Menu
2019-10-02T09:27:58+00:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Supermercado com carinha de banco

Após compra de participação em fintech, Carrefour Brasil busca acelerar transformação digital

Com a aquisição, a empresa passará a oferecer uma conta digital que deixa mais fácil para os clientes a realização de pagamentos e a distribuição de produtos e serviços digitais no Brasil

2 de outubro de 2019
8:25 - atualizado às 9:27
carrefour
Carrefour - Imagem: Shutterstock

A união entre grandes companhias e fintechs está se tornando comum. Depois da Via Varejo anunciar o lançamento de seu banco digital próprio, agora foi a vez do  Carrefour Brasil entrar no segmento das contas digitais. A empresa informou nesta terça-feira (01) a compra de 49% da fintech Ewally. A transação faz parte da estratégia de transformação digital e a entrada da companhia no setor de contas digitais.

Com a aquisição, o Carrefour passará a oferecer uma conta digital que deixa mais fácil para os clientes a realização de pagamentos e a distribuição de produtos e serviços digitais no Brasil . A Ewally já opera oferecendo uma ampla cesta de serviços. A companhia não divulgou o valor total da transação, mas informou que tem a opção de compra do controle após três anos.

Os usuários terão acesso ao serviço de forma totalmente online. Por meio de um aplicativo, os clientes poderão pagar contas, transferir dinheiro, realizar cobranças e recargas no celular. Segundo o comunicado, a maior parte dos serviços são gratuitos e a parceria busca acelerar a disponibilização de novos serviços financeiros aos consumidores.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Embora o e-commerce ainda pese pouco no resultado do Carrefour, a empresa tem crescido no setor, principalmente com após a sua parceria com o super-app Rappi. As estratégias para exploração da venda online de alimentos fazem parte de um plano estratégico global da rede, que em meio a sua transformação digital quer também conhecer melhor o consumidor.

Assim como outras parcerias recentes entre empresas consolidadas e fintechs, a Ewally busca aumentar a democratização financeira, levando uma nova experiência de uso do dinheiro, principalmente para a população que não tem acesso ao sistema financeiro. Segundo o CEO do Banco Carrefour, Carlos Maud, a companhia espera oferecer benefícios para pessoas que ainda não contam com acesso aos cartões Carrefour e Atacadão.

Para Paula Cardoso, CEO do Carrefour e-Business Brasil, a parceria entre a rede e a fintech Ewally irá  facilitar a jornada de compra dos clientes em toda a área de atuação do Carrefour. "Com o desenvolvimento de tecnologia de ponta da startup, vamos democratizar o acesso a serviços financeiros a atuais e novos clientes, além de levar inovações em meios de pagamento para nossos diferentes formatos”.

 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Vitória do governo

Câmara aprova texto-base da MP que reformula estrutura do Executivo

No início da votação, o PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro que vive uma crise interna, obstruiu a tramitação e tentou esvaziar o quórum do plenário

Investigação

CVM aplica R$ 82 milhões em multas em esquema intermediado por Cruzeiro do Sul

Inquérito aberto em 2010 pela xerife do mercado de capitais identificou prejuízos milionários a fundos de pensão de estatais como Copel, Eletronuclear, Correios e Cedae

Em meio à crise

Líder do PSL na Câmara diz que partido não vai expulsar nenhum parlamentar

Delegado Waldir negou também que vá haver qualquer retaliação do partido em relação ao governo do presidente Jair Bolsonaro

Perto do fim

CCJ do Senado marca reunião para analisar emendas do 2º turno da reforma da Previdência

Até o momento, senadores apresentaram nove sugestões de alteração, que mexem na redação da proposta

Seu Dinheiro na sua noite

Quando a realidade se impõe

Groucho Marx dizia que jamais faria parte de um clube que o aceitasse como sócio. Durante muito tempo os brasileiros trataram erroneamente a bolsa de valores como o tipo de clube desprezado pelo lendário comediante. Mas essa realidade começa a mudar. Quem decidiu ingressar no clube da renda variável no início do ano obteve um […]

De olho no gráfico

S&P vai, não vai, fez que vai…

Apesar da recente alta em um dos principais índices da bolsa de Nova York, Fausto Botelho ainda projeta um ciclo de queda

Dados do Tesouro

União honra R$ 442,6 milhões e dívidas de governos estaduais em setembro

Nos primeiros nove meses de 2019, o governo federal precisou desembolsar R$ 5,695 bilhões para honrar dívidas garantidas pela União de quatro Estados

Papo reto

Para Sabesp, metas definidas pelo relator no marco do saneamento são difíceis de atender

Entre os pontos tidos como difíceis de cumprir está o limite de 25% para subdelegações pelo prestador de serviços

Falando em projetos...

Na reforma da Previdência dos militares, contribuições devem aumentar mais rápido que o proposto pelo governo

Segundo relatório da Câmara, a cobrança que hoje é de 7,5% passará a 9,5% já no ano que vem, chegando a 10,5% em 2021

Gestoras

JGP lista 6 fatores que devem impulsionar a economia e empurrar a bolsa para cima em 2020

Gestora acredita que migração de renda fixa para ações vai continuar dando força ao Ibovespa. Carta de setembro também faz uma defesa do teto de gastos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements