A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-08-02T16:17:19-03:00
Flavia Alemi
Flavia Alemi
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pela FIA. Trabalhou na Agência Estado/Broadcast e na S&P Global Platts.
Mais roxo, menos vermelho

Sai da frente! Nubank deve ultrapassar Santander em compras no cartão no segundo trimestre

Analistas do Goldman Sachs veem Nubank dobrando sua participação em transações com cartões no Brasil num intervalo inferior a dois anos

2 de agosto de 2022
12:54 - atualizado às 16:17
Nubank

O Nubank não tem lucro, não tem retorno sobre o patrimônio, mas ele tem o povo. E o povo está usando e abusando dos cartões de crédito e débito.

Por esse motivo, o Goldman Sachs acredita que o Nubank pode alcançar mais uma marca impressionante. Nas projeções dos analistas, o volume de transações com o cartão roxo da fintech deve ultrapassar as feitas com os cartões vermelhos do Santander Brasil (SANB11).

Os analistas projetam que o Nubank deva alcançar 12,3% do mercado de transações com cartões no segundo trimestre de 2022, acima dos 10,8% estimados para o Santander.

Lembrando que o Nubank publica o balanço referente aos meses de abril a junho no dia 15 de agosto. O Santander abriu a temporada de resultados dos grandes bancos na semana passada e registrou queda no lucro.

Caso essa taxa se concretize, o Nubank terá quase dobrado sua participação em transações com cartões no Brasil num intervalo inferior a dois anos.

Confira os números:

Banco4T201T212T213T214T211T222T22E
ITAÚ24,9%24,8%24,8%24,5%24,5%23,7%23,8%
BRADESCO16,7%18,1%17,6%15,9%15,0%15,0%15,5%
SANTANDER12,1%12,0%12,0%11,7%11,8%11,1%10,8%
BANCO DO BRASIL14,8%14,7%14,5%14,7%14,5%13,6%13,2%
NUBANK6,3%7,7%8,3%9,8%10,4%10,1%12,3%
INTER1,2%1,4%1,6%1,7%1,9%1,9%2,1%
OUTROS24,0%21,3%21,3%21,6%22,0%24,6%22,3%
Fonte: ABECS, Banco Central do Brasil, Goldman Sachs Global Investment Research, dados das companhias

Em se tratando exclusivamente do mercado de cartões de crédito, ainda não será dessa vez que o Nubank ultrapassará um dos grandes bancos. Mas parece que é apenas questão de tempo.

De acordo com as projeções do Goldman Sachs, o Nubank deve atingir 9,6% desse mercado no segundo trimestre, enquanto o Santander deve ficar com 10,2%. Mas vale ressaltar que, ao mesmo tempo que o Nubank vem aumentando sua participação, os grandes bancos estão reduzindo.

Inadimplência do Nubank deve seguir em alta

Esse crescimento acelerado é fonte de preocupação de outros analistas pelo principal efeito colateral: o aumento da inadimplência. Mas o avanço dos calotes dos clientes do Nubank não tira o sono do Goldman Sachs.

O banco projeta aumento de 0,7 ponto percentual no segundo trimestre em relação aos três primeiros meses do ano devido à “normalização do ciclo de crédito no Brasil”.

Isso significaria uma taxa de inadimplência de 4,9% no segundo trimestre, um aumento de 2,04 pontos percentuais na comparação com o mesmo período de 2021. Ainda assim, o Goldman Sachs considera o número “administrável”.

Para a ação do Nubank, o Goldman Sachs tem recomendação de compra e calcula um preço-alvo de US$ 11, o que representa potencial de ganho de 171,6% de alta em relação ao fechamento de ontem (1). No pregão de hoje, as ações do banco digital são negociadas em alta de 2,47%, a US$ 4,15.

Veja também:

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

BALANÇO

Inter (INBR31) reverte prejuízo em lucro de R$ 15,5 milhões no segundo trimestre; confira os números

15 de agosto de 2022 - 21:01

No semestre encerrado em 30 de junho de 2022, o Inter superou a marca de 20 milhões de clientes, que equivale a 22% de crescimento no período

BALANÇO DA HOLDING

Lucro líquido da Itaúsa (ITSA4) recua 12,5% no segundo trimestre, mas holding anuncia JCP adicional; confira os destaques do balanço

15 de agosto de 2022 - 19:52

A Itaúsa (ITSA4) esperou até o último dia da temporada de balanços para revelar os números do segundo trimestre. E a paciência dos investidores não foi recompensanda: a companhia lucrou R$ 3 bilhões, uma queda de 12,5% na comparação com o mesmo período do ano passado. O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) sobre o […]

BALANÇO

Resultado da Méliuz (CASH3) piora e empresa de cashback registra prejuízo líquido de R$ 28,2 milhões no segundo trimestre

15 de agosto de 2022 - 19:07

Os papéis da Méliuz amargam perdas de 87% no ano, mas entraram no mês de agosto em tom mais positivo, com ganho mensal de 7%

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Magazine Luiza (MGLU3) dá a volta por cima, XP vai às compras e futuro do ethereum; confira os destaques do dia

15 de agosto de 2022 - 18:52

Há pouco mais de dois meses, quando conversei com diversos analistas e gestores de mercado sobre as expectativas para o segundo semestre, poucos foram aqueles que apostaram nos setores de grande exposição à economia doméstica como boas alternativas para a segunda metade do ano.  Não que empresas ex-queridinhas como Magazine Luiza (MGLU3), Via (VIIA3) e […]

ACIONISTAS FELIZES

Dividendos: Itaúsa (ITSA4) pagará JCP adicional e data de corte é nesta semana; veja como receber

15 de agosto de 2022 - 18:47

Vale lembrar que, após a data de corte, as ações serão negociadas “ex-direitos” e passarão por um ajuste na cotação referente aos proventos já alocados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies