Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-10-10T20:09:16-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Eleições 2018

Ciro Gomes ainda está na parada?

Um risco de cauda que pode provocar perdas extremas

10 de outubro de 2018
20:09
Ciro Gomes chegando ao debate do SBT
Ciro Gomes chegando ao debate do SBT - Imagem: Marcelo Chello/Seu Dinheiro

Estava com amigos no boteco aqui perto de casa, ontem, e ouvi de um deles, advogado, uma tese que foi prontamente rechaçada por todos os presentes: “É, não sei não, mas não duvido que o Haddad possa abrir mão da candidatura em favor do Ciro Gomes”.

Além do descrédito geral com a tese, a minha pergunta seguinte foi: “Mas pode?”. No que ele prontamente respondeu: “Claro que pode”.

Lembrei desse corriqueiro diálogo ao me deparar com a seguinte informação no “Twitter” da revista “Crusoé”.

Por menor que seja a possibilidade disso acontecer, é sempre bom lembrar que o "impossível" por vezes acontece. São os riscos de cauda, o cisne negro, eventos extremamente raros, mas devastadores. Guardadas as proporções, alguém achava que o Lehman Brother iria quebrar? Ou melhor dizendo, 99,9% do mercado achava que o Lehman Brothes iria quebrar?

E o "cisne Ciro" é um risco que está fora de qualquer cenário de mercado, que vem ampliando as apostas de vitória de Jair Bolsonaro no segundo turno. Mas essas apostas e posicionamento em bolsa, câmbio e juros consideram Fernando Haddad como adversário. A eventual entrada de Ciro Gomes mudaria tudo e, claro, o preço relativo de todos os ativos.

Se o mercado temia alguém mais que Lula/Haddad esse é Ciro Gomes, visto como mais intervencionista e menos disposto a levar adiante uma agenda de ajuste fiscal.

Pode-se argumentar que o PT jamais desistiria da candidatura ou que Lula não deixaria isso acontecer. Até porque Lula rifou Ciro, que tinha se oferecido como opção de "esquerda" agora em 2018, logo no começo das articulações eleitorais. Mas o que está em jogo pode ser maior que as vaidades pessoais e partidárias. Parafraseando José Dirceu, seria uma forma de tomar o poder, que é diferente de ganhar eleições.

E pode mesmo?

Segue a transcrição do paragrafo quarto, do artigo 77 da Constituição. “Se, antes de realizado o segundo turno, ocorrer morte, desistência ou impedimento legal de candidato, convocar-se-á, dentre os remanescentes, o de maior votação."

 

 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

VAREJO DECEPCIONADO?

Black Friday supera prévias, mas vendas do fim de semana ainda ainda perdem para os números registrados em 2019

Segundo índice calculado pela Cielo, as vendas cresceram 6,9% em relação ao ano passado, mas foram 3,8% inferiores ao período pré-pandemia

Adeus ano velho

Ano novo, impostos novos! Reforma do IR fica para 2022, confirma presidente do Senado

O governo Bolsonaro pressionava pela aprovação da proposta para financiar o Auxílio Brasil, mas não conseguiu apoio na Casa

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Bitcoin e bolsa se recuperam após susto com nova variante, Azul e Latam sobem o tom e outros destaques do dia

Pouco se sabe ainda sobre a nova variante do coronavírus detectada na África do Sul, mas o que veio à público até agora é muito melhor do que o mercado financeiro precificou na última sexta-feira (26). Sem o pânico visto na semana passada, o Ibovespa encontrou forças para abrir a semana em alta.  Um estudo […]

Fechamento do dia

Mercado supera susto com ômicron, e bolsas globais engatam recuperação; Ibovespa sobe com menos força, de olho na PEC dos precatórios

Pesando os desafios fiscais brasileiros, o Ibovespa fechou longe das máximas, mas se recuperou parcialmente do tombo de sexta-feira

UM ÚLTIMO TUÍTE

Do Twitter para o bitcoin? Jack Dorsey deixa comando da rede social e reacende rumores sobre projeto em criptomoedas

O fundador da rede social passará o cargo para Parag Agrawal, um veterano da empresa, depois de comandá-la de 2006 a 2008 e de 2015 até hoje

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies