Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-07-24T14:59:47-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Cartões

Resultado da Cielo afeta ações da Stone e PagSeguro em Nova York

Mais do que o balanço, é a disposição demonstrada pela Cielo em pegar pesado na guerra de preços nesse mercado que deixa os investidores de PagSeguro e Stone com um pé atrás

24 de julho de 2019
14:42 - atualizado às 14:59
Maquininhas de cartão em guerra
Maquininhas de cartão de Stone, Rede, Cielo e PagSeguro - Imagem: Montagem Andrei Morais/Seu Dinheiro

A reação da Cielo na guerra das maquininhas de cartão mexeu com as ações das concorrentes negociadas em Nova York. Por volta das 14h20, os papéis da PagSeguro recuavam 2,05% e os da Stone, 2,93%. Na contramão, as ações da Cielo disparavam 8,44% na B3.

Em sua estratégia de brigar por participação de mercado, e não por rentabilidade, a Cielo começa a entregar o que prometeu. A empresa controlada por Banco do Brasil e Bradesco registrou queda de 33% no lucro no segundo trimestre deste ano. Mas apresentou um aumento de 9% nos volumes negociados em suas maquininhas, ainda que em troca de uma queda nas receitas.

Mais do que os resultados, é a disposição demonstrada pela Cielo em pegar pesado na guerra de preços nesse mercado que deixa os investidores de PagSeguro e Stone com um pé atrás hoje, segundo um analista com quem eu conversei.

Em entrevista coletiva hoje pela manhã, o presidente da Cielo, Paulo Caffarelli, disse que ainda tem "bastante apetite" para continuar nessa disputa. Em outras palavras, a empresa parece disposta a sacrificar ainda mais as margens de lucro para não perder mercado.

Mesmo com a queda de hoje, quem possui ações da PagSeguro ou da Stone não tem do que reclamar. No ano, os papéis da PagSeguro, que são negociados na bolsa de Nova York, acumulam valorização de 144%. Já as da Stone, listadas na Nasdaq, registram um ganho acumulado de 81% em 2019.

A Cielo é o reverso dessa moeda, já que as ações acumulam uma queda de 14,5% no ano mesmo com a forte alta no pregão desta quinta-feira. Nos últimos 12 meses, a empresa perdeu mais da metade do valor de mercado.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Ele está de volta?

Setores fazem pressão por volta do horário de verão

Criado com a finalidade de aproveitar o maior período de luz solar durante a época mais quente do ano, o horário de verão foi instituído no Brasil em 1931 pelo então presidente Getúlio Vargas e adotado em caráter permanente a partir de 2008.

MANOBRAS

Juiz põe no banco dos réus ex-gestores do banco Máxima por gestão fraudulenta

O Banco Máxima S.A. informa que seus atuais acionistas assumiram a administração do banco em 2018, após aprovação pelo Banco Central, e que os integrantes da antiga gestão não têm mais qualquer relação com a instituição financeira

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies