Menu
2019-09-15T12:52:43-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
novela com o bilionário

Executivo das criptomoedas pagou US$ 4,6 milhões por almoço com Warren Buffett – mas encontro pode não acontecer

CEO da Tron, Justin Sun, venceu leilão beneficente que promove um encontro com o lendário investidor, mas história teve desdobramentos inesperados

14 de setembro de 2019
13:39 - atualizado às 12:52
justinsun_60322442_2289217618060750_1692284951588982243_n
O empresário Justin Sun. - Imagem: Divulgação / Instagram

O mundo dos bilionários tem algumas particularidades - em alguns casos, excentricidades. Você leu aqui no Seu Dinheiro que, em junho, o CEO da Tron, Justin Sun, anunciou que pagaria US$ 4,6 milhões para almoçar com o megainvestidor Warren Buffett.

O valor não foi desembolsado à toa por esse executivo ligado ao universo das criptomoedas. Do lado de quem estava organizando, havia uma instituição de caridade por trás. O almoço é viabilizado anualmente por meio de um leilão - quem dá o maior lance, almoça com a lendária figura do mercado financeiro.

Os ricaços que se arriscam em lances pela refeição com Warren Buffett querem, é claro, aprender de perto com o bilionário, dono de uma fortuna de US$ 82,5 bilhões.

O cara das criptomoedas

Então, neste ano, quem venceu foi o executivo ligado ao universo das criptomoedas. Sun deu o maior lance já feito em quase 20 anos de evento.

No caso desse ricaço, havia uma particularidade pelo lance: ele queria convencer Warren Buffett do potencial das criptomoedas. O megainvestidor tem declarações públicas de descrédito a moeda digital.

O executivo chines, por outro lado, é CEO da Tron, uma plataforma de entretenimento baseada em blockchain. O empresário é considerado uma das pessoas mais influentes no mercado das criptomoedas.

No entanto, no dia 22 de julho, Sun anunciou que teria de adiar o encontro com Warren Buffett.

É provável que você ainda ouça sobre essa história. Então, para não te deixar perdido, você confere abaixo uma linha do tempo desse caso.

Spoiler: a história teve convite para Donald Trump - outro descrente das criptomoedas -, supostos problemas com a justiça e polêmicas com a guerra comercial. E não há garantias de que seu desfecho será feliz. As informações foram compilas pelo portal Business Insider.

A linha do tempo de Sun e Warren Buffett

3 de junho

Justin Sun anuncia no Twitter que venceu o leilão para almoçar com Warren Buffett. Ele pagou US$ 4,57 milhões, valor que será revertido à Glide Foundation, uma instituição de caridade para moradores de rua em São Francisco.

No anúncio, o executivo promete explicar os benefícios da criptomoeda ao chefe bilionário da Berkshire Hathaway - um notório cético quanto ao ativo.

4 de junho

Sun, que pode levar até sete convidados para o almoço, diz que planeja chamar Changpeng Zhao, da Binance. Também estarão na lista o criador do Litecoin, Charlie Lee, e o co-fundador da Ethereum, Vitalik Buterin, segundo a CNBC.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Zhao, da bolsa de criptomoedas Binance, recusa o convite para o almoço, dizendo que o local é muito longe para ele viajar, segundo a Business Insider.

16 de junho

Sun convida Lee, da Litecoin, para participar do almoço. Lee aceita.

5 de julho

Sun diz, via Twitter, que convidou Livio Weng, à frente da Huobi - empresa de troca de criptomoedas.

12 de julho - até Trump na história

O empresário chama Donald Trump para o almoço, depois de o presidente dos Estados Unidos dizer, via Twitter, que não é fã de bitcoin e outras criptomoedas.

"Eu garanto a você que, após esse almoço, ninguém saberá mais sobre criptografia do que você!", respondeu o executivo na rede social.

18 de julho

A Sun convida Jeremy Allaire, chefe da corretora institucional de criptomoedas, Circle. Allaire aceita.

21 de julho

Sun convida Helen Haiyu, da Binance Charity Foundation. O executivo também chama Yoni Assia, da corretora eToro. Ambos aceitam.

22 de julho

O executivo convida Chris Lee, chefe de finanças de Huobi. Lee aceita. Logo depois, ele anuncia que o almoço será adiado. Sun afirmou que estava com pedras nos rins.

23 de julho - novos contornos

A história envolvendo o almoço com Warren Buffett ganha outros contornos. Segundo a Business Insider, o 21st Century Business Herald, um canal de notícias chinês, relata que a Sun é suspeito de captação ilegal de recursos, lavagem de dinheiro e de estar envolvido com jogos de azar.

Por conta dessas acusações, o jornal chinês Caixin, ainda segundo o portal americano, diz que o executivo atrasou o encontro com o bilionário. Sun nega.

24 de julho

Segundo o New York Times,  aplicativo Peiwo, também de Sun, foi incluído numa lista negra por reguladores chineses em junho por supostamente operar ilegalmente.

A Business Insider diz que, pouco depois, o executivo publicou um pedido de desculpas, lamentando sua propaganda vulgar e marketing. Ele também disse que colocaria os interesses do país, do setor e do público acima de qualquer outra coisa. A postagem é excluída logo após ser publicada, segundo o portal.

25 de julho

Esse seria o dia do almoço marcado com Warren Buffett inicialmente. Mas fotos nas mídias sociais mostram a Sun festejando com influenciadores em um evento de Tron.

27 de julho

Ran Neuner, apresentador do Crypto Trader, da CNBC Africa, relata que a guerra comercial EUA-China pode ser um fator no atraso do almoço, conforme informa a Business Insider.

"Fontes na China dizem que o governo chinês acreditava que @justinsuntron almoçar com Warren Buffett era um ato 'provocativo', dadas as atuais tensões comerciais", postou o apresentador no Twitter.

"Ele foi instruído a não prosseguir com o almoço. Minha fonte acredita que o almoço não vai acontecer."

29 de agosto

O diretor de comunicações da Tron, Cliff Edwards, disse a Blocktv que o almoço de Buffett está sendo remarcado, ainda segundo o site americano.

A ver com será o desfecho dessa novela entre o executivo das criptomoedas e Warren Buffett.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Lula solto impacta mais ainda eleições, diz Doria

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai impactar ainda mais o cenário eleitoral depois de ser colocado em liberdade, avalia o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Em entrevista ao Estadão/Broadcast, Doria disse que para o petista é uma “questão de honra” lançar uma chapa competitiva para disputar a Prefeitura de São […]

Melhora da economia interrompe perda de popularidade de Bolsonaro, diz Datafolha

O otimismo em relação à atividade econômica nos próximos meses aumentou para 43%, ante 40% em agosto e 50% no início do governo

NOVO RACHA

PSDB terá candidato à presidência em 2022, garante Bruno Araújo

João Doria prepara sua própria candidatura à sucessão de Jair Bolsonaro. Enfrenta, porém, um concorrente interno: Eduardo Leite, governador do RS

Saiba três formas de investir nas ações ou ganhar dinheiro com o IPO da XP

Você pode investir diretamente nas ações da XP lá fora abrindo conta em uma corretora americana, via fundos ou comprando papéis de um banco aqui no Brasil

O que você precisa saber sobre o IPO da XP na bolsa americana Nasdaq

Eu conto para você se vale a pena se tornar sócio da empresa responsável por inaugurar no Brasil o modelo de plataforma aberta de investimentos para o público de varejo

A terceira onda. Um novo milagre econômico vem por aí?

Tudo indica que um novo bull market das commodities esteja começando. E, como das outras vezes, isso será extremamente benéfico para o Brasil

Oxford Economics eleva previsão de crescimento do PIB do Brasil em 2020 para 2%

Casa avalia que as recentes tarifas sobre o aço e alumínio brasileiro não devem atrapalhar a recuperação da atividade, que vem ganhando fôlego

Marfrig confirma oferta subsequente de ações que pode somar R$ 3,3 bi

A oferta será primária e inclui um lote secundário, para a venda de ações detidas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES)

BLACK WEEK

MAIS LIDAS: Quem bombou na Black Friday?

Meus vizinhos se empolgaram na Black Friday. E não foram só eles: os números do varejo mostram um crescimento considerável na edição deste ano

Ex-presidente da Bayer no Brasil cria startup de cannabis

Em voo solo, há quase um ano e meio, empresário prepara-se para voltar ao setor, desta vez em um segmento em franco crescimento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements