Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-30T11:05:48-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Briga de pesos pesados

HBO produzirá série que é prelúdio de Game of Thrones e promete esquentar briga de serviços de streaming

A companhia também anunciou outro serviço de streaming chamado de HBO Max e que será disponibilizado a partir de maio de 2020, nos Estados Unidos

30 de outubro de 2019
10:59 - atualizado às 11:05
game-of-thrones-daenerys_targaryen_temporada_6
Imagem: Divulgação

A briga pelas plataformas de streaming promete esquentar nos próximos dias. Isso porque a HBO anunciou ontem (29) a produção da série House of the Dragon, que seria o prelúdio de Game of Thrones, uma das produções de maior sucesso de todos os tempos.

A série terá como inspiração o livro Fire & Blood, do autor George R.R. Martin e que se passa cerca de 300 anos antes da luta pelo Trono de Ferro.

O anúncio foi feito durante um evento da WarnerMedia. Na mesma ocasião, a companhia anunciou também outro serviço de streaming chamado de HBO Max e que será disponibilizado a partir de maio de 2020, nos Estados Unidos. Ainda não há previsão de chegada no Brasil.

A assinatura vai custar US$ 14,99 (cerca de R$ 60,21) aos assinantes e reunirá conteúdo das emissoras HBO, TNT, TBS, Turner Classic Movies (TCM) e CW, assim como dos canais de animação como Cartoon Network, Rooster Teeth, Adult Swim, Crunchyroll, New Line, Looney Tunes, CNN e DC.

Pesos pesados

As novidades apresentadas pela WarnerMedia prometem animar a disputa das plataformas de streaming e a competição por preços deve ficar cada vez mais intensa. Nesta sexta-feira (1), a Apple lança a Apple TV Plus nos Estados Unidos, com uma programação exclusiva e original, e que custará US$ 5 a mensalidade.

Já daqui duas semanas é a vez da Disney lançar o Disney Plus, também em terras do Tio Sam, um serviço que contará com as produções de renome como Pixar, Marvel, National Geographic e Fox. Ambos os serviços já tem planos de lançamento para outros países (incluindo o Brasil) nos próximos meses.

A Netflix, por sua vez, também prepara alguns lançamentos como The Irishman, novo filme do diretor Martin Scorsese e que conta com nomes como Robert de Niro e Al Pacino no elenco.

Os lançamentos podem ajudar a melhorar os números da companhia.  De acordo com os números apresentados em seu último balanço, a receita líquida da Netflix cresceu 31% na base anual e chegou a US$ 5,245 bilhões. Ainda assim, a cifra ficou abaixo das expectativas dos analistas consultados pela Bloomberg.

Apesar de o resultado não ter vindo totalmente como o esperado, a base de assinantes da Netflix mostrou que a companhia evoluiu, ao adicionar 6,8 milhões de usuários aos serviços, especialmente diante de um trimestre anterior mais fraco.

O lucro líquido, por sua vez, também teve um final mais feliz e finalizou o trimestre em US$ 665,2 milhões, um aumento de 65,1% em relação ao mesmo período de 2018.

Ainda assim a tarefa da companhia não será fácil, diante do acirramento da disputa com os concorrentes.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

dinheiro no caixa

Petrobras vende participação em companhias de energia por R$ 160 milhões

Estatal assinou contratos para a venda de suas participações de 20% na Termelétrica Potiguar (TEP) e de 40% na Companhia Energética Manauara (CEM) para a Global Participações Energia S.A. (GPE)

seu dinheiro na sua noite

Mais micro, menos macro: quando os balanços são o destaque na bolsa

Como investidores, sabemos que os mercados estão sujeitos às mudanças no cenário macroeconômico – e, no caso do Brasil e outros países emergentes, os pregões são particularmente suscetíveis também ao noticiário político. Mas, no fim do dia, a bolsa reflete o desempenho das companhias que ali são negociadas. Nas temporadas de balanços trimestrais, analistas e […]

cardápio do dia

Fleury, EcoRodovias e Localiza: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

Companhias registram forte aumento no lucro, confirmando tendência entre empresas do Ibovespa

Fechamento do dia

Bolsa, dólar e juros fecham o dia no vermelho, com balanços no radar e Wall Street em alta

Em movimento raro, bolsa, dólar e juros fecharam o dia no vermelho. É que enquanto o apetite por risco reinava no exterior, os balanços levaram o Ibovespa a um movimento de correção

Vídeos

Elon Musk volta a falar sobre Bitcoin – Confira as últimas notícias sobre o mercado de criptoativos com André Franco, analista da Empiricus

André Franco comenta sobre as principais notícias que estão movimentando esse mercado. Fique por dentro agora

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies