Menu
2019-12-17T16:01:54-03:00
Estadão Conteúdo
Planejando o ano novo

CNI: pesquisa mostra que 84% das empresas pretendem fazer investimentos em 2020

Principal objetivo dos investimentos é a melhoria do processo produtivo

17 de dezembro de 2019
16:01
Dinheiro; notas e moedas de real
Imagem: Shutterstock

O porcentual de empresas que pretendem investir em 2020 aumentou para 84% em 2020, segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria. O número é o maior desde 2014, quando alcançou 85%.

Na pesquisa feita no ano passado, 80% dos empresários pretendiam investir em 2019. A pesquisa mostrou, porém, que apenas 74% das empresas efetivaram investimentos neste ano.

Das empresas que não pretendem investir em 2020, 36% afirmaram que existe necessidade, mas a empresa não consegue investir. O principal objetivo dos investimentos previstos para 2020 é a melhoria do processo produtivo (36%) e aumento da capacidade da linha produtiva (23%).

A maioria dos investimentos é para aquisição de máquinas (67%). A maior parte do investimento é para o mercado interno (36%), mas aumentou a fatia das empresas que querem investir de olho no mercado externo (de 7% para 9%) e que investem igualmente para os mercados interno e externo (de 25% para 36%).

Crédito

Entre as causas que frustraram os planos de investimentos para 2019 está a reavaliação quanto ao mercado doméstico dos produtos (49%), o aumento inesperado no custo do investimento (34%) e a dificuldade de acesso ao crédito (30%).

Dos recursos empregados, 72% são próprios, 14% de bancos privados e 9% de bancos oficiais de investimentos.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

Fidelidade em baixa com a pandemia

Não, não estou falando da fidelidade entre casais. Até porque, por mais que a convivência excessiva em família na quarentena tenha abalado alguns casamentos, o momento não anda muito propício às puladas de cerca. Estou falando do setor de fidelidade, que abarca as empresas de programas de pontos e milhagem, sobretudo aqueles ligados às companhias […]

Empresa ligada à Vale

Justiça aprova pedido de Recuperação Judicial da Samarco

RJ não terá impacto nas atividades operacionais da mineradora, nem nas ações de reparação e compensação pela tragédia de Mariana

FECHAMENTO

Ibovespa ignora tensão em Brasília e NY no vermelho e avança 1%; dólar também sobe

Enquanto as blue chips garantiram o bom desempenho do Ibovespa, o dólar avançou 0,84%, pressionado pelo noticiário em Brasília

Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

Menos pontos e milhas

Setor de empresas de fidelidade encolhe quase 30% em 2020

O segmento de fidelidade movimentou R$ 5,3 bilhões em 2020, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies