Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-07-04T06:37:29-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
a bula do mercado

Comissão especial vota hoje parecer da reforma da Previdência

Calendário para aprovação em plenário é cada vez mais apertado

4 de julho de 2019
6:32 - atualizado às 6:37
selo bula do mercado
Imagem: Seu Dinheiro

Depois de mais de seis horas de discussões e manobras regimentais da oposição na tentativa de adiar ao máximo o avanço da reforma da Previdência, os deputados favoráveis à medida conseguiram limpar a pauta para que o parecer do relator do projeto de lei na comissão especial da Câmara dos Deputados, Samuel Moreira (PSDB/SP), seja votado na manhã de hoje em Brasília.

O relator fez ontem a leitura de uma terceira versão de seu parecer, favorável à maior parte das mudanças nas regras de aposentadoria, assim como os dois anteriores. A sessão avançou pela noite e entrou pela madrugada desta quinta-feira. Passava da 1h quando a sessão da comissão foi encerrada.

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro empenhava-se pessoalmente em uma tentativa frustrada de obter concessões a policiais federais na reforma, os deputados de oposição recorreram à falta de tempo para ler os detalhes do novo parecer para justificar as manobras protelatórias, mas também não obtiveram sucesso.

Início da votação está previsto para as 9h

Com isso, a votação do parecer foi marcada para hoje, em sessão prevista para se iniciar às 9h. Anteontem, o presidente da comissão especial, Marcelo Ramos (PL/AM), afirmou que haveria um empenho dos deputados favoráveis à reforma para que o parecer fosse votado ainda ontem. Hoje, os deputados votarão primeiro o texto-base da proposta. A seguir, entrarão na pauta os destaques para votação em separado.

No momento, considera-se improvável que a oposição consiga obstruir a tramitação da reforma ao ponto de o projeto de lei não chegar ao plenário da Câmara antes do recesso. A data-limite é 18 de julho. A dúvida, no momento, é se haverá tempo hábil para que a reforma da Previdência seja aprovada em dois turnos antes do intervalo nas atividades parlamentares.

Dúvidas à parte, a expectativa é de que a reforma da Previdência seja o tema predominante nas decisões dos investidores nesta quinta-feira, umas vez que os mercados financeiros norte-americanos seguirão fechados devido ao feriado de Dia da Independência dos Estados Unidos.

Ibovespa tende a buscar novos recordes de máxima

Sem Wall Street no radar depois de um dia de novos recordes de alta, os mercados de ações asiáticos encerraram a sessão de hoje sem direção única. Na Europa, as principais bolsas de valores iniciaram os negócios buscando o território positivo.

Por aqui, caso o cenário de avanço da reforma se confirme, a expectativa é de que o Ibovespa renove suas máximas históricas e busque novos recordes, mesmo diante de uma liquidez menor por causa do feriado nos EUA.

Da mesma maneira, o dólar deve seguir testando o nível dos R$ 3,80, enquanto as taxas dos contratos futuros de juros tendem a manter a queda. Lembrando que o ciclo de cortes na taxa Selic desejado pelos agentes do mercado financeiro tem sido atrelado pelo Banco Central ao andamento das reformas, em especial a da Previdência.

Não é demais lembrar que o calendário para o avanço da reforma da Previdência é bastante apertado. Em um dia no qual não há indicadores econômicos relevantes previstos e a liquidez tende a ser baixa, qualquer desvio deste cenário tem o potencial de levar os investidores da euforia à cautela.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ALÍVIO NO BOLSO

Sem dizer quanto, Bolsonaro promete que Petrobras (PETR4) anunciará redução no preço dos combustíveis nesta semana

O presidente, que é um dos críticos mais ferrenhos da política de preços da estatal, afirmou que a queda deve seguir por algumas semanas

INVESTIDORES ATENTOS

4 fatos que mexem com o Ibovespa na próxima semana — incluindo Copom e IPO do Nubank

O principal índice acionário brasileiro terá um calendário cheio de eventos e dados econômicos para digerir ao longo dos próximos dias

Alívio no Orçamento

Com receita acima do esperado, Economia reduz estimativa de rombo nas contas públicas em 2022

Considerando todo o setor público, o que inclui Estados e Municípios, as novas projeções da pasta preveem até mesmo um saldo positivo

Bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin (BTC) corre atrás do prejuízo e avança mais de 4% hoje; ethereum (ETH) recupera perdas da semana

As criptomoedas correm atrás do prejuízo e tentam recuperar parte da queda brusca registradas no último sábado

CRIPTO INSTITUCIONAL

Real digital vem aí! Banco Central prepara versão virtual da moeda brasileira para 2022

A instituição lançou um laboratório para estudar as possibilidades de uso e de execução de projetos com a versão virtual da moeda brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies