O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-10T15:04:41-03:00
Camille Lima
FOCO NO CENTRO

Com Lula ou Bolsonaro na Presidência, o próximo Congresso será de centro-direita e reformista, diz Arthur Lira

Em evento em Nova York, presidente da Câmara volta a defender a confiabilidade do sistema eleitoral brasileiro e as reformas no país

10 de maio de 2022
15:04
Presidente da Câmara, Arthur Lira
Presidente da Câmara, Arthur Lira - Imagem: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

Em ano de eleição marcado pela polarização, é de se assumir que a verdadeira questão a ser discutida é quem assumirá o papel do Executivo, Lula ou Bolsonaro. Mas para o presidente da Câmara, Arthur Lira, seja quem for o presidente a partir de 2023, o Congresso eleito será de centro-direita

Em evento em Nova York organizado pelo BTG Pactual na manhã desta terça-feira (10), o deputado discutiu sobre a situação do Brasil e da economia mundial.

Arthur Lira defende Congresso de centro-direita

Para Lira, é comum haver uma polarização durante o período eleitoral. Porém, o deputado acredita que, entre um extremo político e outro, existe o centro, que atua como regulador da política brasileira, para que “o Brasil funcione como uma democracia forte”.

Até então, durante a janela partidária, os partidos de centro-direita se reforçaram em Brasília e formaram cerca de 300 parlamentares na Câmara, segundo Arthur Lira.

“Em detrimento da polarização que exista, o meu pensamento é que o Brasil continuará um país de centro-direita. O Congresso que for eleito em outubro, eu não tenho dúvidas, será um congresso de centro-direita”, disse o deputado. 

As reformas no Congresso

E não apenas de centro-direita. O político acredita que este mesmo Congresso eleito em outubro será mercadológico, liberal e reformista. “Para um efeito futuro, as reformas continuarão na pauta do dia.” 

Arthur Lira cita tanto a reforma administrativa quanto a tributária como pautas que seguirão na ordem do dia após as eleições. Segundo o deputado, a primeira já está pronta na Comissão e “precisa do apoio de todo o empresariado e governo brasileiro”.

O presidente da Câmara afirma que “um país do tamanho do Brasil que fica restrito ao teto de gastos é porque não possui um piso de gastos”.

Sobre a reforma tributária, a proposta de emenda constitucional (PEC) tributária foi votada na Câmara e está travada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. 

“Cobramos do Senado que se posicione”, disse Lira.

Arthur Lira sobre o sistema eleitoral do Brasil

Em seu discurso no evento para investidores em Nova York, o presidente da Câmara dos Deputados disse confiar no sistema eleitoral do Brasil e defendeu que os brasileiros devem ter "tranquilidade política" nas eleições.

A fala acontece durante um período polêmico em relação às urnas eletrônicas, uma vez que o presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores levantaram dúvidas e desconfiança sobre a segurança das urnas eletrônicas.

"Eu fui eleito nesse sistema durante seis eleições e não posso dizer que esse sistema não funciona. O sistema é confiável. Precisa de ajustes? Precisa. Mas é importante que nós tenhamos tranquilidade política no pleito”, afirmou o político.

Arthur Lira destacou ainda que as instituições brasileiras são “fortíssimas e funcionam plenamente”.

Leia também:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Cautela pesa e Ibovespa futuro abre em queda com exterior fraco; dólar avança para R$ 4,95

RESUMO DO DIA: Após o rali da última terça-feira (17), as bolsas amanheceram com leves perdas, em um movimento de ajuste cauteloso. A inflação na Europa preocupa, enquanto o Federal Reserve dá sinais mistos sobre o aperto monetário. Por aqui, o Ibovespa acompanha a privatização da Eletrobras (ELET3) e falas de Roberto Campos Neto e […]

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de swing trade: compra de ações da Suzano (SUZB3) e lucro de 5,3% no bolso com Wiz (WIZS3)

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Suzano (SUZB3), com entrada em R$ 52,74; confira a análise

O melhor do Seu Dinheiro

As stablecoins são o Real dos anos 1990? Confira a notícia do dia e outras sete histórias que mexem com os seus investimentos

Manter a paridade com o dólar não é tarefa simples, e o novíssimo mercado das criptomoedas experimentou esse travo amargo na semana passada; entenda a crise das stablecoins

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas lá fora tentam emplacar terceiro dia de alta, limitadas por dados inflacionários; Ibovespa mira Eletrobras (ELET3) e briga entre poderes

Ainda hoje, os investidores acompanham o presidente do BC, Roberto Campos Neto, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, em evento

TRAGÉDIA NA CHINA

Alguém derrubou esse avião de propósito na China; investigadores agora tentam descobrir quem foi

Dados recuperados da caixa preta sugerem que alguém na cabine derrubou o intencionalmente o Boeing 737-800 da China Eastern com 132 pessoas a bordo no fim de março

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies