🔴 [EVENTO GRATUITO] COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE AQUI

Estadão Conteúdo
Contrariou o partido

‘Se tem alguém sofrendo com questão da Tabata sou eu’, diz Ciro Gomes

Para Ciro, ao votarem a favor da reforma da Previdência, Tabata e outros deputados pedetistas teriam contrariado a história trabalhista do PDT

Estadão Conteúdo
13 de julho de 2019
17:24 - atualizado às 17:56
Ciro Gomes
Ciro Gomes - Imagem: Shutterstock

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) disse que a pessoa que mais está sofrendo com a questão da deputada Tabata Amaral é ele próprio, que teria incentivado a parlamentar paulista entrar para a política.

A deputada está sendo questionada e pressionada pelo partido por ter desacatado orientação do PDT e votado favoravelmente à reforma da Previdência nesta semana. Em evento do PDT em Belo Horizonte (MG), o ex-candidato à Presidência da República chegou a defender a saída da deputada da sigla.

Para Ciro Gomes, ao votarem a favor da proposta de Jair Bolsonaro (PSL), Tabata e outros deputados pedetistas teriam contrariado a história trabalhista do PDT. "Se tem alguém que está sofrendo com esta questão da Tabata, esse alguém sou eu. Sabe quem recrutou a Tabata, a estimulou a entrar na política, assinou a filiação dela? Fui 'euzinho' aqui", disse.

De acordo com o pedetista, sua grande tarefa hoje não é ser candidato, mas ajudar o brasileiro a entender o que está acontecendo por meio de sua experiência.

Crítico da agenda liberal do governo Bolsonaro, colocada em prática pelo ministro da Economia Paulo Guedes, o ex-governador do Ceará disse que o governo Collor só caiu porque "pôs uma agenda liberal violenta ao País sem conversar com ninguém".

"Collor descartelizou a indústria automobilística, sentou o pé na dívida pública e nos rentistas brasileiros, esterilizou um terço da dívida pública, enquanto nós acreditamos que derrubamos o Collor por conta de ele ferir os interesses populares", disse Ciro, acrescentando que Collor caiu por "ter ferido os interesses da plutocracia e o baronato brasileiro, onde está o poder real".

Ciro Gomes participou de painel no seminário "Brasa em Casa, O Brasil no Divã, evento que acontece na sede da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (FecomercioSP), na capital paulista, e que tem como objetivo propor reflexões ao jovem brasileiro por meio de palestras e gerar oportunidades de trabalho em grandes empresas.

O evento conta também com um espaço onde estão instalados estandes de grandes empresas, inclusive do setor financeiro, distribuindo informações e orientações ao jovem que chega para ingressar no mercado de trabalho.

Críticas ao Novo

O ex-governador aproveitou o espaço para fazer duras críticas ao discurso de que está em curso no País uma "nova política" e atacou o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, do Partido Novo. De acordo com Ciro, o governador mineiro cortou 80 mil vagas de ensino integral e não cumpriu promessa de acabar com as mordomias de uso de helicópteros do Estado e "esta fazendo tudo igual".

"Está protegendo Aécio Neves [deputado federal pelo PSDB mineiro] na maior falcatrua. Toda a vida que vocês ouvirem a palavra Novo está fazendo alguma coisa na política, desconfiem! É picaretagem da pura! No mínimo é picaretagem intelectual", disse.

Para o ex-governador cearense, uma das explicações para o governo mineiro ter fechado 80 mil vagas do ensino integral é que o Novo cobra apenas 5% de imposto sobre grandes heranças enquanto no Ceará, onde a educação estaria bem, a taxação se dá no teto da Constituição, que é 8%.

"Deixa as grandes heranças sem tributar e tira a escola do jovem pobre da periferia de Belo Horizonte", disse Ciro Gomes ao se dirigir ao Professor Christian Lohbauer, um dos fundadores do Novo, que também participou do evento. Para o professor, Zema teria fechado as vagas do ensino integral por ter encontrado o governo sem dinheiro em caixa até para pagar contas de luz e água.

Compartilhe

ELEIÇÕES 2022

Avanço de Ciro e Simone na pesquisa BTG/FSB ajuda Bolsonaro a forçar segundo turno contra Lula

12 de setembro de 2022 - 10:35

Em segundo turno, porém, enquanto Lula venceria em todos os cenários, Bolsonaro sairia derrotado em todas as simulações da pesquisa BTG/FSB

ELEIÇÕES 2022

TSE dá prazo para Bolsonaro se manifestar sobre pedido de inelegibilidade

21 de agosto de 2022 - 18:18

Campanha de Bolsonaro tem sete dias para se pronunciar sobre denúncia apresentada pelo PDT, partido de Ciro Gomes

NA TELINHA

Globo vai sabatinar candidatos no Jornal Nacional; veja as datas das entrevistas e entenda por que Janones está na foto

20 de agosto de 2022 - 9:08

O Seu Dinheiro mostra para você a agenda das sabatinas com Lula, Bolsonaro, Simone e Ciro no Jornal Nacional

ELEIÇÕES 2022

Ciro Gomes propõe renda mínima de R$ 1 mil com impacto de R$ 170 bilhões — saiba de onde virão os recursos

11 de agosto de 2022 - 16:04

Segundo o pedetista, o pagamento beneficiaria cerca de 60 milhões de pessoas — abaixo do número de famílias beneficiadas atualmente

ELEIÇÕES 2022

Convenção aprova candidatura de Ciro Gomes — pedetista diz que mulheres vão salvar o Brasil

20 de julho de 2022 - 18:56

Sem ter conseguido até agora o apoio de nenhuma outra legenda, Ciro Gomes tenta romper a polarização da política nacional entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

ELEIÇÕES 2022

Fake news? Aqui não, queridinha! Alexandre de Moraes manda excluir vídeo do Telegram sobre Ciro Gomes

15 de julho de 2022 - 18:18

Montagem alterna trechos de conversas de integrantes de organização criminosa, obtidas pela Polícia Federal em 2019, com fragmentos de entrevista concedida pelo pré-candidato em setembro do mesmo ano

ELEIÇÕES 2022

Maioria não pretende mudar voto daqui até a eleição; fique por dentro dos resultados da nova pesquisa eleitoral da CNT

10 de maio de 2022 - 16:15

A pesquisa também olhou para o primeiro turno das eleições e testou diferentes cenários para o segundo turno

Eleições 2022

Ciro Gomes fala em prazo para candidatura à Presidência decolar e atrair apoio

12 de abril de 2022 - 12:17

O pré-candidato pelo PDT reconheceu que precisa demonstrar que é um nome viável até maio ou junho para conseguir apoio de outros partidos na corrida presidencial

GUERRA E PAZ

De que lado o Brasil está no conflito entre Rússia e Ucrânia? Itamaraty e autoridades brasileiras se posicionam após invasão

24 de fevereiro de 2022 - 12:43

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro esteve em Moscou e chegou a dizer que era solidário ao país liderado por Vladimir Putin

CEO CONFERENCE 2022

Ciro Gomes pede que investidor estrangeiro aposte no Brasil e ataca adversários

23 de fevereiro de 2022 - 17:04

Durante evento promovido pelo BTG Pactual, ele não poupa o presidente Jair Bolsonaro (PL) e faz críticas pesadas ao rival Sergio Moro, presidenciável do Podemos; veja o que pedetista falou

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar