Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-12-19T17:27:55-03:00
Estadão Conteúdo
Otimismo no radar

CNI aponta crescimento da confiança de empresários a construção em novembro

Levantamento mostra um leve recuo nos indicadores de produção, mas o índice de intenção de investimento atingiu 42,2 pontos

19 de dezembro de 2019
16:34 - atualizado às 17:27
Prédios em construção
Imagem: Shutterstock

A confiança dos empresários do setor da construção aumentou em novembro em relação a outubro. É o que mostra a Sondagem Indústria da Construção, divulgada nesta quinta-feira, 19, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O levantamento mostra um leve recuo nos indicadores de produção, mas o índice de intenção de investimento atingiu 42,2 pontos contra 37,9 pontos registrados em outubro, o que mostra esse otimismo em relação aos rumos do setor.

O indicador da Sondagem varia de zero a 100 pontos e, quanto maior o valor, maior é a disposição do empresário de investir.

"A confiança dos empresários aumentou, impulsionada pelas condições da empresa, principalmente. Os números mostram otimismo em relação aos rumos do setor", afirma a economista da CNI Dea Fioravante, em nota divulgada pela entidade.

O indicador que mostra que o nível de atividade recuou para 49 pontos em novembro, ante 49,9 pontos. O índice de número de empregados caiu de 48,5 pontos para 47,4 pontos.

"O resultado era esperado, uma vez que o período entre novembro e janeiro é usualmente de baixa atividade para o setor, com registros históricos de desaceleração", diz a CNI.

Expectativas

O indicador que mede a expectativa de nível de atividade aumentou 2,4 pontos na comparação entre novembro e outubro, atingindo 57,3 pontos e os de novos empreendimentos e serviços atingiu 56,6 pontos, com alta de 2,7 pontos.

Com relação a compras de insumos e matérias-primas, as expectativas também melhoraram, o índice subiu 2,5 pontos na comparação mensal e 3,9 pontos na comparação anual, atingindo 56,7 pontos.

A Sondagem da Construção foi feita de 2 a 11 de dezembro com 469 indústrias do setor.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Clube do livro

Das tulipas ao bitcoin: conheça a história das crises financeiras de uma forma irreverente

O maior trunfo de “Crash”, de Alexandre Versignassi, é nos guiar pela história da economia mundial e brasileira traçando paralelos entre o passado e o presente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies