Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-12-14T18:55:28-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
câmbio

Banco Central chama leilão de câmbio para segunda-feira

Operação no mercado à vista oferta até US$ 1 bilhão com vencimento em fevereiro e março de 2019

14 de dezembro de 2018
18:55
dólar
Imagem: Shutterstock

O Banco Central (BC) comunicou mais um leilão de linha com compromisso de recompra dentro da estratégia de prover liquidez ao mercado à vista de câmbio neste período de fim de ano.

A operação será realizada na segunda-feira, dia 17, e compreende a oferta de até US$ 1 bilhão em duas linhas com vencimento em fevereiro ou março de 2019. Os leilões acontecerão entre 12h15 e 12h35.

Essas operações são usuais no fim de ano em função do aumento na demanda por moeda à vista pelas empresas que fecham balanços e remetem os recursos para fora do país.

Os dados sobre o fluxo cambial na primeira semana de dezembro mostram a saída líquida de US$ 1,230 bilhão, depois de uma retirada de mais de US$ 6,6 bilhões ao longo do mês de novembro.

O BC vem fazendo esse tipo de operação desde o fim de novembro e o estoque ofertado ao mercado está em US$ 3,60 bilhões vincendos em 4 de fevereiro de 2019 e US$ 2,65 bilhões vincendos em 6 de março de 2019. Do total de US$ 6,25 bilhões, US$ 5 bilhões são “linhas novas” colocadas no mercado e US$ 1,25 bilhão é referente à rolagem de operação feita em agosto e que venceria no começo de dezembro.

Nesta sexta-feira, o dólar comercial encerrou o dia negociado a R$ 3,9066, alta de 0,58%. Na semana, o dólar acumulou leve alta de 0,29%, sobe 1,25% no mês e tem valorização de 17,9% em 2018.

Além das atuações pontuais no mercado à vista, o BC continua realizando diariamente a rolagem dos contratos de swaps cambiais que vencerão em janeiro de 2019. O swap equivale à venda de dólares no mercado futuro. O lote a vencer soma US$ 10,4 bilhões.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

OFERTA ADIADA

Por que Petrobras (PETR4) e Novonor decidiram suspender a venda bilionária de participação na Braskem (BRKM5)

As duas empresas adiaram a oferta que poderia movimentar mais de R$ 8 bilhões com a venda de até 154,9 milhões de ações da petroquímica

FIM DA SUSPENSÃO

Volta do sistema do Banco Central para consulta de dinheiro ‘esquecido’ em bancos já tem data marcada; veja quando o SVR estará novamente no ar

Quem tiver valores a receber também será informado sobre a data em que poderá solicitar a transferência dos recursos para sua conta

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa resiste em alta, as ofertas de ações da Arezzo e da Equatorial e uma pedra no sapato dos FIIs: veja as principais notícias desta quinta

Após o discurso duro do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, na tarde de ontem, o que desencadeou uma forte queda nas bolsas americanas, hoje foi dia de ajuste nas bolsas globais. O Ibovespa começou o dia novamente com uma alta substancial, ainda movido pela entrada de recursos estrangeiros na bolsa brasileira, aproveitando-se dos descontos […]

OLÉ!

Apple dribla crise de chips e justifica protagonismo entre big techs com trimestre histórico; confira desempenho da maçã e a reação do mercado

Os últimos três meses do ano são de extrema importância para a empresa, pois fornece a Wall Street uma visão de como seus produtos podem se comportar no ano seguinte

Fechamento Hoje

Em dia de ajuste pós-Fed, Ibovespa fecha em alta de mais de 1% e testa os 113 mil pontos; dólar cai

Piora em NY chegou a desacelerar as altas na bolsa brasileira, que conseguiu se recuperar na reta final do pregão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies