Menu
2018-10-01T21:13:33-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Eleições 2018

Bolsonaro ganha fôlego em pesquisa Ibope e rejeição a Haddad dispara

Candidato do PSL subiu 4 pontos no cenário estimulado do primeiro turno e tem resultados mistos nas simulações de segundo turno

1 de outubro de 2018
21:10 - atualizado às 21:13
haddad-bolsonaro
Rejeição a Haddad tem forte alta desde a semana passada - Imagem: Flickr/Fotos Públicas

Depois do banco BTG Pactual e o Instituto FSB abrirem a última semana de campanha (que por sinal será recheada de pesquisas eleitorais) com seu mais recente levantamento sobre a corrida ao Planalto, o Ibope divulgou nesta segunda-feira, 1º, mais uma pesquisa de intenção de voto para presidente. No total, foram ouvidos 3.010 eleitores entre os dias 29 de setembro e 30 de setembro.

Veja os números completos do Ibope:

Jair Bolsonaro (PSL): 31%
Fernando Haddad (PT): 21%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
Marina Silva (Rede): 4%
João Amoêdo (Novo): 3%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 0%
Guilherme Boulos (PSOL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 12%
Não sabe/não respondeu: 5%

De acordo com o Ibope, o nível de confiança da pesquisa é de 95%. Na prática isso significa que há 95% de chance de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Rejeição a Haddad tem forte alta

O Datafolha também fez um levantamento da rejeição dos presidenciáveis. Chama a atenção a forte alta na rejeição ao nome de Fernando Haddad, que passou de 27% para 38% entre o dia 26 e hoje. A rejeição a Bolsonaro se manteve como a mais alta

Confira os números:

Bolsonaro: 44%
Haddad: 38%
Marina: 25%
Alckmin: 19%
Ciro: 18%
Meirelles: 10%
Cabo Daciolo: 10%
Eymael: 17%
Boulos: 10%
Vera: 9%
Alvaro Dias: 9%
Amoêdo: 8%
João Goulart Filho: 7%
Rejeita todos/não votaria em nenhum: 6%
Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
Não sabe: 6%

Segundo turno

Foram feitas quatro simulações para o segundo turno com os cincoo candidatos mais bem posicionados na primeira etapa da disputa.

Os resultados mostram que Bolsonaro perde para Alckmin e Ciro, empata com Haddad e vence Marina.

Veja os números:

Ciro 45X% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 13%; não sabe: 3%)
Alckmin 42% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 17%; não sabe: 3%)
Haddad 42% x 42% Bolsonaro (branco/nulo: 14%; não sabe: 3%)
Bolsonaro 43% x 38% Marina (branco/nulo: 17%; não sabe: 2%)

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Em terras indígenas

Governo aceita atropelar Ibama e Funai em linhão de Roraima para garantir privatização da Eletrobras

A obra, planejada para conectar o estado ao sistema elétrico nacional, deveria ter sido entregue em 2015, mas esbarrou em um impasse com comunidades indígenas

Ao vivo

Líderes do PSDB e Podemos orientam partidos a votarem contra a MP da Eletrobras; acompanhe a análise no Senado

A Medida Provisória (MP) que viabiliza a privatização da Eletrobras é analisada pelo Senado nesta quinta-feira (17)

Novela sem fim

Senadores articulam aprovação da MP da Eletrobras sem os ‘jabutis’ polêmicos, mas fazem novas adições ao texto

Os senadores sabem, no entanto, que essa alternativa pode não ser bem sucedida e que a Câmara vai resgatar os trechos retirados

Parlamentares furiosos

CPI suspende trabalhos pede condução coercitiva do empresário Carlos Wizard

Wizard é apontado como um dos integrantes de um suposto “gabinete paralelo” de aconselhamento ao governo para ações de combate à pandemia

Sobre shoppings e alianças

Como “compra por vingança”, casamentos adiados e bebês podem beneficiar a Vivara

Ao reafirmar recomendação de compra, XP explica como retomada de planos familiares e a vontade de consumir vão beneficiar a produtora de joias

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies