2019-11-30T15:53:58-03:00
negócio fechado

BMG vende 30% de seu braço de seguros para a Generali

Valor total da negociação deve chegar a R$ 89 milhões; seguradora do BMG foi avaliada em R$ 297 milhões no âmbito da transação

30 de novembro de 2019
15:53
Retorno sobre patrimônio líquido médio recorrente do BMG fechou o terceiro trimestre em 14,6% - Imagem: Renato Luiz Ferreira/Estadão Conteúdo

O banco BMG anunciou que fechou a venda de 30% do seu braço de seguros, a BMG Seguros, para a Generali. O valor total deve chegar a R$ 89 milhões.

A empresa deve receber R$ 54 milhões em até 3 anos e mais uma parcela de R$ 35 milhões no sexto ano após a conclusão da operação, condicionada ao atingimento de metas operacionais.

A seguradora do BMG foi avaliada em R$ 297 milhões no âmbito da transação. O conselho da BMG Seguros será formado por cinco membros, dos quais três indicados pelo banco e dois pela Generali.

Novato na bolsa

O banco BMG abriu capital na bolsa em outubro deste ano, levantando R$ 1,6 bilhão. Desde então, os papéis acumulam alta de 190%, sendo negociados a R$ 33,60 ao final do pregão de sexta-feira (29).

No balanço do terceiro trimestre a companhia apresentou lucro líquido de R$ 66 milhões, o que representa um aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano passado.

O retorno sobre patrimônio líquido médio recorrente (ROAE) do BMG fechou o terceiro trimestre em 14,6%, o que representa uma alta de 1,5 ponto percentual em relação ao mesmo período do ano passado. Para o cálculo, foram excluídos os efeitos do ágio.

Já a carteira de crédito terminou o trimestre em R$ 10,814 bilhões, avanço de 16,7% em 12 meses e de 5,3% em três meses.

 

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

RAIO-X DO ORÇAMENTO

Fundo eleitoral, emendas do relator e reajuste dos servidores: 3 pontos do Orçamento para 2022 que mexem com a bolsa esta semana

Entre emendas parlamentares superavitárias e reajuste dos policiais federais, o Orçamento deve ser publicado no Diário Oficial na segunda-feira (24)

PEC DOS COMBUSTÍVEIS

Tesouro pode perder até R$ 240 bilhões com PEC dos Combustíveis e inflação pode ir para 1% — mas gasolina ficará só R$ 0,20 mais barata; confira análise

Se todos os estados aderirem à desoneração, a perda seria de cifras bilionárias aos cofres públicos, de acordo com a XP Investimentos

Seu Dinheiro no Sábado

E a bolsa ainda pulsa: os grandões do Ibovespa brilham e puxam o índice — mas e as demais empresas?

Além do ciclo aquecido das commodities e da entrada de recursos estrangeiros, também vale lembrar o desconto nos ativos domésticos

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) aprofunda queda da semana e é negociado aos US$ 35 mil hoje pela primeira vez em seis meses; criptomoeda já caiu 17% em sete dias

Especialista dá dicas de como sobreviver ao momento de “sangria” do mercado de criptomoedas — e o que não fazer no desespero

Dê o play!

A bolsa ainda pulsa, mas será um último suspiro? O podcast Touros e Ursos discute o cenário para o Ibovespa

No programa desta semana, a equipe do Seu Dinheiro discute o cenário para o Ibovespa e os motivos que fazem a bolsa brasileira subir