🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-19T17:11:20-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
PESANDO NO BOLSO

Câmara dos EUA aprova projeto para impedir ‘manipulação’ de preços de combustíveis; saiba qual a chance de aprovação da lei

O preço dos combustíveis tem incomodado em todo o mundo. Agora foi a vez dos democratas apresentarem sua solução para o problema, contudo expectativa é de que a iniciativa não prospere

19 de maio de 2022
16:51 - atualizado às 17:11
Alta dos combustíveis
A preocupação com o preço dos combustíveis não é exclusividade brasileira - - Imagem: Shutterstock

A Câmara dos Representantes dos EUA aprovou nesta quinta-feira, 19, um projeto de lei que busca impedir "altas excessivas" e "manipulação" em períodos de emergência energética em preços de combustíveis a consumidores. O placar foi de 217 votos a favor e 207 votos contra.

A votação seguiu o esperado, com toda a bancada republicana votando contra a pauta e apenas quatro deputados democratas contrários ao projeto, enquanto outros dez deputados — cinco de cada partido — não votaram. O texto agora passará para votação no Senado americano.

Na prática, a lei aumentaria a autoridade da Comissão Federal de Comércio, agência reguladora ligado ao governo dos EUA, contra o que seriam considerados preços exploratórios de petróleo e gás a consumidores no país.

Favorável à pauta, o deputado democrata Adam Schiff afirmou, em postagem no Twitter, que a votação desta quinta representa um passo do Legislativo contra a "manipulação" de grandes companhias petroleiras e em direção à transição para fontes energéticas renováveis.

Por outro lado, a Câmara do Comércio nos EUA alertou que o projeto vai impor controle de preços e desencorajar a produção de nova energia, resultando em uma oferta doméstica ainda mais apertada.

A ideia para conter o aumento nos combustíveis

O projeto de lei dá ao presidente do país o poder de emitir uma declaração tornando ilegal um aumento de preços nos combustíveis, caso ele seja considerado "inconscientemente excessivo". A partir dai, a FTC seria a agência responsável por aplicar as punições cabíveis às empresas que violarem a regra.

A próxima etapa para o projeto é o senado, onde a expectativa é de que dificilmente ele consiga angariar apoio suficiente para superar um 'filibuster' — regra que impõe a necessidade de formar de 'super maiorias' — dos republicanos.

Leia também:

*Com informações do Estadão Conteúdo e CNN

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

GALINHA DOS OVOS DE OURO

Subsidiária da MRV (MRVE3) nos EUA garante mais de R$ 1 bilhão para construtora com venda de empreendimentos na Flórida

A Resia vendeu dois conjuntos localizados na Flóridas e a negociação rendeu cerca de R$ 375 milhões aos cofres da incorporadora

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

A quadrilha triste do Ibovespa e o nascimento de uma nova gigante; confira os destaques do dia

O mês de junho vai chegando ao fim, mas o mercado financeiro parece longe de se juntar às alegres festividades juninas espalhadas pelo país.  Na B3 e em Wall Street, os investidores dançam uma quadrilha pra lá de triste e cheia de obstáculos.  Não estamos falando de uma ponte quebrada, uma cobra perdida ou uma […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa despenca mais de 11% e tem o pior mês desde março de 2020; dólar sobe a R$ 5,23

O início do aperto monetário do Federal Reserve levou os ativos globais a ter um semestre para esquecer – e o Ibovespa não escapou disso

Proventos

Dividendos: Rede D’Or (RDOR3) e Raia Drogasil (RADL3) vão distribuir quase R$ 300 milhões em juros sobre capital próprio; veja detalhes

Pagamento de nova leva de proventos aos acionistas está previsto para o dia 16 de julho, no caso da Rede D’Or

ALTAS E BAIXAS

Destaques da bolsa: Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) disparam com fusão; TC (TRAD3) e Light (LIGT3) despencam

A nova consolidação no setor de saúde mexeu com o segmento nesta quinta; a renúncia do CEO da Light pesou sobre as ações da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies