O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-02-04T11:38:29-03:00
Camille Lima
REMÉDIO NA BOLSA

Ano das farmácias: XP vê alta de até 43% para ações da Panvel (PNVL3), Raia Drogasil (RADL3) e Pague Menos (PGMN3)

Corretora manteve recomendação de compra da favorita do setor, a RADL3, e iniciou a cobertura de PNVL3

4 de fevereiro de 2022
11:38
Farmácia Remédio
Imagem: Divulgação

Vale a pena ser sócio de uma farmácia? Para a XP, não só de uma. A corretora tem recomendação de compra para três redes de drogarias que têm ações listadas na B3: Panvel (PNVL3), Raia Drogasil (RADL3) e Pague Menos (PGMN3).

Na visão dos analistas da XP, o setor é uma opção defensiva em meio aos desafios do atual cenário macroeconômico, além de ter resultados de curto prazo positivos. 

Como grande parte dos recursos do Auxílio Brasil deve ser direcionado para o consumo imediato, que inclui os medicamentos, o benefício pode ajudar as vendas do setor. Lembrando que o valor do benefício aumentou para R$ 400 neste ano.

Além disso, a pandemia da covid-19 ajudou o varejo. Isso porque, com o surto de influenza e o surgimento da variante Ômicron, a procura por testes e medicamentos para as doenças aumentou.

Com os novos casos de H3N2, a vacinação contra a gripe também deve ser intensificada neste ano. 

Recomendações da XP

Assim, a XP começou a cobertura de Panvel (PNVL3), com recomendação de compra dos papéis. Nos cálculos dos analistas, as ações da empresa podem se valorizar 37,6% em relação à cotação do último fechamento (R$ 13,62) até o final deste ano, preço-alvo de R$ 19 por papel.

Apesar do potencial de valorização da Panvel, a Raia Drogasil (RADL3) ainda é a favorita da XP, por conta de “seu sólido histórico de execução, forte posicionamento de mercado e maior liquidez”.

A corretora manteve a recomendação de compra de RADL3, mas elevou o preço-alvo, de R$ 27 para R$ 28 por ação. Isso representa um potencial de valorização de 23,56% em comparação com o preço do último fechamento, de R$ 22,66.

A XP também continuou a recomendar a compra das ações da Pague Menos (PGMN3), mas reduziu o preço-alvo, de R$ 15 para R$ 13. Apesar da projeção mais baixa, o valor ainda indica uma valorização de 43,17% frente à cotação do último fechamento, de R$ 9,08.

Por fim, para a d1000 (DMVF3), a corretora teve recomendação neutra, com preço-alvo de R$ 6, potencial valorização de 43,54% contra o preço do último fechamento, de R$ 4,18.

Pilares da tese

  • Resultados de curto prazo positivos, com drivers promissores à frente;
  • Reajuste de preços, com projeção de aumento de preços próximo de 10%, que impactaria positivamente as receitas;
  • A expansão das empresas está a todo vapor, mas não preocupa os analistas, uma vez que o mercado brasileiro é muito fragmentado e as companhias estão mirando demografia e regiões diferentes;
  • Sem movimentos de fusões e aquisições à vista, já que a RD prioriza sua expansão orgânica, a Pague Menos recentemente adquiriu a Extrafarma, a d1000 está no meio de sua reestruturação e a Panvel parece mais inclinada a seguir com sua expansão orgânica.
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

CEO do JP Morgan leva cartão vermelho de acionistas e pode ficar sem bônus milionário, entenda a decisão rara

A desaprovação foi a primeira desde que o conselho do banco norte-americano enfrentou um voto negativo sobre compensações desde que as regras foram introduzidas, há mais de uma década

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Hapvida, Magazine Luiza e Nubank tombam, mas Ibovespa fecha o dia no azul; confira os destaques desta terça-feira

O maior apetite ao risco e a expectativa de manutenção no ritmo de alta no juro nos Estados Unidos ajudou o Ibovespa, que teve um dia de ganho

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sustenta alta após susto inicial com Powell; dólar cai abaixo dos R$ 5

O Ibovespa fechou o dia longe das mínimas, mas o dólar caiu 2% com o apetite por risco no exterior

onda vendedora

Nubank (NUBR33) perde US$ 1,2 bi em valor de mercado e já vale menos que o Banco do Brasil (BBAS3)

As ações do Nubank, negociadas na bolsa de Nova York (Nyse), encerraram o pregão em queda de 6,21%, a US$ 4,08

COMPRA NA "BAIXA"

Warren Buffett compra papéis do Citigroup: confira as ações que o megainvestidor colocou na carteira após a queda das bolsa em NY

Warren Buffett segue a “velha economia” e compra ações de grandes financeiras durante a queda do índice S&P 500

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies