Menu
2019-08-29T10:23:29+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Estratégias de guerra

China diz que continua discutindo com EUA sobre diálogo marcado para setembro

O governo da China adotou um tom mais amistoso em relação à guerra comercial com os EUA — e as sinalizações foram suficientes para dar ânimo aos mercados

29 de agosto de 2019
9:55 - atualizado às 10:23
China
A guerra comercial entre EUA e China ganhou um novo desdobramento nesta quinta-feira (29)Imagem: Shutterstock

O Ministério de Comércio da China disse nesta quinta-feira que Pequim e Washington continuam "em comunicação efetiva" sobre a guerra comercial, e que ambos os lados estão discutindo se seguirão adiante com negociações marcadas para setembro.

Porta-voz do ministério, Gao Feng disse em coletiva de imprensa semanal que a China tem amplas medidas retaliatórias para tomar contra eventuais aumentos de tarifas dos EUA. Ele também apelou a Washington que crie as condições necessárias para que as conversas bilaterais tenham continuidade.

As tensões entre as duas maiores economias do mundo se intensificaram de forma dramática na última sexta-feira (23), depois que Pequim e Washington fizeram novas ameaças tarifárias. Desde então, os mercados entraram num período de intensa cautela — o dólar ganhou força ante as divisas emergentes e as bolsas tem sofrido com perdas.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

No começo da semana, o presidente dos EUA, Donald Trump, declarou que os dois países retomarão negociações em breve e disse acreditar ser possível fechar um acordo comercial. Na quarta-feira (28), o republicano afirmou que as conversas com a China estão "indo muito bem".

A sinalização mais amistosa do governo de Pequim deu ânimo aos mercados financeiros na manhã desta quinta-feira (29) e elevou o apetite ao risco por parte dos investidores. Nos Estados Unidos, os futuros das bolsas de Nova York exibem ganhos firmes; no câmbio, o dólar devolve parte das altas recentes em relação às moedas emergentes.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Diplomacia

Bolsonaro e líderes tentam vender o peixe dos Brics a empresários

Presidentes do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul contam a empresários o que têm feito para melhorar o ambiente de negócios

Na ponta do lápis

Natura, brMalls, Qualicorp… os balanços que movimentam os mercados nesta quinta-feira

Resultados das companhias vieram mistos, com dados positivos e negativos para todos os lados. Confira cada um deles

Seu Dinheiro na sua noite

A quarta-feira 13 da Via Varejo

Assim como no cinema, as histórias das empresas com ações na bolsa podem ser divididas em vários gêneros, para todos os gostos. Existem as comédias, estreladas por aquelas companhias que vivem arrancando sorrisos de seus acionistas com crescimento das operações e do lucro. Temos também os faroestes, de empresas em setores que enfrentam forte competição. […]

Corrupção em SP

Lava Jato fecha acordo de leniência de R$ 214 milhões com Andrade Gutierrez

Documento refere-se a ilícitos cometidos pela companhia em obras do Metrô de São Paulo, Prefeitura de São Paulo, CPTM, DERSA, EMTU e CODESP nos governos do PSDB

Medidas do governo

Pesquisa mostra que 57% dos brasileiros reprovam congelamento de salários de servidores

Levantamento da XP mostra também que o conhecimento sobre o pacote de reformas estruturais apresentado no início deste mês é limitado

O Disney Plus vem aí

Te cuida, Netflix: o novo serviço de streaming da Disney já tem 10 milhões de usuários

As ações da Disney dispararam com a informação de que, em apenas um dia, o novo serviço de streaming da companhia já conta com 10 milhões de usuários. E agora, Netflix?

Próximos passos

Banco dos BRICS quer trabalhar com mais empréstimos em moedas locais

NDB tem como foco o financiamento de projetos no Brasil, na Rússia, na Índia, na China e na África do Sul

Trato feito

Grupo Prumo e Siemens AG assinam acordo de cooperação em projetos de energia

Assinatura ocorreu durante a reunião do BRICs, em cerimônia que contou com a presença dos principais executivos das companhias envolvidas

Ficou difícil

Negociação EUA-China trava por questão de compras agrícolas, dizem fontes

Impasse sobre agricultura cria outro obstáculo no caso, conforme Pequim e Washington tentam fechar a fase 1 do acordo

Mantendo relações

Bolsonaro confirma viagem à Índia em janeiro de 2020

Mais cedo, presidente teve reunião com o presidente da China, Xi Jinping, para a assinatura de acordos bilaterais

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements