Menu
2018-10-01T21:13:33-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Eleições 2018

Bolsonaro ganha fôlego em pesquisa Ibope e rejeição a Haddad dispara

Candidato do PSL subiu 4 pontos no cenário estimulado do primeiro turno e tem resultados mistos nas simulações de segundo turno

1 de outubro de 2018
21:10 - atualizado às 21:13
haddad-bolsonaro
Rejeição a Haddad tem forte alta desde a semana passada - Imagem: Flickr/Fotos Públicas

Depois do banco BTG Pactual e o Instituto FSB abrirem a última semana de campanha (que por sinal será recheada de pesquisas eleitorais) com seu mais recente levantamento sobre a corrida ao Planalto, o Ibope divulgou nesta segunda-feira, 1º, mais uma pesquisa de intenção de voto para presidente. No total, foram ouvidos 3.010 eleitores entre os dias 29 de setembro e 30 de setembro.

Veja os números completos do Ibope:

Jair Bolsonaro (PSL): 31%
Fernando Haddad (PT): 21%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
Marina Silva (Rede): 4%
João Amoêdo (Novo): 3%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 0%
Guilherme Boulos (PSOL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 12%
Não sabe/não respondeu: 5%

De acordo com o Ibope, o nível de confiança da pesquisa é de 95%. Na prática isso significa que há 95% de chance de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Rejeição a Haddad tem forte alta

O Datafolha também fez um levantamento da rejeição dos presidenciáveis. Chama a atenção a forte alta na rejeição ao nome de Fernando Haddad, que passou de 27% para 38% entre o dia 26 e hoje. A rejeição a Bolsonaro se manteve como a mais alta

Confira os números:

Bolsonaro: 44%
Haddad: 38%
Marina: 25%
Alckmin: 19%
Ciro: 18%
Meirelles: 10%
Cabo Daciolo: 10%
Eymael: 17%
Boulos: 10%
Vera: 9%
Alvaro Dias: 9%
Amoêdo: 8%
João Goulart Filho: 7%
Rejeita todos/não votaria em nenhum: 6%
Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
Não sabe: 6%

Segundo turno

Foram feitas quatro simulações para o segundo turno com os cincoo candidatos mais bem posicionados na primeira etapa da disputa.

Os resultados mostram que Bolsonaro perde para Alckmin e Ciro, empata com Haddad e vence Marina.

Veja os números:

Ciro 45X% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 13%; não sabe: 3%)
Alckmin 42% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 17%; não sabe: 3%)
Haddad 42% x 42% Bolsonaro (branco/nulo: 14%; não sabe: 3%)
Bolsonaro 43% x 38% Marina (branco/nulo: 17%; não sabe: 2%)

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Vai resolver?

Temos ferramentas para boa gestão da dívida e trazê-la a patamar menor, diz secretário

Ele participou da posse do novo diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Alexandre Rangel.

Primeira vez no mês

Investidores estrangeiros retiram R$ 163,047 milhões da B3 no pregão de 20/11

Naquele dia, o Ibovespa teve queda de 0,59%, a 106.042,48 pontos e giro financeiro de R$ 24,4 bilhões, em dia de preocupação com o avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil e no mundo, além da volta à pauta do risco fiscal.

narrativa em xeque

Mercado é completamente insensível a casos como o do Carrefour, diz gestor pioneiro em ESG

Diretor da Fama Investimentos afirma que investidores só reagiram após a repercussão de assassinato de homem negro em unidade da rede, não com a morte em si; caso põe pressão sobre narrativa ESG

Apertou

Secretário do tesouro diz que espaço para extensão de auxílio é muito reduzido

Funchal participa de audiência pública na Comissão Mista que discute as ações do governo de combate à covid-19.

RECOMENDANDO COMPRA

Cenário positivo abre caminho para valorização de 51% da Petrobras, diz BofA

Banco eleva recomendação para ações preferenciais a compra, citando que empresa é beneficiada por recuperação econômica e reestruturação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies