Menu
2019-04-01T10:46:11-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Novo governo

Bolsonaro vai fazer ‘pente-fino’ de cargos em bancos estatais

Governo de transição estuda corte de executivos em cargos com salários entre R$ 30 e R$ 60 mil

13 de novembro de 2018
6:36 - atualizado às 10:46
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro - Imagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

A equipe de transição do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), está planejando cortes em cargos com altos salários em bancos estatais. A informação é do jornal "Estado de S. Paulo" desta terça-feira, 13.

Bolsonaro classifica os cortes como um "aparelhamento" dos bancos federais das gestões do MDB e PT. Devem ser afetados funcionários de carreira do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, BNDES, Banco Nordeste e Banco da Amazônia.

O objetivo do presidente eleito é mexer nos cargos executivos: demitir não concursados, afastar indicados políticos e extinguir funções. Por isso, a equipe de transição já prepara relatórios que vão apontar quem é quem em cargos com salários entre R$ 30 mil e R$ 60 mil. Em relação aos executivos de carreira, o novo governo também pretende cortar benefícios.

A equipe do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, e dos generais da reserva que atuam na organização do próximo governo solicitou formalmente à gestão Temer a lista de apadrinhados em toda a máquina pública. Essa triagem está sendo feita pela equipe de Carlos Marun (MDB), atual chefe da Secretaria de Governo.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

FECHAMENTO DA SEMANA

Ufa! Ibovespa avança quase 5% em semana de alta volatilidade, mas dólar vai a R$ 5,68

A PEC emergencial e a disparada dos títulos públicos norte-americanos monopolizaram o noticiário, pressionando o câmbio e a bolsa

Regime especial

STF forma maioria para manter sigilo das informações do programa de repatriação

A análise tem origem em uma ação proposta pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) em 2017.

Algo não agradou

Guedes vê perda estrutural em PEC do auxílio

O sentimento na equipe de Guedes foi de perda da possibilidade de acionamento dos gatilhos em caso de calamidade por mais dois anos seguintes

DIÁRIO DE BORDO

À procura de um porto seguro para seu dinheiro em tempos turbulentos no Brasil? Veja onde investir

Se “mar calmo nunca fez bom marinheiro”, o que aprendi nesses meus 25 anos de mercado financeiro é que em momentos de ruídos e turbulências precisamos ser ainda mais persistentes e consistentes em nossos investimentos.

Suspeita de crime

CVM confirma processo para investigar suposto ‘insider trading’ na Petrobras

A suspeita de que alguém pode ter lucrado R$ 18 milhões com o vazamento de informações sobre o que ocorreria na estatal vieram à tona no início da semana e mexeram com os ânimos do mercado.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies