2022-01-20T16:36:46-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
PÓDIO INGRATO

C6 Bank volta a liderar o ranking de reclamações de bancos; confira a lista completa

Entre as queixas mais frequentes estão problemas com cartão de crédito e de débito, além de internet banking, segundo Banco Central

20 de janeiro de 2022
16:36
sede do c6 bank; estágio
Imagem: Divulgação/C6 Bank

Se você já ficou insatisfeito com seu banco, saiba que não está sozinho. O Banco Central divulgou nesta quinta-feira (20) o ranking de reclamações com as 15 maiores instituições financeiras do Brasil no quarto trimestre de 2021. Na lista, o C6 Bank aparece na liderança.

O banco, que já havia ficado em primeiro lugar no trimestre anterior, teve índice de reclamações de 106,22, com 1.444 registros procedentes. 

Em segundo lugar ficou o BMG, com índice de 67,87 e 618 reclamações procedentes, e, em terceiro, o BTG Pactual/Banco Pan (63,08 e 1.128 reclamações procedentes). 

O índice de reclamações é calculado com base no número de reclamações consideradas procedentes, dividido pelo número de clientes da instituição, multiplicado por 1.000.000. 

Na prática, quanto maior o índice, pior a classificação da instituição. O ranking é trimestral. O resultado do quarto trimestre já reflete as mudanças divulgadas pelo BC nesta quinta-feira. 

Até a última divulgação, somente 10 entidades eram classificadas no ranking de maiores instituições. Agora, o BC ampliou para 15. Além disso, as instituições de pagamento passaram a compor o Ranking de Reclamações, antes restrito a bancos e financeiras. 

Ao lado do C6

Na lista com as 15 maiores instituições, o Inter é a quarta instituição mais reclamada (índice de 53,90), seguida de Bradesco (25,30) e Santander (24,58). 

Depois, aparecem Mercado Crédito (7ª, com índice de 21,45), Original (8ª, índice de 17,70), Caixa (9ª, com índice de 17,66), PagBank-PagSeguro (10ª, com índice de 15,78), Banco do Brasil (11ª, com índice de 14,39) e Itaú (12ª, com índice de 12,76). 

Fechando a lista, em 13º, Votorantim (9,33), Nubank (5,26), em 14º, e MidWay - Crédito, Financiamento e Investimentos, em último (2,63). 

Bancos menores 

No ranking dos bancos, financeiras e instituições de pagamento menores, a liderança de reclamações no quarto trimestre de 2021 é de Parati Crédito (índice de 16.699,13).

Em seguida aparecem Master (952,93) e Banco Digimais (444,90). A lista completa tem 28 instituições

Reclamações mais frequentes

Entre as reclamações mais frequentes estão "irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de crédito" (2.185). 

Também aparecem queixas ligadas a "irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços, exceto as relacionadas a cartão de crédito, cartão de débito, internet banking, ATM, credenciadora e operação de crédito" (1.515).

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies