Menu
2018-10-06T21:57:08-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Eleições 2018

Última pesquisa Ibope também diz que segundo turno será entre Bolsonaro e Haddad

Mesmo crescendo quatro pontos em relação ao último levantamento, o candidato do PSL não deve conseguir alcançar 50% dos votos válidos

6 de outubro de 2018
21:25 - atualizado às 21:57
haddad-bolsonaro
Fernando Haddad e Jair Bolsonaro - Imagem: Flickr/Fotos Públicas

O Ibope divulgou neste sábado, 6, o resultado da sua última pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial antes do primeiro turno. De acordo com os números, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) se enfrentarão na segunda etapa.

Desde a pesquisa divulgada no dia 3, Bolsonaro cresceu quatro pontos, enquanto Fernando Haddad, em segundo lugar, oscilou um ponto para baixo. Ciro Gomes (PDT) oscilou um ponto para cima.

Segundo o Ibope, o índice de confiança da pesquisa é de 95%. Isso significa que, se considerada a margem de erro, a probabilidade de os resultados retratarem a realidade é de 95%. A pesquisa ouviu 3.010 eleitores na sexta-feira, 5, e no sábado, 6.

Veja todos os números:

Jair Bolsonaro (PSL): 36%
Fernando Haddad (PT): 22%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Marina Silva (REDE): 3%
Cabo Daciolo (PATRI): 2%
Henrique Meirelles - MDB 2%
João Amoêdo - NOVO 2%
Alvaro Dias - PODE 1%
Guilherme Boulos - PSOL 1%
Eymael - DC 0%
Vera - PSTU 0%
João Goulart Filho - PPL 0%
Branco/ Nulo 7%
Não sabe/ Não respondeu 5%

Votos válidos

O Ibope também fez um levantamento dos votos válidos, que desconsidera os votos Brancos, Nulos e indecisos. É esse parâmetro que o TSE utiliza para definir o resultado oficial das urnas e a possibilidade de um segundo turno. Nesse levantamento, Bolsonaro aparece com 41% das intenções de voto, enquanto Haddad tem 25% e Ciro 13%.

Jair Bolsonaro (PSL): 41%
Fernando Haddad (PT): 25%
Ciro Gomes (PDT): 13%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
João Amoêdo (NOVO): 3%
Marina Silva (REDE): 3%
Alvaro Dias (PODE): 2%
Cabo Daciolo (PATRI): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Eymael (DC): 0%
Vera (PSTU): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%

Rejeição

Bolsonaro e Haddad chegam ao fim do primeiro turno com as maiores taxas de rejeição. Segundo o Datafolha, 43% do eleitorado rejeita o candidato do PSL, enquanto 36% rejeita o petista.

Os resultados foram:

Jair Bolsonaro (PSL): 43%
Fernando Haddad (PT): 36%
Marina Silva (REDE): 22%
Geraldo Alckmin (PSDB): 16%
Ciro Gomes (PDT): 15%
Henrique Meirelles (MDB): 10%
Alvaro Dias (PODE): 9%
Cabo Daciolo (PATRI) 9%
Guilherme Boulos (PSOL): 9%
Eymael (DC): 8%
João Amoêdo (NOVO): 8%
Vera (PSTU): 7%
João Goulart Filho (PPL): 6%
Poderia votar em todos (resposta espontânea): 2%
Não sabem ou preferem não opinar: 7%

Simulações de segundo turno

Nas quatro simulações de segundo turno feitas pelo Ibope, Bolsonaro aparece tecnicamente empatado com Ciro, Alckmin e Haddad. Já na disputa com Marina, o candidato do PSL venceria.

Ciro Gomes 45% x 41% Jair Bolsonaro (branco/nulo 11%; não sabe 2%)
Geraldo Alckmin 40% x 43% Jair Bolsonaro (branco/nulo 14%; não sabe 3%)
Jair Bolsonaro 46% x 36% Marina Silva (branco/nulo 15%; não sabe 3%)
Fernando Haddad 41% x 45% Jair Bolsonaro (branco/nulo 12%; não sabe 3%)

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

programa de R$ 2,4 bi

Mercedes-Benz vê cenário de incerteza, mas diz que mantém investimentos no país

O programa de investimentos da montadora no Brasil prevê R$ 2,4 bilhões entre 2018 e 2022, com recursos destinados, principalmente, à atualização de plataformas e produto

questão ambiental

Minerva testa sistema para monitorar fornecedores indiretos de gado

Empresa vem implementando medidas que mapeiam a possibilidade de os bovinos que estão sendo abatidos pela empresa terem passado, em alguma etapa da sua vida, por áreas desmatadas ilegalmente

agenda do governo

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Sem citar o retorno de uma nova Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), o ministro disse que para gerar emprego é necessário desonerar a folha

EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Latam pode demitir mais 1,2 mil aeronautas

Empresa negocia redução permanente de remunerações, mas, se não chegar a um acordo, deverá optar por demissõe

Exile on Wall Street

O mercado dos 100%

Com juros muito menores atualmente e retornos cadentes como um todo, volatilidade inferior e economia mais bem organizada e sem inflação, difícil imaginar ativos dobrando de preço em poucos pregões.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements