Menu
2019-04-05T09:54:50-03:00
Estadão Conteúdo
Dados divulgados pela IATA

Tráfego aéreo mundial de passageiros cresce 6,5% em 2018

Nas rotas internacionais, Europa e Ásia Pacífico foram destaque e apresentaram os maiores aumentos no fluxo de passageiros

7 de fevereiro de 2019
14:41 - atualizado às 9:54
aeroporto
Considerando apenas o mês de dezembro, a demanda mundial aumentou 5,3% - Imagem: Shutterstock

A demanda aérea mundial (medida em número de passageiros por quilômetro voado, ou RPK) expandiu 6,5% em 2018 ante o ano anterior, informou a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês). O resultado representa uma desaceleração ante o crescimento de 8% de 2017.

Considerando apenas o mês de dezembro, a demanda mundial aumentou 5,3% na comparação com o mesmo mês de 2017. Esse foi o menor ritmo de crescimento mensal desde janeiro de 2018.

Para a entidade de companhias aéreas, o indicador demonstrou uma tendência de desaceleração no segundo semestre do ano passado, período em que o ritmo de crescimento anualizado foi da ordem de 5% versus um ritmo que era de 9% na primeira metade do ano.

Ainda em dezembro, a oferta de assentos (assentos-quilômetros ofertados, ou ASK) aumentou 6,1% ante igual mês de 2017. Com isso, a taxa de ocupação dos voos caiu 0,6 ponto porcentual (p.p.), para 80,4%.

O tráfego de passageiros em rotas internacionais subiu 5.5% em dezembro, com aceleração em grande parte do mundo. Na abertura por regiões, Europa e Ásia Pacífico mostraram os maiores avanços no indicador (8,0% e 6,3%, nessa ordem).

Já nos mercados domésticos, o fluxo aéreo subiu 5% no comparativo anual. No Brasil, a Iata calcula que a demanda tenha crescido 3,4%.

"Os volumes de passageiros evoluíram num ritmo mais fraco na comparação com anos anteriores, afetados pela greve no Brasil no meio do ano assim como pelo cenário econômico em importantes economias da América Latina, escreve a entidade.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

gestão segue independente

Holding do BTG Pactual compra consultoria de energia PSR

Um dos principais objetivos da parceria é propiciar a expansão da companhia no mercado global de energia

recursos contra a doença

Câmara aprova liberação de R$ 1,9 bilhão para compra de vacinas contra Covid-19

Dinheiro vai custear contrato entre a Fiocruz, vinculada ao Ministério da Saúde, e o laboratório AstraZeneca; recursos virão da emissão de títulos públicos

permissão especial

Anvisa divulga regras para autorização emergencial de vacina contra covid-19

Modo simplificado terá menos exigências do que os registros de outros medicamentos e tratamentos, mas a agência declarou que serão garantidos requisitos de segurança

seu dinheiro na sua noite

Uma previsão (conservadora) para a bolsa em 2021

Depois de tudo que passamos em 2020 (e o ano ainda não acabou), eu admiro a coragem de quem se arrisca a fazer previsões para o desempenho dos investimentos. As estimativas podem parecer mero chute — e às vezes são mesmo — mas no geral têm fundamento. Com algum trabalho, é possível calcular o fluxo […]

emissão de dívida em dólar

Tesouro capta US$ 2,5 bilhões no exterior com títulos de 5, 10 e 30 anos

Houve forte demanda pelos títulos de dívida externa, que superou a oferta em mais de 3 vezes, diz instituição; volume emitido com bônus de 10 anos foi o maior, de US$ 1,25 bi

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies