Menu
2018-12-14T18:55:28-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
câmbio

Banco Central chama leilão de câmbio para segunda-feira

Operação no mercado à vista oferta até US$ 1 bilhão com vencimento em fevereiro e março de 2019

14 de dezembro de 2018
18:55
dólar
Imagem: Shutterstock

O Banco Central (BC) comunicou mais um leilão de linha com compromisso de recompra dentro da estratégia de prover liquidez ao mercado à vista de câmbio neste período de fim de ano.

A operação será realizada na segunda-feira, dia 17, e compreende a oferta de até US$ 1 bilhão em duas linhas com vencimento em fevereiro ou março de 2019. Os leilões acontecerão entre 12h15 e 12h35.

Essas operações são usuais no fim de ano em função do aumento na demanda por moeda à vista pelas empresas que fecham balanços e remetem os recursos para fora do país.

Os dados sobre o fluxo cambial na primeira semana de dezembro mostram a saída líquida de US$ 1,230 bilhão, depois de uma retirada de mais de US$ 6,6 bilhões ao longo do mês de novembro.

O BC vem fazendo esse tipo de operação desde o fim de novembro e o estoque ofertado ao mercado está em US$ 3,60 bilhões vincendos em 4 de fevereiro de 2019 e US$ 2,65 bilhões vincendos em 6 de março de 2019. Do total de US$ 6,25 bilhões, US$ 5 bilhões são “linhas novas” colocadas no mercado e US$ 1,25 bilhão é referente à rolagem de operação feita em agosto e que venceria no começo de dezembro.

Nesta sexta-feira, o dólar comercial encerrou o dia negociado a R$ 3,9066, alta de 0,58%. Na semana, o dólar acumulou leve alta de 0,29%, sobe 1,25% no mês e tem valorização de 17,9% em 2018.

Além das atuações pontuais no mercado à vista, o BC continua realizando diariamente a rolagem dos contratos de swaps cambiais que vencerão em janeiro de 2019. O swap equivale à venda de dólares no mercado futuro. O lote a vencer soma US$ 10,4 bilhões.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

PANDEMIA NO PAÍS

Covid-19: Brasil tem 142 mil óbitos e 4,74 milhões de casos acumulados

Do total de contaminados, 86% se recuperaram da doença

seu dinheiro na sua noite

Cheiro de pedalada e de drible no teto de gastos

Caro leitor, O governo bem que tentou se safar manejando o cobertor curto, mas pelo menos para o mercado financeiro, não colou. O anúncio do programa social Renda Cidadã nesta segunda-feira lançou um combo de preocupações nos investidores e atirou o Ibovespa na lama, totalmente na contramão do resto do mundo. O dólar, por sua vez, voltou […]

dinheiro à vista

CCR paga R$ 373,2 milhões em dividendos em 30 de outubro

Empresa pagará o correspondente a R$ 0,18477410142 por ação ordinária

Na contramão

Bolsa cai e dólar dispara depois de governo revelar como pretende financiar Renda Cidadã

Ibovespa abriu em alta, mas virou em meio à frustração dos investidores com o financiamento do programa que sucederá o Bolsa Família

em anúncio do renda cidadã

Guedes: Política dá o timing e desoneração está sendo estudada

No anúncio do novo programa social do presidente Jair Bolsonaro, o Renda Cidadã, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a proposta do governo foi feita com a busca da “verdade orçamentária”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements