🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Cotação

Difícil relação de Trump com Opep leva preço do petróleo às alturas

Arábia Saudita e Rússia descartaram aumento na produção de petróleo para contenção de preços a pedido dos EUA

Luis Ottoni
Luis Ottoni
24 de setembro de 2018
13:08 - atualizado às 13:54
Donald Trump e primeiro-ministro da Arábia Saudita
Brent chegou a atingir a marca dos US$ 80,94, a maior desde novembro de 2014Imagem: Shutterstock

Em meio à difícil relação entre a Organização dos Países Exportadores do Petróleo (OPEP) e os Estados Unidos, os preços do barril do petróleo nesta segunda-feira, 24, chegaram ao maior valor em quatro anos.

O Brent para novembro, negociado em Londres, fechou o dia em alta de 3,05%, a US$ 81,20 o barril, maior cotação desde novembro de 2014. Já o WTI, negociado em Nova York, encerrou o pregão em alta de 1,83%, negociado a US$ 72,08 o barril.

'É monopólio'

Na última quinta-feira, 20, o presidente dos EUA, Donald Trump, pediu que a Opep baixasse os preços. Em seu Twitter, Trump acusou a organização de praticar monopólio.

"Nós protegemos os países do Oriente Médio, eles não estariam seguros por muito tempo sem nós e, ainda assim, eles continuam incentivando preços cada vez mais altos para o petróleo", disse.

A Arábia Saudita e a Rússia descartaram ontem a possibilidade de aumento na produção de petróleo bruto, rejeitando os pedidos de Washington.

Sem mudanças

Após o fim da reunião do grupo, em Argel, o ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, afirmou que os países que integram o acordo da Opep decidiram dar prosseguimento às diretrizes firmadas em junho, quando definiram que tentariam alcançar 100% das metas estabelecidas no pacto de redução na oferta de petróleo.

Mas Novak admitiu que a tensão comercial entre EUA e China e as sanções norte-americanas impostas ao Irã são desafios para o mercado de petróleo.

*Com Estadão Conteúdo

Compartilhe

NADA DE PARAR

O ciclo continua: Opep+ confirma aumento da oferta de petróleo em 100 mil barris por dia em setembro

3 de agosto de 2022 - 18:20

A previsão era encerrar o ciclo de altas na oferta no próximo mês; o acréscimo de barris de petróleo, portanto, será menor em comparação aos meses de julho e agosto

PETRÓLEO SEGUE EM ALTA

Biden sai por uma porta, Putin entra pela outra: Arábia Saudita aproveita a pechincha e aumenta importação de petróleo russo; commodity opera em alta hoje

18 de julho de 2022 - 11:16

O presidente americano Joe Biden fez sua primeira visita ao Oriente Médio, na tentativa de baratear o preço do petróleo; mas sem sucesso no alinhamento às sanções à Rússia

PETRÓLEO EM QUEDA

Seguindo os planos: Opep+ vai produzir 648 mil barris a mais por dia em agosto

30 de junho de 2022 - 16:52

O grupo manteve a decisão de elevar a produção de petróleo entre julho e agosto; a Opep+ tem realizado sucessivos aumentos para conter a alta dos preços dos combustíveis no mercado internacional

TENTANDO CONTER A ALTA

Fator Putin: Opep+ vai aumentar de novo a produção de petróleo em julho e agosto; saiba por quê

2 de junho de 2022 - 13:00

Na tentativa de conter a alta dos preços do petróleo, a Opep+ deve aumentar a produção diária em 600 mil barris

PETRÓLEO EM ALTA

Opep+ vai produzir 432 mil barris de petróleo a mais por dia em junho; saiba o por quê

5 de maio de 2022 - 11:39

Mesmo com o aumento da oferta de petróleo pela Opep, a cotação da commodity segue em alta. Nova reunião acontece em 2 de junho

IVAN SANT'ANNA

Ganância, dinheiro e poder – ou por que hoje só invisto em petróleo na hora de encher o tanque do carro

23 de outubro de 2021 - 7:25

Deixei de operar petróleo e jamais comprarei novamente papéis da Petrobras ou qualquer outra ação sobre a qual o governo tenha influência

Fim do impasse

Opep+ chega a acordo para elevar produção de petróleo

18 de julho de 2021 - 12:40

Acordo também encerra impasse entre Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos

Crescimento da economia

Opep eleva previsão para crescimento do PIB do Brasil em 2021, de 3% para 3,2%

15 de julho de 2021 - 9:54

A análise destaca que a atividade econômica voltou ao nível pré-pandemia no primeiro semestre e se mostrou “resiliente” à escalada de casos de coronavírus na primeira etapa do ano

Situação delicada

Impasse da Opep+ e variantes do coronavírus pesam no mercado de petróleo, avalia AIE

13 de julho de 2021 - 8:18

Em relatório mensal publicado nesta terça-feira, 13, a entidade com sede em Paris diz que se a Opep não conseguir superar o impasse atual

Esquenta dos Mercados

Dados da atividade econômica dos países devem movimentar os negócios, em meio ao medo da variante delta

1 de julho de 2021 - 8:05

O chamado PMI mede a atividade econômica, que tem apontado para uma retomada da economia para o segundo semestre

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar