Menu
2018-11-08T20:08:51-02:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Mercado esperava um lucro

Cyrela pisa feio na bola e decepciona acionistas ao aumentar seu prejuízo no 3º trimestre

Com resultado negativo em R$ 121 milhões, empresa amarga o terceiro trimestre consecutivo de perdas

8 de novembro de 2018
20:06 - atualizado às 20:08

O que já estava ruim, ficou ainda pior. A incorporadora Cyrela Brazil Realty não só amargou seu terceiro prejuízo consecutivo, como ampliou seu revés no 3º trimestre. A companhia apresentou perdas líquidas de R$ 121 milhões, número cerca de 17 vezes maior do que o registrado no mesmo período de 2017 (R$ 7 milhões).

O resultado ficou totalmente fora do esperado pelo mercado. Os analistas consultados pela Bloomberg projetavam, em média, um lucro líquido de R$ 11,8 milhões no trimestre.

Desde o início do ano, a Cyrela vem colecionando dados negativos: no 1º trimestre, prejuízo de R$ 32,8 milhões; no 2º, prejuízo de R$ 11,7 milhões; e agora no 3º mais um tombo de R$ 121 milhões.

Segundo o balanço, dentro do conjunto de impactos negativos para a companhia estão: R$ 29 milhões com impairment de um terreno no Rio de Janeiro; perda de R$ 31 milhões com novas contingências; e R$ 94 milhões referentes a despesas reparatórias na região Nordeste, sendo R$ 32 milhões já desembolsados e R$ 62 milhões em virtude de provisão realizada.

Além disso, o resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 1 milhão, revertendo ganho de R$ 12 milhões registrado um ano antes.

Nem tudo é tempestade

Por outro lado, a receita líquida totalizou R$ 725 milhões, o que representa uma alta de 21,2% na mesma base de comparação, reflexo do maior volume de operações de lançamentos e vendas nos últimos meses. A companhia não divulga o indicador Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização).

O resultado líquido da Cyrela também contou com ganhos de R$ 24 milhões referente à participação na Cury e R$ 28 milhões de consumo provisão para risco de crédito referente aos distratos.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Aviação regional

Governo quer licitar cinco blocos de aeroportos na Amazônia Legal

Pontapé inicial será no Amazonas, onde o governo espera transferir para uma empresa a operação de oito aeroportos regionais em 2022

Reforma Tributária

Cresce resistência a “nova CPMF”

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, avisou a interlocutores que a criação do imposto dificilmente passará no Congresso

Reforma Tributária

Dúvida é adotar desoneração da folha horizontal ou vertical

Há consenso sobre desonerar as empresas de tributos sobre os salários de quem ganha até um salário mínimo, mas forma ainda está em discussão no Executivo.

Referente a 2019

BR Distribuidora vai pagar R$ 547,2 milhões em dividendos adicionais

Valor equivale a R$ 0,4687 por ação, e será pago em 30 de setembro.

2 anos de Seu Dinheiro

Poupança foi a pior aplicação dos últimos dois anos; saiba quais foram os investimentos mais rentáveis do período

O Seu Dinheiro completa dois anos de existência, acompanhando o investidor por um período de fortes emoções: alta volatilidade, grandes acontecimentos e queda de juros no mundo. Mesmo assim, correr algum risco valeu a pena.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements