Menu
2018-12-23T17:10:50-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro

Às vésperas de posse de Bolsonaro, otimismo de brasileiro com economia dispara

Cerca de dois em cada três entrevistados pelo Datafolha acham que a situação econômica do Brasil vai melhorar nos próximos meses; em agosto, proporção era de dois para dez

23 de dezembro de 2018
10:37 - atualizado às 17:10
O Presidente eleito Jair Bolsonaro, fala com a imprensa após reunião com os futuros comandantes das Forças Armadas, no Comando da Marinha, em Brasília.
O presidente eleito Jair BolsonaroImagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O já sabido otimismo do mercado com a economia brasileira começa a encontrar respaldo também em outros estratos da população. É o que indica uma nova pesquisa Datafolha, realizada com 2.077 brasileiros, em 130 municípios, nos dias 18 e 19 deste mês.

Segundo o instituto, nada menos que 65% dos entrevistados acreditam que a situação econômica do país vai melhorar nos próximos meses. A diferença é grande em relação ao último levantamento, feito em agosto, quando apenas 23% enxergavam o futuro dessa forma.

A notícia é ainda mais animadora para o governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro. Embora a parcela de otimistas tradicionalmente cresça no período que antecede a posse do mandatário máximo da República, o índice supera todos os registrados pela série histórica, iniciada em 1997, no governo Fernando Henrique Cardoso.

O brasileiro também está mais otimista em relação às próprias perspectivas econômicas. Nada menos que 67% dizem acreditar que estarão em melhor situação à frente. Em agosto, eram apenas 38%.

Quando o assunto é evolução do mercado de trabalho, os números também revelam uma mudança de humor. Enquanto, em agosto, 19% dos entrevistados prediziam que o desemprego iria cair, agora são 47%. A proporção também é a maior da série, esta iniciada em 1995.

Na contramão...

Na outra ponta da pequisa, cai o contingente de pessimistas. Apenas 9% dos entrevistados preveem uma piora na situação econômica do país, ante 31% em agosto. Na avaliação das finanças pessoais, a parcela passou de 14% para 6%.

Quanto ao futuro do mercado de trabalho, 29% ainda acreditam no aumento do desemprego. No último levantamento, porém, o índice estava na casa dos 48%.

Agora, resta saber se todo esse otimismo vai se traduzir em apoio efetivo a uma série de reformas necessárias para a retomada do crescimento.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

DE OLHO NO LONGO PRAZO

Ouro ou imóveis: qual o melhor investimento para defender seu patrimônio?

Na hora da crise, os dois investimentos são considerados capazes de salvar seu dinheiro do derretimento dos mercados no longo prazo.

crise de saúde

Brasil tem 28.834 mortes por covid-19

Foram incluídas nas estatísticas 33.274 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 498.440 casos confirmados

conflito entre poderes

‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro sobre decisões do STF e e TSE

Decisões recentes de Cortes miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018

dados da anp

403 estão contaminados pelo coronavírus em unidades de produção de petróleo

ANP reiterou o registro de uma morte de funcionário de uma embarcação de apoio à produção que desembarcou no dia 24 de abril

crise política

PF quer ouvir Bolsonaro no inquérito sobre interferências na corporação

Como presidente, Bolsonaro pode optar pelo depoimento por escrito

situação crítica

Acordo fixa prazo de 20 dias para análise de pedidos de auxílio de R$ 600

Em redes sociais, usuários chegam a relatar espera superior a 40 dias para receber uma resposta da solicitação

conflito entre poderes

Maia diz que Bolsonaro ‘desorganiza e gera insegurança’

Na última quinta-feira, 28, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), se reuniu com Bolsonaro para pedir a pacificação entre os Poderes. Maia decidiu não acompanhar o colega na visita

sem reabertura agora

Prefeitura de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho

De acordo com Covas, não haverá nenhum tipo de mudança na autorização de funcionamento dos setores que atualmente estão proibidos de abrir à população.

diante da crise

Abrindo a economia agora, vamos ter de fechar de novo, diz ex-presidente do BC

Affonso Celso Pastore disse que vê como prematura a reabertura antes do início do achatamento da curva de mortes pela Covid-19; estados anunciaram nos últimos dias a flexibilização

histórico

SpaceX, do bilionário Elon Musk, lança astronautas da Nasa pela primeira vez; veja vídeo

Neste sábado, às 16h22 (pelo horário de Brasília), foguete da empresa decolou, marcando mais um avanço do setor privado sobre a exploração espacial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements