Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T11:48:19-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Eleições 2018

O fantasma da rejeição volta a assombrar Bolsonaro – atenção para bolsa e dólar

Segundo a pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira, 24, o candidato do PSL viu suas intenções de voto estagnarem e sua rejeição subir novamente

24 de setembro de 2018
19:36 - atualizado às 11:48
Fantasma
Rejeição a Bolsonaro é maior do que a observada antes do atentado sofrido pelo candidato - Imagem: Shutterstock

O cenário das eleições presidenciais trouxe novidades nesta segunda-feira e pode voltar a balançar os mercados no pregão de amanhã, 25. Depois do BTG Pactual registrar a estagnação de Jair Bolsonaro (PSL) com 33% das intenções de voto e a alta de Fernando Haddad (PT) para 23%, foi a vez do Ibope divulgar seus números e confirmar essas duas tendências.

Segundo a pesquisa divulgada na noite de hoje, 24, Bolsonaro manteve os mesmo 28% das intenções de voto apurados no levantamento anterior, enquanto Haddad cresceu de 19% para 22%. Ciro Gomes (PDT) segue com 11% e Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou dentro da margem de erro, de 7% para 8%.

Veja os números:

Jair Bolsonaro (PSL): 28%
Fernando Haddad (PT): 22%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
Marina Silva (Rede): 5%
João Amoêdo (Novo): 3%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Cabo Daciolo (Patriota): 0%
Vera Lúcia (PSTU): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 12%
Não sabe/não respondeu: 6%

Bolsonaro tem salto na rejeição

Outra notícia ruim para o candidato do PSL é a volta do fantasma da rejeição. O percentual de pessoas que não votariam nele de jeito nenhum saltou de 42% para 46%. O índice atual é maior inclusive do que o observado antes do atentado sofrido por Bolsonaro em 6 de setembro, quando tinha 44% de reprovação. No lado petista, Haddad também viu sua rejeição subir, de 29% para 30%.

Veja todos os números:
Bolsonaro: 46%
Haddad: 30%
Marina: 25%
Alckmin: 20%
Ciro: 18%
Meirelles: 11%
Cabo Daciolo: 11%
Eymael: 11%
Boulos: 11%
Vera: 10%
Alvaro Dias: 9%
Amoêdo: 9%
João Goulart Filho: 9%
Poderia votar em todos: 2%
Não sabe/não respondeu: 7%

Segundo turno

Apesar de líder nas pesquisas de intenção de voto para o primeiro turno, Bolsonaro não consegue superar nenhum adversário no segundo. Se a segunda etapa da disputa fosse hoje, ele perderia para Haddad, Ciro e Alckmin, além de só empatar com Marina.

Em um eventual confronto entre Haddad e Bolsonaro, o candidato do PT tem 43% das intenções de voto e o deputado fluminense apresenta 37%. No levantamento anterior, divulgado pelo Ibope no último dia 18, os dois estavam numericamente empatados, com 40% das intenções cada um.

Além de Haddad, Bolsonaro também perde para Ciro em uma simulação de segundo turno. Se houvesse uma disputa entre os dois, o pedetista venceria Bolsonaro por 46% a 35%. Há uma semana, havia empate técnico no confronto: Ciro tinha 40% contra 39% do candidato do PSL.

Alckmin também supera Bolsonaro na simulação de segundo turno. O tucano tem 41% contra 36% do capitão da reserva. Na pesquisa divulgada dia 18, os dois tinham o mesmo porcentual no cenário: 38%.

Após superar Marina Silva em uma simulação de segundo turno na semana passada (41% a 36%), o candidato do PSL agora empata com a candidata da Rede: 39% a 39%.

Sobe e desce no mercado

Os investidores seguem muito sensíveis a qualquer novidade sobre as eleições. Durante todo o pregão de segunda-feira se mostraram apreensivos com relação aos números do Ibope que sairia no fim do dia. O medo era de que candidaturas menos comprometidas com a agenda de reformas, como a do PT de Haddad e do PDT de Ciro, confirmassem a força mostrada na pesquisa do BTG.

Como o Ibope não apenas ratificou a tendência como mostrou cenários ainda piores no segundo turno, a expectativa é de que o mau humor volte a dominar os negócios nesta terça-feira.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O FISCAL ENLOUQUECEU

Com furo no teto, XP e BTG já esperam que a Selic suba 1,5 ponto percentual na próxima semana

A corretora também reviu suas projeções para o câmbio, inflação e PIB deste e do próximo ano

E-commerce de pneus

Cantu Store não se assusta com a farra fiscal e registra pedido de IPO na CVM

A companhia paranaense conta com 26 filiais em 17 unidades federativas e quatro centros de distribuição, além de duas marcas próprias

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Guedes diz que fica, o puxadinho do teto de gastos e outros destaques do dia

Pelo menos um dos temores do mercado teve um desfecho nesta sexta-feira (22) — Paulo Guedes segue sendo o ministro da Economia, e o país não vai passar o fim de semana na incerteza. Após as baixas recentes na equipe econômica, mas o capitão do navio continua firme. Diante de tantas incertezas e a confirmação […]

SUPEROU AS EXPECTATIVAS

Hypera (HYPE3) inicia temporada de balanços com alta de 50% na receita líquida — veja os destaques da farmacêutica no terceiro trimestre

Apoiadas pelo portfólio cada vez maior de medicamentos e pelas vendas aquecidas, outras linhas do balanço também deixaram para trás as projeções

FECHAMENTO DA SEMANA

‘Fico’ de Guedes não apaga mau humor do mercado com furo no teto de gastos e Ibovespa despenca na semana; dólar volta a R$ 5,70

O principal índice da bolsa brasileira fechou o dia em queda de 1,34%, aos 106.296 pontos — longe das mínimas, mas no menor nível desde novembro de 2020. Na semana, a queda foi feia, e o Ibovespa recuou mais de 7%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies