovespa encerrou o dia com queda de 0,34%, aos 108.352,68 pontos. O dólar fechou em forte alta de 2,22%, a R$ 4,0826. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Olho também nos balanços

O mercado também tem mais um dia de balanços de empresas para digerir. Entre ontem à noite e a manhã de hoje, ao menos quatro companhias do Ibovespa - incluindo Azul, IRB Brasil e Ultrapar - divulgaram seus resultados. Você pode conferir os seus principais números nesta matéria. Por ora, também temos:

  • Banco do Brasil: o lucro líquido do bancão aumentou 33,5% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, chegando a R$ 4,543 bilhões. Já a rentabilidade alcançou 18%, deixando a instituição mais próxima dos principais concorrentes privados. O BB ainda selou um acordo com o suíço UBS.
  • Banco Inter: a empresa divulgou que teve um lucro de R$ 11,8 milhões no terceiro trimestre, queda de 38,1%. Mas o que chamou mesmo a atenção no balanço foi o anúncio da compra de 70% de uma gestora de fundos que também atua no segmento de clientes private.
  • No setor de locação de carros, a Movida se mostrou mais uma vez apta a brigar com as concorrentes. A companhia teve uma alta de 45,8% em seu lucro líquido e superou as expectativas dos analistas.

Admirável mundo novo?

Responsável pela gestão de mais de US$ 150 bilhões e especialista em crises de dívida, Ray Dalio resolveu mais uma vez alertar o mercado para uma mudança de paradigma a caminho. Para o gestor da Bridgewater, o mundo enlouqueceu, e o sistema que faz o capitalismo trabalhar bem para a maioria das pessoas está quebrado. Você também não entende como tem gente emprestando dinheiro para receber menos? Ou como tem tanta startup por aí recebendo investimentos mesmo sem dar lucro? E tudo isso sem que as economias ricas consigam crescer ou gerar inflação? Então leia os motivos para o pessimismo de Ray Dalio, que eu trago para você nesta matéria.

Agenda

Indicadores
- Alemanha divulga resultado de sua produção industrial em setembro
- China divulga dados sobre reservas internacionais em outubro
- Estados Unidos publicam dados semanais sobre o mercado de trabalho
- IBGE divulga IPCA de outubro

Bancos Centrais
- Banco da Inglaterra anuncia decisão de política monetária
- BC faz leilão de US$ 600 milhões de swap cambial reverso
- BC faz leilão de venda à vista de até US$ 600 milhões
- BC oferta até R$ 3 bilhões em títulos públicos em operações compromissadas de 6 meses

Balanços do 3º trimestre
- No exterior: Lufthansa, UniCredit, Commerzbank, Toyota, Disney e Burger King
- No Brasil: Iguatemi, Azul, B3, Banco do Brasil, CVC e Cyrela

Política
- Ministros das Finanças da zona do euro se reúnem em Bruxelas
- ANP realiza 6ª Rodada de Partilha da Produção - Pré-sal, no Rio
- Presidente do BC, Campos Neto, se reúne com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na residência oficial dele

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Esquenta dos mercados

Um olho em Davos e outro na China: risco de epidemia entra no radar dos mercados

Autoridades chinesas agem rápido para tentar conter a nova espécie de coronavírus encontrada no país, que deve receber milhões de visitantes para as celebrações do Ano Novo Lunar

na expectativa

Não há prazo para EUA fecharem ‘fase 2’ de acordo com a China, diz secretário

Segundo Mnuchin, a chamada “fase 2” poderá ser concluída antes ou depois da eleição presidencial americana, marcada para novembro

futuro chegou

Brasil cria centro para indústria 4.0 no Fórum Econômico Mundial

Entidade pretende preparar empresas para nova revolução industrial

hora do adeus

BNDES inicia venda de ações da Petrobras e pode levantar até R$ 23 bilhões

Banco público protocolou, junto à CVM, o pedido de registro da oferta pública secundária de até 734,2 milhões papéis ordinários

comunicado

Petrobras diz que Carf proferiu decisão desfavorável à empresa em processos de R$ 9 bilhões

Segundo a companhia, as ações tratam da cobrança de PIS/Cofins-Importação sobre as remessas ao exterior para pagamento de contratos de afretamento em 2011 e 2012

Levantamento

Fontes de renda extra e foco na casa própria: como as classes C e D poupam e organizam as finanças

De acordo com pesquisa feita para o Seu Dinheiro, um terço das pessoas de classes C e D trabalha a mais quando precisa de dinheiro, e apenas 29% conseguem poupar; principal objetivo financeiro é a casa própria.

Sem medo da Disney+

Netflix surpreende e supera a projeção de crescimento da base de assinantes no 4º trimestre

A Netflix chegou ao quarto trimestre numa posição diferente da habitual. De pioneira nas transmissões via streaming, a companhia agora é uma veterana da indústria — novatas como a Disney+ e a Apple TV+ chegaram com tudo ao mercado, buscando roubar a coroa da empresa. A filosofia da aposentadoria precoce: já pensou em poder se […]

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Para ler hoje e daqui a dez anos

Enoch Soames é um escritor frustrado que deseja saber se terá a obra reconhecida na posteridade. Depois de fazer um pacto com o diabo, ele viaja 100 anos no futuro e descobre que a única referência sobre ele está justamente na história que estamos lendo. Assim como o personagem do conto escrito pelo britânico Max […]

PODE SUBIR MAIS

Mesmo após alta de 154% em 2019, XP ainda vê potencial de subida e aumenta preço-alvo das ações da Via Varejo

Em relatório, analista Pedro Fagundes da XP subiu o preço-alvo dos papéis da companhia em 12 meses para R$ 17 e viu potencial de alta de 21% em relação ao fechamento de ontem

Vírus na China

Com um novo fator de risco no radar, o Ibovespa caiu mais de 1,5% e o dólar subiu a R$ 4,20

A confirmação de um caso da nova variante do coronavírus nos Estados Unidos trouxe cautela aos mercados, que temem um surto da doença. Como resultado, o Ibovespa caiu forte e o dólar teve mais um dia de alta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements