🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
CARTÕES

O PIX vai acabar com as maquininhas de cartão? O Itaú BBA diz que não — e indica uma ação barata para comprar

O PIX não é um vilão para o mercado de cartões e está ganhando espaço principalmente das transações em dinheiro, de acordo com os analistas do banco

Cielo é a lanterna na corrida das maquininhas para ver quem consegue se consolidar no mercado.
Mesmo sendo líder do setor, a Cielo é a mais descontada das empresas do setor de adquirência, refletindo - Imagem: Montagem Andrei Morais

Débito, crédito... ou PIX? A possibilidade de fazer pagamentos pelo sistema de transferências criado pelo Banco Central paira como uma ameaça sobre as empresas de maquininhas de cartão. Mas na avaliação do Itaú BBA, a preocupação do mercado é exagerada.

A concorrência com o pagamento instantâneo, que dispensa o uso da maquininha, ajudou a colocar ainda mais pressão sobre as ações de Cielo (CIEL3), Getnet (GETT11), PagSeguro (PAGS34) e Stone (STOC31) na bolsa.

Os analistas afirmam, porém, que o PIX não é um vilão para o mercado de cartões. De acordo com o Itaú BBA, o sistema está ganhando espaço principalmente das transações em dinheiro vivo e transferências bancárias tradicionais (TED, DOC).

Os volumes de transações com cartões continuaram a ganhar participação de mercado após a entrada em operação do PIX, segundo o banco. Assim como as operações realizadas no crédito, que rendem mais em taxas para as donas das maquininhas.

“Enxergamos um espaço substancial para a redução do risco nas ações conforme essa tendência persistir”, escreveram os analistas, em relatório.

Qual ação comprar, segundo o Itaú BBA

Para o Itaú BBA, a ação com maior potencial entre as empresas de maquininhas é a da PagSeguro. A empresa é listada na Bolsa de Nova York (Nyse), mas possui recibos de ações (BDRs) negociados na B3, com o código PAGS34.

O banco tem recomendação outperform (equivalente a compra) para as ações, com um preço-alvo de US$ 28, o que representa um potencial de alta de 110% em relação ao fechamento de ontem em Nova York.

Na visão dos analistas, a PagSeguro deve continuar a ganhar participação de mercado neste ano e chegar a 2023 com um lucro de R$ 2,4 bilhões.

Essa projeção representa uma relação entre preço e lucro (P/L) de 9 vezes, o que coloca a ação como a mais barata entre as chamadas empresas de crescimento na cobertura do Itaú BBA.

A PagSeguro também deve se beneficiar do início de um novo ciclo de queda da taxa básica de juros (Selic) esperado para o ano que vem. “Pode parecer cedo para se posicionar em nomes sensíveis à taxa de juros, mas a avaliação é positivamente assimétrica”, afirmam os analistas.

As ações de Stone e Cielo também tendem a se beneficiar do cenário mais positivo para o setor. Os analistas consideram, porém, que os papéis estão menos atrativos na comparação com os da PagSeguro, por isso têm recomendação neutra para ambas as companhias.

Vale destacar ainda que perspectiva favorável dos analistas do Itaú BBA para as empresas de maquininhas de cartão aparentemente também é compartilhada pelo Santander. Isso porque o banco espanhol, que é dono da Getnet, lançou na semana passada uma oferta para fechar o capital da companhia na bolsa.

Leia também:

Compartilhe

MERCADOS HOJE

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais oscilam com cautela antes da inflação dos EUA; Ibovespa acompanha taxa de desemprego hoje

29 de fevereiro de 2024 - 7:13

RESUMO DO DIA: As principais bolsas mundo afora começam o dia sem um único sinal. Os investidores aguardam a divulgação do PCE, o índice de inflação mais esperado do mundo, nos Estados Unidos. Esse é o indicador preferido do Federal Reserve para balizar a decisão sobre juros por lá e deve ser divulgado só às […]

SUBIU NO TELHADO

Petrobras (PETR4): a fala do CEO sobre dividendos que derruba as ações da estatal hoje na B3

28 de fevereiro de 2024 - 14:47

Em entrevista à Bloomberg, Jean Paul Prates defendeu que a Petrobras tenha “cautela” na distribuição de dividendos; ações reagem em forte queda

PROBLEMAS NOS HOTÉIS?

Por que os dividendos do fundo imobiliário HTMX11 tiveram um corte brusco em fevereiro? Confira a explicação da gestão

28 de fevereiro de 2024 - 12:17

O fundo de hotéis comunicou, no início do mês, que pagaria R$ 0,86 por cota aos investidores, contra R$ 3,25 em janeiro.

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa cai a 130 mil pontos, pressionado pela desvalorização de Petrobras (PETR4) após falas de Prates sobre dividendos; dólar sobe a R$ 4,97

28 de fevereiro de 2024 - 7:24

RESUMO DO DIA: A bolsa brasileira terminou a sessão desta quarta-feira (28) no vermelho, com o cenário corporativo roubando os holofotes do calendário de indicadores econômicos no exterior. O Ibovespa encerrou o dia em baixa de 1,16%, aos 130.155 pontos. Por sua vez, o dólar fechou próximo das máximas do dia, com um avanço de […]

PORTFÓLIO DE GIGANTES

XPML11 fecha acordo com empresa da B3 e pagará mais de R$ 1,8 bilhão por ‘pacotão’ de shoppings centers

27 de fevereiro de 2024 - 18:41

O fundo imobiliário assinou um memorando para ficar com participações detidas pela Syn Prop & Tech em seis shoppings centers

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa fecha em alta e sustenta os 131 mil pontos, ajudado por Vale (VALE3) e IPCA-15 abaixo do esperado; dólar recua a R$ 4,93

27 de fevereiro de 2024 - 7:14

RESUMO DO DIA: Diversos tons de verde tingiram a sessão da bolsa brasileira nesta terça-feira (27), que conseguiu escapar do ritmo de cautela do exterior e atingiu os 131 mil pontos. Por aqui, o foco dos investidores esteve no IPCA-15, que subiu em fevereiro, mas menos do que estimavam os analistas de mercado. A prévia […]

FIIs HOJE

Os dividendos deste fundo imobiliário saltaram mais de 1200% após venda de ativo e devem seguir em alta no semestre, mas o FII já tem data para acabar

26 de fevereiro de 2024 - 15:39

O FII em questão distribuiu R$ 0,41 por cota para seus pouco mais de 2.400 cotistas neste mês, contra cerca de R$ 0,03 em janeiro

SAIBA MAIS SOBRE O NEGÓCIO

Fundo imobiliário TRXF11 troca oito lojas por três, mas vai lucrar mais de R$ 100 milhões com a transação e reduzir dívidas

26 de fevereiro de 2024 - 11:23

O FII fechou um acordo para vender oito imóveis atualmente locados para o Assaí e o GPA e comprar três lojas cuja inquilina é a Decathlon

MAIS DINHEIRO NO BOLSO

Nubank: cofundadora e executivos embolsam R$ 60 milhões em nova venda de ações

26 de fevereiro de 2024 - 10:01

Cris Junqueira vendeu o equivalente a US$ 8,450 milhões (R$ 42 milhões) em ações do Nubank após resultado do quarto trimestre do banco digital

MERCADOS HOJE

Bolsas hoje: Ibovespa fecha em leve alta, ajudado pela valorização da Petrobras (PETR4); dólar recua a R$ 4,98

26 de fevereiro de 2024 - 7:37

RESUMO DO DIA: A bolsa brasileira conseguiu escapar do tom de cautela do exterior e encerrou a segunda-feira (26) no campo positivo. Lá fora, os mercados financeiros globais terminaram o dia mistos.  O Ibovespa fechou o pregão em leve alta de 0,15%, aos 129.609 pontos. Já o dólar recuou 0,23%, cotado a R$ 4,9815 no […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies