🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-03-04T01:16:11-03:00
Redação SD
potencial

Hering está de graça e ações do Grupo Soma (SOMA3) podem dobrar de valor até 2025, diz XP

Corretora destacou Grupo Soma, dona das marcas Hering e Farm, como sua preferência para ações no segmento de consumo discricionário

3 de março de 2022
13:30 - atualizado às 1:16
Fachada de loja da Hering, marca do Grupo Soma (SOMA3)
Fachada de loja da Hering, marca do Grupo Soma (SOMA3) - Imagem: Divulgação

Quando o Grupo Soma (SOMA3) desbancou a Arezzo (ARZZ3) na disputa pela Hering há um ano, analistas avaliaram que a aquisição reforçava o portfólio.

No entanto, depois de SOMA3 atingir seu pico em julho do ano passado, a ação já caiu mais de 30%.

Assim, a XP Investimentos decidiu fazer uma análise segmentando o Grupo Soma em três unidades de negócio. A conclusão foi: nos preços atuais, a Hering não valeria nada, e a Farm Global estaria com múltiplos abaixo da sua perspectiva de crescimento.

A XP estimou o preço máximo do Grupo Soma (SOMA3) em 2025, com potencial de valorização de 141% em relação ao fechamento de ontem (2).

Vamos explicar a análise da XP.

As três unidades de negócio do Grupo Soma

Para a corretora, o fato de a Hering estar voltada a um público mais amplo que as outras marcas do grupo pode ter deixado os investidores um pouco confusos sobre como pensar a empresa.

Grupo Soma Brasil, Farm Global e Hering estão em estágios de maturidade diferentes, possuem perfis de risco e crescimento distintos e, portanto, teriam níveis de múltiplos variados.

Por isso, a XP fez uma análise de Soma das Partes (SOTP).

  1. Grupo Soma Brasil: operação mais madura, com Farm e NV como vetores de crescimento. Marcas menores, como Foxton e Fábula, são vistas como opcionalidades.
  1. Farm Global: marca de moda insurgente no mercado internacional, com potencial para seguir com altas taxas de crescimento.
  1. Hering: antes da aquisição, era vista com potencial limitado de crescimento, mas agora passa por reestruturação. A XP vê potencial de sinergias a serem extraídas em torno de R$ 300 milhões até 2025 no nível de EBITDA.

Calculando os múltiplos

A XP calculou estimativas para o preço das ações de cada unidade de negócio fazendo análises de sensibilidade para diferentes níveis de múltiplos alvos (Preço/Lucro 2025) e margem EBITDA/vendas em 2025e. 

Nos cálculos, a XP parte da premissa de que a Farm Global atingirá uma margem EBITDA de 25% em 2025 e de que as vendas da Hering e do Grupo Soma devem crescer. A corretora também considera um rateio do resultado financeiro entre as operações de acordo com sua participação no EBITDA consolidado.

O resultado consolidado seria a soma dos preços estimados para cada unidade, que flutuaria entre R$ 12,70 e R$ 31,60 por ação. No preço máximo, o cálculo representa um potencial de ganho exorbitante de 141% em relação ao fechamento de ontem (2). 

A XP destacou o Grupo Soma como sua preferência no segmento de consumo discricionário devido a um balanço de risco/retorno assimétrico, execução sólida e perspectivas de crescimento.

O que os preços atuais representam

Os papéis do Grupo Soma (SOMA3) encerraram o pregão de ontem (2) cotados a R$ 13,10, o que representa uma leve alta de apenas 0,08% em 12 meses e de 2,20% no acumulado de 2022 até agora.

Analisando o que está refletido nos preços hoje, a XP assumiu que o papel é negociado em linha com Arezzo (ARZZ3). Nos preços atuais, isso implicaria que a Farm Global estaria negociando em 13,5x P/L 2023 enquanto a Hering não valeria nada.

Consolidação no consumo discricionário

Em abril do ano passado, o Grupo Soma (SOMA3) cobriu a oferta de R$ 3 bilhões da Arezzo (ARZZ3) e anunciou a compra da Hering por R$ 5,1 bilhões.

A combinação dos negócios foi aprovada em assembleia em setembro de 2021 e desde o dia 20 daquele mês as ações da Hering não são mais negociadas na B3.

Leia também:

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

NOITE CRIPTO

Sem fôlego: bitcoin (BTC) opera em alta, mas ainda não volta para os US$ 20 mil; entenda por quê

Apesar do respiro desta sexta-feira (1), o bitcoin ainda sente todo o peso de um Federal Reserve mais agressivo contra a inflação. A semana também não foi tão positiva assim com o noticiário do universo digital.

VAI TER QUE PAGAR!

Um acordo de milhões: Petrobras (PETR4) se entende com a ANP sobre royalties da operação de xisto no Paraná

Segundo a estatal, o acordo envolve o pagamento de R$ 601 milhões pela companhia — um montante que já foi provisionado nas demonstrações financeiras

CASOU!

Enfim, sós! Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) consumam combinação de negócios; confira detalhes

Por conta do enlace, hoje foi o último dia de negociação das ações de emissão da Unidas na B3

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa começa julho com o pé direito, o reforço de caixa da MRV (MRVE3) e a semana em cripto; confira os destaques do dia

Que sexta-feira costuma ser o dia da semana favorito de muita gente não é novidade, mas você já reparou na tendência que temos de tentar fazer dele o mais leve de todos para não atrapalhar o descanso do fim de semana? Seja no escritório ou no mercado financeiro, o último dia útil é o momento […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa dá uma pausa nas perdas e sobe 0,29% na semana, mas dólar dispara e chega a R$ 5,32

O começo de julho foi mais animador para o Ibovespa, mas as dificuldades seguem pressionando o câmbio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies