Menu
2018-12-11T09:48:40-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
câmbio

Banco Central fará novo leilão de linha no valor de US$ 1 bilhão

Depois de uma semana fora do mercado, BC retoma atuação no mercado à vista nesta terça-feira

10 de dezembro de 2018
19:05 - atualizado às 9:48
pá-de-dolares
Imagem: Shutterstock

O Banco Central (BC) fará novo leilão de linha com compromisso de recompra nesta terça-feira. O montante ofertado será de até US$ 1 bilhão com liquidação para fevereiro e março de 2019. A última atuação do tipo tinha acontecido na terça-feira da semana passada.

Nesse tipo de atuação o BC “empresta” os dólares das reservas internacionais que terão de ser devolvidos posteriormente. As atuações têm acontecido desde o fim de novembro conforme aumentou a demanda por moeda à vista para remessas para fora do país.

Os dados sobre o fluxo cambial em novembro mostraram uma saída líquida de US$ 6,6 bilhões, maior desde 2008 para meses de novembro. As retiradas ficaram concentradas na conta financeira, que teve saída de quase US$ 13 bilhões. Na quarta-feira, o BC atualizará os dados referentes à primeira semana de dezembro.

Segundo o BC, o estoque atual de operações de venda conjugadas com operações de compra, nome formal da linha, é de US$ 3,10 bilhões vincendos em 4 de fevereiro de 2019 e US$ 2,15 bilhões com vencimento em 6 de março de 2019. Desse total de US$ 5,25 bilhões, US$ 4 bilhões são “linhas novas” colocadas no mercado e US$ 1,25 bilhão é referente à rolagem de operação feita em agosto e que venceria no começo de dezembro.

Nesta segunda-feira, o dólar comercial encerrou com alta de 0,69%, negociado a R$ 3,9223. Na máxima do dia, a moeda chegou a ser negociada a R$ 3,9459.

Os leilões de linha são habituais ao menos desde 2011 nos meses de novembro e, principalmente, dezembro conforme aumenta a demanda por moeda física pelas empresas e fundos que estão fechando balanços anuais. Agora em 2018 parece estar ocorrendo uma antecipação desta demanda.

Além das atuações pontuais no mercado à vista, o BC continua realizando diariamente a rolagem dos contratos de swaps cambiais que vencerão em janeiro de 2019. O swap equivale à venda de dólares no mercado futuro. O lote a vencer soma US$ 10,4 bilhões.

Quando o BC promove a rolagem integral dos contratos de swaps ele se mantém “neutro” no mercado, sem alterar o atual estoque total de US$ 68,9 bilhões. Se a opção fosse por não realizar a rolagem ou mesmo pela rolagem parcial, o efeito líquido no mercado seria de compra de dólares no mercado futuro.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Revolta

Lojistas de shopping vão à Justiça para mudar índice de reajuste de aluguel

Indicador tradicionalmente usado para corrigir contratos de aluguel, o IGP-M subiu 23,14% em 2020, a maior alta em quase duas décadas.

BOA NOTÍCIA

Acionistas vão se beneficiar da nova política de dividendos da Copel

Novos parâmetros definidos pela empresa podem resultar em pagamentos significativos no curto prazo, segundo Goldman Sachs

Mercados hoje

Ibovespa recua com o peso das incertezas domésticas; dólar sobe

Os investidores repercutem hoje a decisão do Copom de manter a taxa básica de juros em 2% ao ano e a derrubada do forward guidance. Lá fora, bolsas seguem no embalo da posse do novo presidente dos EUA

Exile on Wall Street

Como planejar sua aposentadoria rápida?

Não sei exatamente onde está a melhor resposta para esse tipo de indagação, mas desconfio que não esteja nos livros de economia e finanças.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies