⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2019-10-14T14:38:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
segue o otimismo

Confiança do empresário industrial sobe pelo terceiro mês seguido

Icei teve alta de 2,0 pontos em agosto ante julho e atingiu 59,4 pontos, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira, 20, pela CNI

20 de agosto de 2019
13:48 - atualizado às 14:38
Indústria
A confederação registrou ainda que a elevação do Icei em agosto ocorreu devido ao aumento do otimismo em relação aos próximos seis meses, entre outras coisas. Imagem: Shutterstock

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) teve alta de 2,0 pontos em agosto ante julho e atingiu 59,4 pontos, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira, 20, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Esse é o terceiro aumento consecutivo do indicador, após uma sequência de queda na confiança desde fevereiro deste ano. Nos últimos três meses, o Icei acumula alta de 2,9 pontos.

Os indicadores da pesquisa da CNI variam de zero a 100 pontos. Quando estão acima de 50 pontos, eles indicam que os empresários estão confiantes.

A CNI lembra que o número atual ainda fica abaixo dos mais de 60 pontos registrados entre novembro de 2018 e março de 2019. "O índice encontra-se 4,9 pontos acima de sua média histórica e 6,1 pontos acima do registrado em agosto de 2018."

Otimismo

A confederação registrou ainda que a elevação do Icei em agosto ocorreu tanto devido ao aumento do otimismo em relação aos próximos seis meses quanto a uma percepção de melhora nas condições correntes dos negócios por parte dos empresários.

O Índice de Condições Atuais - um dos dois componentes do Icei - subiu 4,1 pontos em agosto ante julho, para 51,1 pontos. A avaliação sobre as condições relacionadas à Economia Brasileira subiu 5,3 pontos, para 50,7 pontos. Já a percepção sobre a Empresa avançou 3,4 pontos, para 51,2 pontos.

No caso do segundo componente do Icei, o Índice de Expectativas, houve alta de 1,5 ponto, para 63,6 pontos. A expectativa quanto à Economia Brasileira avançou 2,6 pontos, para 62,2 pontos, enquanto a relacionada à Empresa teve alta de 0,9 ponto, para 64,3 pontos.

Considerando o porte das companhias, o Icei relacionado às pequenas empresas atingiu 58,8 pontos em agosto. No caso das médias empresas, ele foi de 59,5 pontos e, entre as grandes, de 59,7 pontos.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

ESTÁGIO E TRAINEE

Vivo, Bradesco e Shopee estão com vagas abertas para estágio e trainee; veja oportunidades com bolsas-auxílio de até R$ 8 mil

3 de outubro de 2022 - 18:38

Os processos seletivos aceitam candidaturas até o final de outubro, com início previsto a partir de janeiro de 2023

FECHAMENTO DO DIA

Eleições e rali em NY levam Ibovespa a saltar 5,5%; dólar anota a maior queda dos últimos quatro anos

3 de outubro de 2022 - 18:05

Qualquer que seja o resultado das eleições, uma peça chave para os próximos quatro anos do país já foi definida e agradou ao mercado

UM PASSO PRA TRÁS

Alívio para a libra: Reino Unido recua em parte do plano de impostos e moeda britânica sobe

3 de outubro de 2022 - 17:26

O medo de que o governo tivesse que pedir empréstimos massivos para pagar os cortes levou a libra na semana passada ao seu nível mais baixo em relação ao dólar desde 1985

EXPECTATIVA X REALIDADE

Eleições 2022: Pesquisas do Ipec e Datafolha erraram resultados das urnas em até 20 pontos percentuais nos estados

3 de outubro de 2022 - 16:57

As pesquisas acertaram que Lula despontaria na frente com o maior número de votos, mas erraram a ordem dos vencedores nos maiores colégios eleitorais do país

O MERCADO PÓS-ELEIÇÕES

Por que as ações das estatais disparam na B3 com o avanço da centro-direita nas eleições

3 de outubro de 2022 - 16:44

Na contramão das estatais, empresas do setor educacional passam por correção após Lula não conseguir vitória no primeiro turno

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies