Menu
2019-04-04T14:00:33-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Eleições 2018

Em novo Datafolha, Bolsonaro sobe mais do que Haddad

Números divulgados nesta quinta-feira seguem apontando para um segundo turno entre o candidato do PSL e o petista

4 de outubro de 2018
20:16 - atualizado às 14:00
640px-Jair_Bolsonaro_paz_e_amor
Datafolha segue apontando para um segundo turno entre Bolsonaro e Haddad - Imagem: Wikimedia Commons

O Datafolha divulgou nesta quinta-feira, 4, sua penúltima pesquisa de intenção de voto para presidente antes do primeiro turno das eleições. Segundo os números da pesquisa, Jair Bolsonaro (PSL) segue na liderança da disputa e cresceu três pontos em relação ao levantamento anterior. Fernando Haddad aparece na segunda posição e oscilou de 21% para 22%.

No terceiro pelotão aparecem Ciro Gomes (PDT), que manteve os 11% da pesquisa anterior e Geraldo Alckmin (PSDB), que oscilou de 9% para 8%.

Veja os números completos do Datafolha:

Jair Bolsonaro (PSL): 35%
Fernando Haddad (PT): 22%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
Marina Silva (Rede): 4%
João Amoêdo (Novo): 3%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 0%
Guilherme Boulos (PSOL): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 6%
Não sabe/não respondeu: 5%

Candidatos sobem nos votos válidos

Bolsonaro, Haddad e Ciro oscilaram um ponto para cima cada nas simulações de votos válidos, que descartam Brancos, Nulos e Indecisos. O candidato do PSL aparece com 39%, seguido por Haddad (25%) e Ciro (13%).

Veja os números completos:

Jair Bolsonaro (PSL): 39%
Fernando Haddad (PT): 25%
Ciro Gomes (PDT): 13%
Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
Marina Silva (Rede): 4%
João Amoêdo (Novo): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%

No total, foram ouvidos 10.930 eleitores entre 3 e 4 de outubro. A pesquisa, segundo o Datafolha, tem nível de confiança de 95%. Na prática isso significa que há 95% de chance de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Cenários de segundo turno

Em três das quatro simulações de segundo turno feitas pelo Datafolha mostram uma disputa dentro da margem de erro. Bolsonaro empata na margem com Haddad e Alckmin, e perde para Ciro Gomes. Já Haddad empata com Alckmin e Bolsonaro na margem de erro.

Veja os números:

Bolsonaro 44% x 43% Haddad (branco/nulo: 10%; não sabe: 2%)
Ciro 48% x 42% Bolsonaro (branco/nulo: 9%; não sabe: 2%)
Alckmin 43% x 42% Bolsonaro (branco/nulo: 13%; não sabe: 2%)
Alckmin 42% x 38% Haddad (branco/nulo: 17%; não sabe: 3%)

Rejeições praticamente estáveis

O Datafolha também fez um levantamento da rejeição dos presidenciáveis. Nesse cenário, Bolsonaro segue liderando a lista, sendo rejeitado por 45% da população, seguido por Haddad (40%).

Confira os números:

Bolsonaro: 45%
Haddad: 40%
Marina: 28%
Alckmin: 24%
Ciro: 21%
Meirelles: 15%
Boulos: 14%
Cabo Daciolo: 14%
Alvaro Dias: 13%
Vera: 13%
Eymael: 12%
Amoêdo: 11%
João Goulart Filho: 11%
Rejeita todos/não votaria em nenhum: 2%
Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
Não sabe: 4%

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SD PREMIUM

Segredos da Bolsa: Semana promete ser agitada com Copom, IBC-Br, Biden e mais…

A semana promete ser agitada, com importantes indicadores no radar e a “mudança de guarda” nos Estados Unidos

Temos vacina!

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca

Primeiros profissionais de saúde já foram vacinados em pronunciamento do governador de São Paulo, João Doria

Mais uma recomendação

Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

Mais cedo, área técnica havia defendido aprovação da CoronaVac

Ainda falta...

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Laboratório russo não apresentou os requisitos mínimos para que o pedido de uso emergencial pudesse ser analisado pela agência

Quase lá

Área técnica da Anvisa recomenda uso emergencial da CoronaVac

Diretores da agência analisam pedidos de uso de vacinas. No momento, a área técnica ainda faz a apresentação. Em seguida, a relatora do tema, diretora Meiruze Freitas lerá seu voto, com os outros quatro diretores da agência votando depois

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies