Menu
2018-10-28T19:26:23-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ELEIÇÕES 2018

Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil – e mercado financeiro deve fazer festa

Candidato recebeu a maioria dos votos no 2º turno e governará o país entre 2019 e 2022. A escolha fará a alegria do mercado financeiro que torce para o capitão reformado e espera a adoção de uma agenda liberal no próximo governo.

28 de outubro de 2018
19:14 - atualizado às 19:26
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro vota no Rio de Janeiro - Imagem: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, foi eleito neste domingo (28) o próximo presidente da República do Brasil. A escolha fará a alegria do mercado financeiro que torce para o capitão reformado e espera a adoção de uma agenda liberal no próximo governo.

Com 92% das urnas apuradas, ele teve 55,63% dos votos, contra 44,37% do petista Fernando Haddad. O resultado marca a ascensão da direita ao poder após 4 vitórias consecutivas do PT à presidência da República.

Bolsonaro tem 63 anos, é capitão reformado do Exército e começou a carreira política como vereador em 1988. Foi deputado federal pelo Rio entre 1991 e 2018. Ele chegou ao governo com um discurso anti-PT e uma promessa de que adotará uma agenda liberal.

O mercado financeiro abraçou a candidato depois que a campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) deu sinais de que não iria decolar. Com o apoio do economista Paulo Guedes, Bolsonaro promete um governo liberal, disposto a ajustar as contas públicas, realizar a reforma da Previdência e seguir com a agenda de privatizações.

'Rali Bolsonaro'

Durante a campanha, na medida em que as intenções de voto em Bolsonaro cresciam, a Bolsa de Valores de São Paulo disparou no que se chamou de "rali Bolsonaro".

A continuidade do otimismo no mercado financeiro depende da equipe econômica que ele irá anunciar. Guedes é nome certo no próximo governo, mas ainda faltam as indicações para o BNDES e Banco Central, por exemplo.

*Com Estadão Conteúdo

Leia também:

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Rompimento da barragem

Um ano após Brumadinho, alta cúpula da Vale tenta se defender de acusações

Foi dentro de um jato particular da Vale, durante a viagem de volta ao Brasil, depois de participar do Fórum Econômico de Davos, na Suíça, que Fabio Schvartsman, então presidente da mineradora, recebeu a notícia do rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). Um ano após a tragédia de 25 de janeiro, […]

Fórum Econômico Mundial

Guedes, Doria e Huck sobem a montanha mágica de Davos — mas com intenções distintas

O ministro da Economia, Paulo Guedes; o governador de São Paulo, João Doria; e o apresentador de TV Luciano Huck brigam pelo protagonismo na edição deste ano do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça

Seu mentor de investimentos

Estamos diante de um novo ciclo de alta das commodities?

No passado, dois bull markets de commodities deram enorme força à economia do Brasil. E, para o Ivan Sant’Anna, um novo ciclo de alta desses produtos está se desenhando no horizonte — o que abre enormes possibilidades de investimento

Parceiros

Brasil fecha acordo de cooperação técnica com a Alemanha na agricultura

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, assinou um acordo de cooperação com a Alemanha para o desenvolvimento do setor — a parceria durará, ao menos, três anos

APOSENTE-SE AOS 40 OU O QUANTO ANTES

3 Erros que vão ATRASAR sua aposentadoria

Aproveitando o clima de começo de ano, em que listas e regras para alcançar objetivos se proliferam mais rápido que o mosquito da dengue, decidi dar a minha contribuição numa lista diferente.

Enxugando

Bancos públicos devem acelerar vendas de ativos em 2020

Juntos, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e BNDES devem vender, só no primeiro semestre de 2020, mais de R$ 60 bilhões em ativos

Obras a todo vapor

A economia brasileira segue patinando, mas o setor de construção dá sinais de força

O segmento de construção continua aquecido, com a retomada nos lançamentos e um crescimento no volume de vendas. E as prévias operacionais da Helbor, Direcional e MRV dão suporte ao otimismo do mercado

Aval do presidente

Bolsonaro aprova fundo eleitoral de R$ 2 bilhões em orçamento para 2020

O presidente Jair Bolsonaro aprovou a inclusão do fundo eleitoral no Orçamento do governo de 2020 — um mecanismo que prevê gastos de R$ 2 bilhões para as campanhas das eleições municipais

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

MAIS LIDAS: Bolha? Que bolha?

A matéria que discute uma suposta bolha nos fundos imobiliários foi a mais lida desta semana. Oi, aposentadoria e bolsa também estiveram entre os assuntos de destaque

Em busca de investidores

Guedes vai a Davos para ‘vender’ o Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, será a principal autoridade brasileira no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements