O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-04T09:26:26-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
BALANÇO DAS MAQUININHAS

Lucro líquido da Cielo (CIEL3) supera patamar pré-pandemia, mas quebra sequência de crescimento financeiro da empresa de maquininhas; saiba mais

Segundo a Cielo, o recuo anual é explicado por “eventos extraordinários” que engordaram os números do primeiro trimestre do ano passado

3 de maio de 2022
18:55 - atualizado às 9:26
Maquininha Cielo (CIEL3)
Cielo (CIEL3) - Imagem: Divulgação

A Cielo (CIEL3) impressionou com um salto no lucro do ano passado, mas ainda passou longe dos números de 2019. Por isso, o mercado analisa atentamente o balanço do primeiro trimestre de 2022, divulgado nesta terça-feira (3), e se pergunta: será que agora a empresa de maquininhas conseguirá retomar as cifras do período pré-pandemia?

A resposta é sim, pelo menos no início do ano. O lucro líquido da companhia chegou a R$ 184,6 milhões entre janeiro e março e superou os R$ 166,8 milhões registrados no mesmo período de 2019.

A empresa, porém, quebrou a sequência de crescimento de registrava durante os últimos cinco trimestres consecutivos - o indicador recuou 45,2% na comparação com os três meses imediatamente anteriores e 25,5% em relação ao 1T22.

Segundo a Cielo, o segundo recuo é explicado por "eventos extraordinários" registrados no primeiro trimestre do ano passado.

Descontando os efeitos de itens não recorrentes - como a venda da Orizon e da Elo e provisões de reestruturação, entre outros elementos - a empresa chega a uma base de comparação menor e reporta crescimento anual de 35,9%.

Recebíveis seguem em alta

Recuos e itens não recorrentes a parte, o segmento de antecipação de recebíveis voltou a ser um dos destaques do balanço da Cielo.

O volume dos chamados produtos de prazo, soluções que possibilitam a antecipação do fluxo de recebíveis de transações a crédito à vista ou parcelado, cresceu 31% em relação ao primeiro trimestre de 2021, para R$ 31 bilhões.

Os números da Cateno, joint venture criada pela empresa e pelo Banco do Brasil, também impressionaram. O resultado recorrente do negócio gestão de meios de pagamento saltou 165,2% no período e chegou a R$ 147,7 milhões.

Cielo (CIEL3) recomprou ações

Com os resultados mais próximos dos níveis pré-pandemia, as ações da Cielo também buscam retomar os patamares históricos e acumulam ganhos de mais de 56% neste ano.

A empresa vem se beneficiando da reprecificação dos seus produtos após a forte alta da taxa de juros no país, o que deve favorecer a taxa de juros da Cielo, e de sua estratégia de desinvestimentos para enxugar o portfólio. A venda mais recente foi da subsidiária MerchantE, por US$ 290 milhões. 

Neste contexto, a companhia anunciou, no início do mês passado, um programa de recompra de ações relâmpago. A Cielo foi autorizada a adquirir até 13.339.245 ações ordinárias entre 11 e 14 de abril, o que corresponde a 0,50% das ações atualmente no mercado.

Segundo a empresa, o objetivo da operação era "fazer frente aos compromissos assumidos no âmbito dos programas de remuneração, retenção e incentivo de colaboradores e administradores".

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

BYE BYE GOVERNO!

Privatização vem aí: conselho do PPI altera regras da capitalização da Eletrobras (ELET3); saiba por que mudou

O TCU aprovou na sessão de quarta-feira (18) o processo de privatização da companhia — a proposta do relator venceu por 7 votos a favor e 1 contra

NOVO SHAPE

Da academia pra carteira: Smart Fit (SMFT3) tem potencial de alta de 34%, diz Itaú BBA — saiba se é hora de comprar

Depois do confinamento provocado pela covid-19, a indústria fitness enfrenta agora um cenário desafiador, com inflação alta, segundo o banco de investimentos

SEM LIMITE

STF nega impor prazo a Lira para análise de pedidos de impeachment de Bolsonaro

O chefe do Executivo é alvo de mais de 140 solicitações de impedimento; entenda a decisão da corte máxima

VAI TER DISNEY?

Dólar acumula desvalorização de 12,59% frente ao real no ano — veja o que mexe com o mercado de câmbio

A moeda norte-americana teve o pior desempenho semanal em quase dois meses, quando levou um tombo de mais de 5%

SOBE E DESCE

IRB (IRBR3) lidera pelotão de altas do Ibovespa e Méliuz (CASH3) vai na direção oposta — veja o que foi destaque na bolsa na semana

Lá fora, as negociações da semana foram marcadas pela entrada do S&P 500 no chamado bear market, ou território de queda; por aqui, o principal índice da B3 acumulou ganhou de 1,46%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies