O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-10T08:03:20-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
Carolina Gama
Balanço

Via (VIIA3) é castigada por cenário econômico ruim e vê lucro recuar no primeiro trimestre; confira os números da dona das Casas Bahia

A varejista confirma algo que os analistas já desconfiavam: o primeiro trimestre não será motivo de comemoração na bolsa

9 de maio de 2022
20:37 - atualizado às 8:03
Baianinho, mascote das Casas Bahia, se esconde entre arbustos | Via VIIA3
Imagem: Divulgação

O ano não tem sido muito bom para a Via (VIIA3) até agora. Pressionadas pela inflação que não arreda o pé do país, as ações da varejista, que é dona das redes Casas Bahia e Ponto Frio, recuam mais de 46% desde o início de 2022. E o balanço financeiro, divulgado nesta segunda-feira (9), pode piorar ainda mais a situação.

Isso porque a empresa confirmou algo que os analistas já desconfiavam: o primeiro trimestre não será motivo de comemoração na bolsa. O lucro líquido contábil — que inclui custos das provisões com processos trabalhistas —recuou 90%, na comparação com o mesmo período do ano anterior, para R$ 18 milhões.

Já o lucro líquido operacional da Via no período somou R$ 86 milhões nos primeiros três meses do ano, o que representa uma queda de 52,2% em base anual.

A empresa explica, no entanto, que se considerado o resultado comparável do ano anterior, a queda foi menor, de R$ 36,5%.

Na contramão, o Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, da sigla em inglês) ajustado subiu 15,2% entre janeiro e março, para R$ 673 milhões. O Ebitada ajustado operacional totalizou R$ 758 milhões nos primeiros três meses do ano, um aumento de 29,8% em base anual.

A receita líquida líquido no período somou R$ 7,4 bilhões, uma queda de 2% em relação a janeiro a março de 2021.

Outros números da Via (VIIA3) no trimestre

A Via (VIIA3) reportou margem de 10,2% no primeiro trimestre, com avanço de 2,5 pontos percentuais. A varejista explica que a alta está ligada aos "fortes ganhos de produtividade e bom controle de despesas".

Já o GMV (Gross Merchandise Volume) — o volume bruto de mercadorias, uma métrica muito utilizada por empresas de comércio eletrônico para vendas — foi de R$ 10,673 bilhões, um aumento de 3,3%.

Já GMV Ominicanal (1P), ou seja a integração de todos os canais de contato disponíveis, atingiu R$ 9,509 bilhões no primeiro trimestre, o que representa um aumento de 2,3% em base anual.

O GMV Ominicanal (3P) da Via, por sua vez, totalizou R$ 1,164 bilhão, incremento de 12% em termos anuais.

Dívida e investimentos

Os investimentos da Via (VIIA3) totalizaram R$ 312 milhões entre janeiro e março deste ano, com alocação de 60% do total em projetos relacionados à tecnologia e logística — um apoio ao crescimento e digitalização da varejista.

No final de março, o caixa líquido ajustado era de R$ 546 milhões, o que representa uma redução de 84,9% em relação ao mesmo período de 2021.

O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 0,4 vez em março deste ano, uma queda de 0,9 vez em base anual.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

CVM recua e libera distribuição de dividendos do fundo imobiliário Maxi Renda FII (MXRF11) com base no ‘lucro caixa’ — relembre o caso

A xerife do mercado de capitais reconheceu “a existência de obscuridade e contradição” na decisão original

Superou o trauma? Bitcoin (BTC) segue no patamar de US$ 30 mil; saiba se a maior criptomoeda do mundo sustentará esse nível

BTC terá também que superar os críticos às moedas digitais, que não pouparam esforços para injetar ainda mais medo nesse mercado já extremamente desorientado

CEO do JP Morgan leva cartão vermelho de acionistas e pode ficar sem bônus milionário, entenda a decisão rara

A desaprovação foi a primeira desde que o conselho do banco norte-americano enfrentou um voto negativo sobre compensações desde que as regras foram introduzidas, há mais de uma década

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Hapvida, Magazine Luiza e Nubank tombam, mas Ibovespa fecha o dia no azul; confira os destaques desta terça-feira

O maior apetite ao risco e a expectativa de manutenção no ritmo de alta no juro nos Estados Unidos ajudou o Ibovespa, que teve um dia de ganho

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sustenta alta após susto inicial com Powell; dólar cai abaixo dos R$ 5

O Ibovespa fechou o dia longe das mínimas, mas o dólar caiu 2% com o apetite por risco no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies